Solenidade de Corpus Christi leva católicos às ruas

Criciúma

Nesta quinta-feira, 20, a Igreja Católica celebra a Solenidade do
Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, mais popularmente chamada, na
expressão latina, “Corpus Christi”. A festa celebra a presença real de
Cristo no sacramento da Eucaristia. A procissão com veneração
pública pelas ruas só é permitida pela Igreja por ocasião desta data
ou na realização de congressos eucarísticos.

TRADIÇÃO

Narra a história que um sacerdote chamado Pedro de Praga, de costumes
irrepreensíveis, vivia angustiado por dúvidas sobre a presença de
Cristo na Eucaristia. Decidiu então ir, em peregrinação, ao túmulo
dos apóstolos Pedro e Paulo, em Roma, para pedir o dom da fé. Ao
passar por Bolsena (Itália), enquanto celebrava a Santa Missa, foi
novamente acometido da dúvida. Na hora da Consagração, veio-lhe a
resposta em forma de milagre: a Hóstia branca transformou-se em carne
viva, respingando sangue, manchando o corporal, os sanguíneos e as
toalhas do altar sem, no entanto, manchar as mãos do sacerdote, pois a
parte da hóstia que estava entre seus dedos, conservou as
características de pão ázimo.

Por solicitação do Papa Urbano IV, que na época governava a Igreja,
os objetos milagrosos foram para Orviedo (Itália) em grande procissão,
sendo recebidos solenemente por sua santidade e levados para a Catedral
de Santa Prisca. Essa foi a primeira procissão do Corporal
Eucarístico. A celebração da festa foi concedida em 11 de agosto de
1264, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima
Trindade, que acontece no domingo depois de Pentecostes. Porém, o
decreto de Urbano IV teve pouca repercussão, pois o Papa morreu em
seguida. Mas se propagou por algumas igrejas, como na Diocese de
Colônia, na Alemanha, onde Corpus Christi é celebrada desde antes de
1270. A procissão surgiu em Colônia e difundiu-se, primeiro, na
Alemanha, depois na França e na Itália.

SOLIDARIEDADE

Como gesto concreto, muitas paróquias da Diocese de Criciúma, durante
as missas e procissões, realizarão campanhas para doação de
agasalhos, cobertores e alimentos para famílias carentes. Entre elas:
Nossa Senhora Mãe dos Homens (Araranguá), Santo Agostinho (Criciúma),
São José (Criciúma), Santo Alexandre (Treviso), Santa Rosa de Lima
(Santa Rosa do Sul), São Sebastião (Praia Grande) e Nossa Senhora da
Glória (Meleiro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *