Segue em andamento a quinta etapa da pesquisa científica em Criciúma

Criciúma

Testes rápidos são realizados de forma aleatória para análise da prevalência da Covid-19 no município

A quinta etapa da pesquisa científica da Prefeitura de Criciúma, por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), está em andamento. Desde a última segunda-feira (29), testes rápidos são aplicados de forma aleatória nesta fase para que os resultados indiquem a prevalência da Covid-19 no município.

Em cada etapa da pesquisa, 500 testes são realizados. Na primeira, 11 casos foram detectados, enquanto a segunda apontou 40 pessoas infectadas, a terceira teve 12 registros da Covid-19 e a quarta apenas sete, totalizando 70 casos em dois mil criciumenses testados.

O secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, destaca que os números da pesquisa são fundamentais para verificar a prevalência do Coronavírus na cidade e os cuidados que a população está tendo durante a pandemia. “Os resultados obtidos até então nos ajudaram nas tomadas de decisões. Estamos em um momento de restrições por conta do avanço desse vírus e é necessário que continuemos esse monitoramento”.

Os números da quinta etapa da pesquisa científica serão divulgados na próxima semana. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica de Criciúma, nos últimos cinco dias, de domingo (28) a quinta-feira (2), o município tem registrado média diária de 16 novos casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *