Secretário afirma que não há dívida com o São Donato

Florianópolis

O Secretário de Estado da saúde Helton de Souza Zeferino deixou claro que não pretende pagar a dívida cobrada pela Direção do Hospital São Donato. Em áudio encaminhado ao imprensa, Zeferino alega que o contrato de produção de 150 mil reais destinado a maternidade do São Donato não existe. “O Contrato de incentivo era o único de Santa Catarina e não existe mais. A Comissão Intergestora não encaminhou a renovação e o Estado agora está fazendo a gestão da Maternidade do Hospital Santa Catarina”, ressalta.

Segundo o Secretário o anuncio do fechamento da maternidade surpreendeu porque o Hospital tem contrato com o SUS inclusive para a maternidade. “Espero que o hospital reveja isso, porque o que ele recebe do SUS é para se manter e tratar de todos os serviços. Estamos inclusive trabalhando para assinar um contrato para ativar os leitos de UTI e melhorar os serviços na região”.

A declaração do secretário causou reações. “Tive três reuniões com o secretário e ele nunca questionou os contratos. Sem o acerto com a maternidade não vamos formalizar nada com a UTI. O contrato existe e a documentação está toda certa”, adianta o diretor administrativo Júlio de Lucca.

A Secretária de Saúde também questionou a fala. Segundo Jaqueline dos Santos a Comissão encaminhou a renovação sim a renovação do contrato com o São Donato. “Vamos tentar encontrar uma alternativa na próxima semana. Vamos ao presidente da Assembleia para evitar o fechamento da maternidade”, adianta o prefeito Murialdo. “O Correto é ir na Assembleia e pedir aos deputados que obstruam a pauta até que o Estado nos pague”, sugere o Presidente da Câmara de Içara, vereador Rodrigues Mendes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *