Serginho tem saída antecipada; Arleu assume

Criciúma

Uma nota oficial, emitida à imprensa nesta tarde pelo Governo de Criciúma confirma que a saída de Serginho Zappellini do comando da Fundação Cultura da cidade foi antecipada. A princípio, Serginho ficaria no governo até o dia 6 de janeiro, data de aniversário de Criciúma.

No entanto, as declarações dadas por Serginho acabaram provocando desconforto ao governo, que agradeceu Serginho e publica sua exoneração já nesta sexta-feira. Em entrevista à Difusora, Serginho afirmou que falta apoio a cultura e que ficou magoado com a posição adotada. 

” Teve uma ligação com a exposição daquela peça que tinha um órgão genital, mas vai um pouco além disso. Não apenas na nossa administração, mas no Brasil como um todo a cultura está em segundo plano. O que me deixa triste é que a polêmica foi gerada pelos vereadores que expuseram para o mundo o que ninguém tinha visto”, pontuou Serginho.

Na nota enviada hoje, a administração também confirma que o secretário geral Arleu da Silveira vai assumir interinamente a função. Confira a Nota:  O Governo Municipal de Criciúma informa que a partir desta quinta-feira (22) quem assume interinamente a presidência da Fundação Cultural de Criciúma (FCC) é o secretário geral de governo, Arleu da Silveira. O prefeito Clésio Salvaro e o vice-prefeito Ricardo Fabris reforçam agradecimento ao ex-presidente Sérgio Zappelini pelo empenho e dedicação nos serviços prestados ao longo dos últimos anos à frente da fundação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *