Projeto que flexibiliza estatuto do desarmamento deve ser votado este ano

Passada a votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, o plenário da Câmara deve avaliar o projeto que flexibiliza o estatuto do desarmamento. O roteiro foi confirmado pelo deputado Rogério Mendonça Peninha (PMDB). Autor da proposta, ele defendeu o projeto durante entrevista à Rádio Difusora

“Desde 2005 a comercialização de armas caiu mais de 90% e a criminalidade apenas aumentou. Mais um dado. Os cinco estados mais armados do Brasil são os cinco estados com menor índice de criminalidade. No Paraguai, depois de facilitar a legislação, a criminalidade desabou. Bandido não vai registrar arma. Queremos que a população, que quiser, que tiver condições, possa ter acesso”, ressalta.

Deputado admite que o caso de Goiás, onde menino levou arma para o colégio e matou dois colegas, pode sim atrapalhar o debate. “Isso é fato isolado, acidente, mas de fato vai atrapalhar o debate. Agora é preciso entender que quem quer fazer algo como este dá jeito para fazer acontecer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *