Sindicato aposta em bom senso de Salvaro, mas reclama de assédio moral

O prefeito Clésio Salvaro deve enfrentar nos próximos dias uma queixa por Assédio Moral. A afirmação é da presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Criciúma. Segundo Jucélia Vargas o prefeito tem ameaçado os servidores e isso caracteriza o assédio.

“ E o prefeito vai ser acionado por assédio moral. Porque ameaça é assédio moral. Não temos outra alternativa”, avisa.

Segundo ela, na segunda os servidores cruzam os braços. Um espaço, na avaliação da sindicalista, para o que bom senso permaneça e o governo apresente uma nova proposta.

“O prefeito que dá jeito está punindo o servidores. Ele quer tirar a marmita dos servidores do pátio de máquina, reduzir bolsa graduação, abono férias e tantas outras questões. Então segunda é dia de paralisação, porque acreditamos no bom senso do governo”, afirma Júcelia Vargas.