STJ vota pela redução da pena e Lula pode ser solto este ano

Brasília

STJ decidiu nesta terça-feira reduzir a pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do Triplex do Guarujá. Com a redução de pena de 12 anos e um mês de prisão para 8 anos e 10 meses, o ex-presidente pode ganhar liberdade ainda este ano.

Projeções mais otimistas apontam até setembro a possibilidade dele ser beneficiado por remissão de pena ou até mesmo para prisão domiciliar. Defesa do ex-presidente apresentou uma série de argumentos que chegam a solicitar a anulação total da pena. Ficou com a redução.

A maioria dos ministros também votou pela redução da multa de reparação, inicialmente fixada em R$ 29 milhões, para R$ 2,4 milhões, que é o valor do apartamento.