Sinalização da Via Rápida pauta reunião na Acic

A preocupação com a melhoria na sinalização e na manutenção da Via Rápida foi exposta pelo presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin, ao secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), João Fabris, em reunião na tarde desta quinta-feira, 15.

“Nós já temos preocupação com relação a esta situação. Inclusive temos contrato com a empresa Setep até junho e em conversa acertamos que hoje ainda iniciariam a roçagem na via, mesmo isso não estando no contrato. Precisamos frisar que a rodovia ainda não foi estadualizada. Com relação as placas, a rodovia ainda receberá indicações, especialmente, para a circulação de caminhões e a velocidade permitida. Ainda estamos finalizamos muita coisa como as calçadas, meio-fio, grama”, coloca o secretário da ADR, João Fabris.

A associação empresarial irá encaminhar oficialmente à ADR o pedido para a melhoria na sinalização e na manutenção da rodovia.

Durante entrevista à Rádio Difusora, ele também falou sobre a expectativa para a posse de Eduardo Moreira no Governo de Santa Catarina. “Talvez agora possamos ver velhas reivindicações se tornando realidade”, pontua.

Bandeiras da Acic

Durante o encontro o presidente da Acic destacou algumas bandeiras da entidade, entre elas a estadualização do Hospital Materno Infantil Santa Catarina, a implantação da região metropolitana e a construção do Centro de Inovação de Criciúma.  De acordo com o secretário, no fim do ano passado foi concluído e entregue o estudo de soldagem do terreno, localizado junto ao Iparque, na Unesc, onde será construído o centro de inovação. “Foi necessário este estudo, uma vez que o terreno está localizado em área minerada”, esclarece Fabris. O presidente da Acic solicitou ao secretário uma agenda com o vice-governador Eduardo Pinho Moreira, que assume nesta sexta-feira como governador do Estado para tratar do centro de inovação.  O apoio para a implantação da região metropolitana também foi reforçado no discurso de Dagostin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *