Salvaro quer enxugar folha em 15% até 2020

Garantir mais fôlego para investimentos. Entre os desafios elencados pelo prefeito Clésio Salvaro para este seu segundo mandato a frente da prefeitura de Criciúma esse talvez seja um dos maiores. Para viabilizar a meta, uma das fórmulas encontradas é reduzir o número de servidores do quadro. Segundo o prefeito o objetivo é reduzir em 15% o gasto com folha até 2020.

“Quero chegar ao final do mandato gastando 15% menos com folha em comparação aquilo que era gasto em 2016. Sei que é uma medida impopular, mas não estou preocupado com isso”.

Segundo o prefeito a cidade não deve, pelo menos nos próximos anos, realizar mais concursos públicos. A tendência é repassar a gestão de equipamentos públicos para a iniciativa privada

“isso é um atraso para a cidade. Queremos reduzir. A UPA repassamos a iniciativa privada, a policlínica também vamos adotar o mesmo caminho. Escolas com menos de 100 alunos também não nos interessa. Precisamos fazer isso para garantir capacidade de investimentos para chegarmos a Criciúma que queremos e para dar a população a qualidade de vida que ela merece”.