Promessa de pagamento suspende ameaça de greve no Samu

Criciúma

Com a garantia de pagamento do 13º salário na próxima sexta-feira, 13, sinalizado em nota emitida pela OZZ Saúde aos funcionários, por hora, a greve dos  trabalhadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da região de Criciúma e Araranguá está adiada.

Conforme o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e região (Sindisaúde), Cleber Ricardo da Silva Cândido, a categoria decidiu aguardar o repasse do 13º salário até sexta-feira, dia 13. “Caso não seja cumprido o pagamento, o Sindicato irá chamar uma nova Assembleia para avaliação e definição das ações junto com os funcionários”, disse Cleber.                                                                                    

Entenda o caso – Os mais de 180 trabalhadores do Samu estão sem pagamento do 13º salário, das férias e sem reajuste salarial há mais de três anos.  A empresa gestora Ozz Saúde também não está cumprindo a Convenção Coletiva da categoria. Em nota emitida pela Organização Social ao Sindicato, a Ozz alega não estar recebendo o repasse da Secretaria do Estado da Saúde há pelo menos um ano e acumulando uma dívida de R$ 20 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *