Foto - Caio Marcelo/CEC

Tigre mostra evolução, mas perde mais uma

Nem o mais pessimista dos torcedores poderia imaginar o quadro atual. Passadas seis rodadas do Campeonato Catarinense, o Criciúma está na lanterna da competição e com um jogo a mais que vários times. O Tigre ganhou um, empatou outro e perdeu quatro. São apenas quatro pontos, cinco a menos que o Concórdia, apontado por muitos com um candidato ao rebaixamento. Claro, ainda falta muito, mas a fase é terrível.

“Também sofro com isso, vamos trabalhar para reverter o quadro”, afirmou o goleiro Luiz. O capitão tricolor foi o escolhido para falar com os torcedores, que protestavam em frente ao Heriberto Hülse depois da derrota para o Avaí por 1 a 0.

Durante o jogo o Tigre até apresentou evolução e não mereceu a derrota. O gol de João Paulo, logo no primeiro minuto, foi uma das poucas coisas que fez o Avaí. Gol de falta, marcada aos 52 segundos de partida depois de uma falha do zagueiro Nino. “O culpado hoje fui eu”, admitiu o zagueiro, que está fora do próximo jogo.

Depois do gol o Tigre tentou reagir, criou oportunidades, teve duas bolas na trave, mas não conseguiu marcar. Quando Elvis foi expulso no início da segunda etapa o quadro piorou bastante. O Tigre até seguiu criando, mas a bola não entrou.

“O time está doido, sofrendo e precisamos reverter isso. Mas a verdade é que essa recuperação de confiança só vai surgir com a vitória”, afirmou o treinador.

Agora, o Tigre volta a campo no meio de semana, em São Paulo, pela Copa do Brasil.