Salvaro participa de debate sobre financiamentos do Fonplata

Rio de Janeiro

Perto de concretizar a contratação de operação de crédito externo junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), no valor de U$ 17,2 milhões, para financiamento parcial de obras de mobilidade urbana no município, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, participou nesta quinta-feira (8), na cidade do Rio de Janeiro, do 1º Foro de Prefeitos Fonplata. Organizado pelo Fonplata, o evento ocorreu no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e reuniu representantes das três esferas de governo: federal, estadual e municipal.

Com o tema ‘Projetando Municípios Sustentáveis’, a iniciativa permitiu o compartilhamento das melhores práticas e das principais tendências de desenvolvimento urbano e territorial sustentável, com foco nos principais desafios que enfrentam os municípios nas áreas de infraestrutura, mobilidade urbana, economia circular, energia renovável, turismo sustentável, governança, entre outras. “Recebi o convite e fiz questão de participar deste evento onde, com representantes de diversos municípios brasileiros, compartilhamos informações e discutimos o desenvolvimento das cidades, focando na gestão pública eficiente, que faz a diferença na vida das pessoas”, analisa Salvaro.

Além de prestigiar debates sobre o desenvolvimento dos municípios, o chefe do Poder Executivo de Criciúma foi convidado a explicar os métodos adotados pela Administração Municipal para recuperar a capacidade de pagamento da prefeitura, em apenas um ano, junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN). “Quando assumimos a prefeitura, Criciúma não estava enquadrada nos critérios estabelecidos pela STN, que permite o governo municipal acessar o empréstimo do Fonplata. Nós equilibramos as contas, controlamos gastos e aumentamos a nota de capacidade de pagamento, o que vai possibilitar firmar o empréstimo para realizarmos grandes obras”, conta Salvaro.

Obras em Criciúma

A expectativa da Prefeitura de Criciúma é assinar o contrato de operação de crédito externo junto ao Fonplata neste mês. Com a garantia da verba, a Administração Municipal iniciará as obras do sistema binário da Avenida Santos Dumont, que consiste na duplicação da principal avenida do bairro São Luiz e na revitalização de vias municipais. De acordo com a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, a primeira etapa das obras está avaliada em R$ 38 milhões.

Fonplata

O Fonplata é um banco de desenvolvimento multilateral composto por cinco países: Brasil, Argentina, Bolívia, Paraguai e Uruguai. A entidade financia projetos de pequeno e médio porte, em valores médios de U$ 50 milhões, especialmente nas áreas urbanas vulneráveis, zonas rurais e regiões fronteiriças, a fim de impulsar a integração entre países ou entre regiões dentro de um mesmo país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *