Preço da energia de Siderópolis debatido em Brasília

Brasília

Uma forma de reduzir os valores aplicados atualmente na tarifa de energia dos consumidores atendidos pela Força e Luz, João Cesa, em Siderópolis, foi o que levou o Presidente da Câmara de Siderópolis, Roni Remor (PSB), o Lilo e o vereador Franqui Salvaro (PSB) à Brasília nesta quarta-feira (17). Os parlamentares estiveram em reuniões na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e no Congresso para tratar do problema que tem gerado inúmeras reclamações por parte dos clientes pelo aumento excessivo registrado no início deste ano.

O assunto foi debatido antes no legislativo siderópolitano, com a comunidade e representantes da concessionária, o que motivou o encontro na Capital Federal. Na Agência de Energia os edis foram recebidos pelo Superintendente Tarifário de Gestão da Aneel, Davi Antunes Lima, que garantiu não haver qualquer irregularidade no preço praticado. Ele apontou ainda que e uma das formas de solucionar o problema seria a Força e Luz arrumar outro método de compra (atualmente é da Celesc), entretanto a demanda (consumo) é baixa para aquisição em mercado livre e a alternativa então é tentar esta redução através da minimização de impostos.