Serra do Rio do Rastro segue interditada

Lauro Muller

Uma reunião no início da tarde desta terça-feira (5) entre representantes da Defesa Civil, Departamento Estadual de Infraestrutura – Deinfra, Polícia Militar Rodoviária – PMRv e Poder Executivo de Lauro Müller, debateu sobre a liberação parcial do trânsito na Serra do Rio do Rastro. 

O trecho da SC-390, que liga o planalto serrano ao litoral, foi interditado na noite dessa segunda-feira (4), após o avanço em rachaduras presentes na pista. Nesta manhã três pontos foram vistoriados por profissionais e lideranças, entre eles o geólogo da Defesa Civil, Humberto Alves da Silva. Dos três pontos, apenas um dos locais é o que apresenta maior risco aos usuários.

O secretário em exercício da Defesa Civil estadual, Coronel Diogo Bahia Losso, participou da reunião no início desta tarde por meio de uma vídeo conferência. Conforme o prefeito de Lauro Müller, Valdir Fontanella, tanto o Deinfra, como a PMRv e o município de Lauro Müller, se posicionaram a favor da liberação parcial da rodovia.

“Nossa intenção é que a rodovia seja librada apenas para automóveis, veículos de transporte coletivo, e caminhões com até seis mil toneladas. Com isso poderia ser mantido o trânsito em apenas meia pista no trecho que apresenta maior risco, pois sabemos da importância que esta rodovia possui para todo nosso estado”, destacou Fontanella.

Na reunião, a Defesa Civil se posicionou contrária à liberação. Diante disso, o assunto será levado pelo coronel Diogo Bahia Losso ao governador do estado, Carlos Moisés, que deverá se posicionar nas próximas horas.  
A vistoria foi acompanhada pelo prefeito Valdir, pelo coordenador da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, pelo coordenador municipal, Rafael Bonoti, pelo superintendente do Deinfra, Lourival Pizzolo, além de outras lideranças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *