Senador vê futuro incerto e perigoso

Senador Cristovam Buarque afirmou nesta manhã, durante entrevista a Rádio Difusora que o futuro político do Brasil é preocupante. “Na eleição, são estes mesmos nomes que vão estar no páreo. A nossa geração política falhou, precisamos de uma nova geração de políticos, mas também precisamos de uma nova geração de eleitores. Isso só será alcançado com um investimento pesado em boa educação, que prepare o Brasileiro para ser participativo, para acompanhar, cobrar e não para se curvar ao político”

Senador Cristóvam Buarque avalia que o pouco avanço da economia registrado nos últimos dias deve ser duramente afetado pela nova leva de denúncias. “Vamos retroceder. Nosso maior desafio é blindar a economia, mas os efeitos são inevitáveis”.

Ele também entende que as delações envolvendo Temer vão barrar as reformas. “O que é lamentável. A reforma é importante para o país, ele precisa de reforma trabalhista, precisa de reforma da previdência. Sem elas, o déficit Público vai ficar insustentável. O povo não conseguiu entender isso, vai até comemorar, mas vai pagar. Viemos que governos populistas que fazem o que o povo quer, mesmo que isso comprometa o país”.

O senador não acredita que Temer irá se segurar no poder. “Confirmadas as notícias e creio que serão, fica impossível a gente ter um presidente nestas circunstâncias. Ele distribuiu nota, mas a nota é ambígua, ele não veio falar nos olhos do Povo que não fez. Não creio que ele consiga continuar. é preciso lembrar que Dilma e Temer eram uma coisa só”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *