Salvaro quer consórcio para acabar com ambulancioterapia

Depois de encaminhar uma parceria com os prefeitos da região para garantir a manutenção do Hospital Materno Infantil Santa Catarina o prefeito de Criciúma Clésio Salvaro quer agora dar um novo paço. O desafio é dar um fim a ambulancioterapia.

“Estamos fazendo um levantamento dos serviços que são prestados principalmente na capital do Estado. Objetivo é criar, com os prefeitos da região, condições para implantar os serviços aqui”, pontua.

Segundo o Prefeito, os dados já vem sendo levantados e expectativa é dar os primeiros passos no próximo ano. “Nosso desafio é evitar que as pessoas, além da doença, ainda tenham que enfrentar a viagem”.