Projeto de lei garante 50% do IPTU para o São Donato

Içara

Um projeto de Lei protocolado nesta segunda-feira na Câmara de Vereadores vai garantir que 50% de todo o IPTU arrecadado no município seja transferido todos os anos para a conta do Hospital São Donato. A proposta foi apresentada nesta manhã, durante uma coletiva realizada no próprio hospital.

Na prática, a lei regulamenta uma medida que já vinha sendo praticada pelo governo há pelo menos seis anos. “Esse repasse já é feito pelo município, mas agora vai virar lei. Seja quem for o prefeito, o dinheiro vai ser repassado. Isso vai garantir ao Hospital São Donato a segurança necessária para avançar, criar novos projetos e se consolidar cada vez mais como uma referência para a saúde pública da nossa região. Além disso, a própria comunidade, ao pagar o seu IPTU, já sabe que metade daquela valor vai para o Hospital”, argumenta o prefeito Murialdo Gastaldon.

A decisão foi comemorada pelo diretor administrativo do São Donato. Segundo Júlio de Lucca, o Município é responsável por pelo menos 30% de toda a arrecadação do hospital. “O Governo do Estado repassa 25 mil por mês, o município repassa 250 mil. Não fosse a parceria e essa sensibilidade social que o prefeito tem o Hospital não conseguiria manter o atendimento”.

Para o presidente da Associação Catarinense dos hospitais filantrópicos de Santa Catarina, a iniciativa pode servir de modelo para outras cidades. “É algo inédito e isso pode servir sim de modelo. Tenho certeza que os moradores de Içara vão pagar o IPTU com satisfação em dobro”.

Ampliação

Durante a coletiva a direção do São Donato também confirmou novos investimentos. Além da compra de um tomógrafo, o São Donato também trabalha para ampliar o número de leitos e de especialidades. “Vamos chegar a 101 leitos até o final deste ano e trabalhamos para ter duas especialidades de alta complexidade. Uma deve ser ortopedia e a outra provavelmente será cirurgia bariátrica”, adianta de Lucca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *