Raimundo Colombo cumpre agenda no Sul do Estado

O Governador licenciado de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD) cumpriu roteiro neste sábado em Criciúma. Colombo veio para acompanhar o ato de filiação de Júlio Garcia e Ricardo Fabris no PSD e aproveitou para fazer uma visita de cortesia ao Prefeito Clésio Salvaro. “Eu não pude vir na Inauguração porque já tinha um compromisso, então vim conferir de perto a obra que teve a parceria do Governo. Ficou muito bonita. A prefeitura é um símbolo da arquitetura da cidade. Do jeito que estava, destruída, abandonada, derrubava a autoestima da população”, destacou.

Colombo também agradeceu o reconhecimento feito pelo Governo de Criciúma. “O reconhecimento é raro então eu fico feliz, tocado com o gesto do prefeito e do Povo de Criciúma. Recebi uma placa pelo apoio dado e isso é muito gratificante”.

Colombo também falou sobre a filiação de Júlio Garcia e seu retorno a vida pública. “Esse gesto do Júlio é muito importante. Ele já tinha feito sua parte, já tinha contribuído, mas volta para seguir ajudando. O país precisa disso. O momento é delicado e as pessoas com boas ideias, com boa intenção precisam participar.

Colombo também aproveitou para avaliar os sete anos de governo e projetar o futuro do país. “Santa Catarina teve no ano passado a maior geração de emprego do Brasil. Tivemos um crescimento de mais de 4% enquanto o Brasil ficou em 1%. Demoramos para entrar na crise, saímos antes. Então acho que o legado é esse, o de ter feito as coisas funcionarem.”, pontou Colombo, que emendou.

“Agora vou tentar uma vaga no senado, para tentar propor em Brasília uma mudança para o país. O modelo que está ai está vencido, não funciona mais.  Precisamos encontra um novo caminho. Vejo uma eleição extremamente delicada, tensa em que é preciso encontrar um ponto de equilíbrio. Os extremos não farão bem ao Brasil”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *