Toffoli derruba liminar e Lula segue preso

Brasília

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, derrubou, nesta quarta-feira (19), a decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello que suspendeu a prisão de condenados em 2ª instância. A medida poderia beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em Curitiba desde o dia 7 de abril por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Antes da derrubada o ministro Marco Aurélio Mello criticou a prática da desautorização dentro do tribunal. Ele classificou como “autofagia” a possibilidade de o presidente da Corte, Dias Toffoli, cassar a liminar que concedeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *