Taxista Belucco: Dois suspeitos pela morte são detidos

Urussanga

Duas pessoas foram presas suspeitas de envolvimento na morde do taxista João Belucco. O homem de 57 anos foi encontrado sem vida, em meio a um matagal no último sábado. Na terça-feira (14/01) ele saiu para uma corrida e não retornou. O carro foi localizado incendiado no dia seguinte. Segundo o IGP, João foi morto no dia do desaparecimento através de asfixia. 

De acordo com as informações divulgadas pela Rádio Marconi os suspeitos foram presos em Cocal do Sul e Urussanga. “As prisões foram feitas em Cocal e Urussanga e tem um outro foragido. São dois suspeitos. A investigação continua e vamos tentar chegar o mais rápido possível a conclusão”, disse o delegado José Antonio Amábile, em entrevista ao repórter Rafael Niero.

Segundo o delegado o crime foi cometido com requintes de crueldade. “Corpo com encontrado com as mãos amarradas, um arame envolta do pescoço  e um saco plástico na cabeça da vítima”, explicou. 

Foram detidos um jovem morador de Urussanga e uma mulher moradora de Cocal do Sul. O Foragido seria filho da mulher presa e sobrinho da vítima. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *