“PSL e PL vão misturar o sangue”, afirma Márcio Búrigo

Criciúma

Ex-prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo confirmou nesta manhã de quarta-feira, durante entrevista ao Microfone Aberto da Massa FM, que PL e PSL devem misturar o sangue na eleição deste ano.

“Muitos bolsonaristas vão vir para o PL para disputar a eleição. Isso vai acontecer em Criciúma e em outras cidades da região e do Estado porque o novo partido do presidente não vai ficar pronto. Então esse mistura já foi acertada em Brasília pelo senador Jorginho Mello e pela família Bolsonaro”, explicou.

Búrigo que coordena o PL na região e vai assumir a presidência do Partido em Criciúma, afirma que esse já é um encaminhamento para o pleito de 2022. “Nesta eleição Jorginho Mello vai ser o candidato dos Bolsonaro em Santa Catarina e por isso essa aproximação com o PL é Natural”. Durante a entrevista Márcio também descartou concorrer ao pleito e afirmou ser muito improvável a presença do seu partido no mesmo palanque de Clésio Salvaro. “Porque o PSDB terá candidato a presidência em 2022 porque eles vão disputar o Governo do Estado. É outro projeto”.

Dois vereadores devem migrar em Içara

Márcio, que pretende disputar uma vaga na Alesc em 2022, não escondeu o desejo de ver o PL garantir bons resultados também em Içara. No segundo maior município da região ele afirma que o partido deve ter o reforço de Toninho de Mello e Israel Rabelo.

“Com estes dois vereadores ilustres o PL pode, porque não, tentar disputar a majoritária com candidato próprio. Claro que eu tenho uma boa relação com a pré-candidata Dalvania Cardoso (PP), mas a política é muito dinâmica. Não tem nada certo e nada que impeça que possamos estar no outro palanque também”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *