Unesc abre hoje a 9ª semana de Ciência e Tecnologia

Criciúma

Inicia nesta segunda-feira (22/10) e segue até a sexta-feira (26/10) na Unesc – Universidade do Extremo Sul Catarinense, a nona edição da Semana de Ciência e Tecnologia (SCT), com a temática “Ciência para redução das desigualdades”. O evento deve receber mais de duas mil pessoas diariamente, incluindo a comunidade acadêmica da Unesc e visitantes de outras universidades, instituições de ensino e comunidade.

Durante a Semana acontecerão palestras, minicursos, workshops, oficinas e atrações culturais. Pesquisadores e estudantes também poderão acompanhar as apresentações dos cerca de 800 trabalhos orais e pôsteres de iniciação científica, extensão e relatos de ensino, resultantes das atividades da Unesc e de outras instituições que foram inscritos para a Semana. O roteiro de apresentações pode ser acessado no site do evento http://www.unesc.net/portal/ix-semana-de-ciencia-e-tecnologia/programacao-apresentacao-oral-poster

 A programação inicia às 14 horas do dia 22/10 na estrutura montada junto à reitoria da universidade. A abertura oficial está programada para iniciar às 19 horas, no auditório Ruy Hülse, com o painel “Ciência, Tecnologia e Sustentabilidade para Redução das Desigualdades”, onde estarão presentes os painelistas Nathan Carvalho Pinheiro, da Universidade de Brasília, que vai falar das “Desigualdades na ciência e o papel da ciência na redução das desigualdades”. Também estarão participando da abertura, Mariana Schuchovski, da Fundação Getúlio Vargas, com o tema “Agenda 2030 e a oportunidade do desenvolvimento sustentável” e Gabriel Sant’Anna Palma Santos, da Associação Catarinense de Tecnologia – ACATE, que vai falar sobre “O ecossitema de tecnologia e inovação de Santa Catarina”.

A Semana congrega ainda diversos eventos paralelos, incluindo a 5ª Feira de Inovação, o 5º Talento Musical, a 4ª Feira de Ciências, o 3º Bootcamp, o 3º Workshop de Arqueologia, o 1º Ciclo de Palestras do Museu de Zoologia e o “Leve se quiser”, um projeto de incentivo à leitura da Biblioteca da Universidade, do curso de Letras e da Editora Unesc que ocorre das 8 às 22 horas no hall do Bloco da Reitoria durante a SCT e oferece livros para as pessoas.

A coordenadora da Semana de Ciência de Tecnologia, Merisandra Cortes de Mattos Garcia, explica que a SCT é uma oportunidade para estimular a iniciação científica e tecnológica como forma de construir e aplicar o conhecimento adquirido em diferentes espaços, dentro e fora da Universidade. “E esse estímulo acontece não somente no meio acadêmico, mas também na sociedade, por meio da Feira de Inovação e da Feira de Ciências, promovendo a inserção da comunidade na Universidade”, observa.

REUNIÃO DA SBPC EM SANTA CATARINA

Outro destaque da semana será a realização da 1ª Reunião Aberta da Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência (SBPC) no sul do Estado. O encontro acontece na terça-feira, 23/10, às 14 horas e dá continuidade ao movimento catarinense de defesa da Ciência, Tecnologia e Inovação, criado em 2017. A reunião é promovida pela Secretaria Regional da SBPC em Santa Catarina e é aberta a todos os professores, pesquisadores, estudantes e demais pessoas interessadas. Um dos temas do encontro é a rede de apoio às iniciativas que visem a popularização da ciência, a comunicação entre instituições de pesquisa e a sociedade em geral, bem como a atuação política junto às esferas governamentais de Santa Catarina em prol de uma política pública consistente e contínua de promoção do desenvolvimento científico em todas as áreas do conhecimento.

A SEMANA É O MAIOR EVENTO INSTITUCIONAL DA UNESC

A IX Semana de Ciência e Tecnologia é o maior evento institucional da Unesc, realizado anualmente em comemoração à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A temática Ciência para Redução das Desigualdades, que tem como base o 10º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, pretende fomentar o uso social da ciência e da tecnologia e auxiliar no combate das desigualdades por meio da popularização e da divulgação da mesma. “As desigualdades podem ser reduzidas pela utilização dos resultados das pesquisas e das ações de extensão a fim de minimizar a distância entre os conhecimentos produzidos e a aplicação destes para a melhoria da qualidade de vida e o empoderamento da comunidade. A ciência e tecnologia podem viabilizar a inclusão social, política e econômica, independente de idade, gênero, deficiência, raça, origem, condição econômica ou outra”, analisa a coordenadora da Semana de Ciência e Tecnologia da Unesc.

Confira toda a programação do evento no site www.unesc.net/ixsct.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *