Sindicatos ainda lutam contra Reforma Trabalhista

Considerada por muitos como a derrocada de anos de conquistas a Reforma Trabalhista ainda segue no alvo de sindicatos de todo o Brasil. Até o dia 30 de outubro, lideranças da região vão se revezar na praça coletar assinaturas. Objetivo é garantir a criação de um projeto de iniciativa popular para derrubar a Reforma e também o projeto de Terceirização.

“Para revogar a reforma trabalhista e a lei da terceirização precisamos da colaboração de todos, precisamos de assinaturas. São medidas que achatam o salário e o direito dos trabalhadores. É tudo bem diferente do que dizem os empresários. O trabalhador vai pagar o preço e nossa luta é contra isso”, explica Edgar da Cunha Generoso, do Sindicato dos Bancários e representante da CUT na região.

Promulgada em julho e já sancionada pelo Presidente Michel Temer, a lei nº 13.467, que altera vários pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), passa a valer em 11 de novembro