Tribunal de Justiça derruba liminar e mantém licitação da Iluminação pública

Criciúma

O desembargador João Henrique Blasi, vice-presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, suspendeu a liminar proferida na tutela cautelar antecedente, que suspendia a compra de componentes elétricos e de serviços correlatos por parte do Município de Criciúma.

A decisão considerou o fato de que o Município comprovou que não houve dano ao erário, para a finalidade de dar continuidade às compras das mercadorias necessárias à manutenção da rede de iluminação pública e de prédios públicos, o que poderia efetivamente ameaçar a segurança de transeuntes nas vias e logradouros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *