Salvaro quer impulsionar reciclagem de lixo em Criciúma

Prefeito Clésio Salvaro esteve na região de Itajaí conferindo projeto de reciclagem para implantar na cidade. Meta, lembra ele, é buscar uma cidade mais sustentável. “Estamos conhecendo projetos que funcionam bem em outras cidades e que podem ser implantados por aqui”.

Segundo o prefeito, o projeto que existe na cidade ainda é muito artesanal. “Queremos dar um passo a mais. Vamos construir um novo pavilhão, capacitar os catadores e ampliar o projeto para reciclar o lixo e transformar estes resíduos em dinheiro”.

O prefeito destaca que o projeto só trará benefícios para a cidade. “Você amplia a produção de renda para as cooperativas e famílias que sobrevivem disso, reduz o volume de lixo levado para o aterro e permite que o município economize. Queremos reciclar inclusive o lixo orgânico por aqui. A meta é reciclar 40 toneladas dia”.

Segundo a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato, o Programa Cata-Treco, desenvolvido pela Secretaria de Obras do município pode servir de exemplo para Criciúma. A iniciativa consiste em oferecer um depósito temporário de materiais inservíveis onde são depositados móveis e eletrônicos recolhidos por funcionários da secretaria nos bairros da cidade.

“Analisando o custo concluímos que esse programa é viável para Criciúma. Além de poder reciclar boa parte desse material, já conseguimos resolver um problema ambiental, o lixo jogado em rios, terrenos baldios e na frente das casas. Seria muito interessante uma iniciativa semelhante porque estamos passando por essa situação no município”, avaliou a presidente.

No dia 26 de julho a prefeitura irá promover o 1º Seminário Sobre Gestão de Resíduos Sólidos no Município de Criciúma. Representantes de cooperativas de Chapecó e Itajaí vêm à cidade apresentar suas realidades e compartilhar experiências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *