Conecte-se conosco

Economia

CDL confirma Megaliquidação 2021 em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma está em fase de comercialização das adesões de mais uma edição da Megaliquidação. O evento promocional já consolidado na região é também a maior ação coletiva de  todo varejo catarinense e neste ano acontece entre os dias 3 e 13 de fevereiro. Durante os 10 dias de queimas de estoque as lojas participantes abrem em horários especiais durante a semana, de segunda a sexta-feira até as 19h e nos dois sábados até as 13h. 

O evento atraiu em 2020, visitantes de mais de 70 municípios vizinhos, que foram responsáveis por 28% do retorno de vendas durante o período. “A megaliquidação se destaca como uma ação coletiva do comércio para movimentar as vendas durante o verão. O momento é propício para o lojista, promovendo fluxo em um período de ociosidade e também para o consumidor que procura preços e condições especiais”, ressalta o presidente da CDL, Tiago Marangoni.

Além das instruções necessárias para a participação, a CDL também prepara os participantes com workshops online sobre vendas, marketing e visual merchandising. “É importante frisar que a adesão à Mega, juntamente com o investimento feito pela CDL e seus parceiros é o que viabiliza a forte campanha de comunicação que é feita, portanto, quanto mais lojas participarem, mais a promoção cresce e se fortalece”, conta a coordenadora de marketing, Lúcia Búrigo. Além da faixa de identificação de vitrine, o lojista terá o nome da loja divulgado no site da CDL e no encarte da promoção.

Os comerciantes interessados podem aderir à campanha coletiva até a próxima sexta-feira (22) e o valor para adesão de lojistas associados à CDL é de R$ 148 e para não associados de R$ 296. Para participar da Megaliquidação 2020, é necessário entrar em contato com a CDL Criciúma pelo telefone 3431-2132 ou pelo 98414-1454.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agronegócio

Morro da Fumaça amplia convênio com cooperativa de agricultores familiares

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Governo de Morro da Fumaça renovou o convênio com a Cooperativa da Agricultura Familiar Fumacense para 2021. O documento foi assinado pelo prefeito Noi Coral e pelo presidente da entidade, Antonio Nascimento de Oliveira, em ato realizado na manhã desta quarta-feira, dia 3, e  que também contou com a presença da diretora de Serviços Rurais, Patrícia Coral.

Além de renovar o convênio, o Município ampliou o valor repassado. “Os produtores rurais de Morro da Fumaça merecem todo o apoio do Poder Público Municipal e esta é mais uma ação entre tantas outras que realizamos em reconhecimento ao trabalho desempenhado por eles e que tanto contribui com a nossa cidade”, fala o prefeito.

Conforme a diretora de Serviços Rurais, Patrícia Coral, a iniciativa possibilita o auxílio aos agricultores. “É um estímulo que ajuda a deixar as coisas mais organizadas, pois contribui nos pagamentos administrativos, contador, médico veterinário que vai atuar como responsável técnico para as agroindústrias que busca a regularização no Serviço de Inspeção Municipal, entre outras coisas”, diz.

Continue Lendo

Economia

PIB cai 4,1% em 2020 e fecha o ano em R$ 7,4 trilhões

Publicado

em

Ouça esta matéria

Em 2020, tendo em vista os efeitos adversos da pandemia de Covid-19, o PIB (Produto Interno Bruto) caiu 4,1% frente a 2019, a menor taxa da série histórica, iniciada em 1996.

Houve alta somente na Agropecuária (2,0%) e quedas na Indústria (-3,5%) e nos Serviços (-4,5%). O PIB totalizou R$ 7,4 trilhões em 2020.

O PIB per capita alcançou R$ 35.172 em 2020, com queda de 4,8% em termos reais. Esta também foi a menor taxa da série histórica.

A taxa de investimento em 2020 foi de 16,4% do PIB, acima do observado em 2019 (15,4%). Já a taxa de poupança foi de 15,0% (ante 12,5% em 2019).

Frente ao 3º trimestre, na série com ajuste sazonal, o PIB teve alta de 3,2% no 4º trimestre de 2020. A Indústria e os Serviços cresceram 1,9% e 2,7%, respectivamente, enquanto a Agropecuária recuou (-0,5%).

Em relação ao 4º trimestre de 2019, o PIB caiu 1,1% no último trimestre de 2020. Foram registrados resultados negativos na Agropecuária (-0,4%) e nos Serviços (-2,2%), enquanto a Indústria (1,2%) cresceu.

Continue Lendo

Economia

Preços de produtos industrializados sobem 3,36% em janeiro

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a variação de preços de produtos industrializados na saída das fábricas, registrou inflação de 3,36% em janeiro. A taxa é superior aos índices de dezembro (0,39%) e janeiro de 2020 (0,35%).

Segundo dados divulgados hoje (2), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPP acumula inflação de 22,96% em 12 meses.

Em janeiro, 24 atividades industriais tiveram alta de preços em seus produtos. Em dezembro, esse número era de 17. Os principais destaques entre os segmentos são indústrias extrativas (10,70%), metalurgia (6,10%) e refino de petróleo e produtos de álcool (5,30%).

As quatro grandes categorias de uso também apresentaram inflação, com destaque para os bens intermediários, isto é, os insumos industrializados usados no setor produtivo (4,91%), e os bens de capital, isto é, as máquinas e equipamentos usados no setor produtivo (3,63%).

Os bens de consumo duráveis tiveram alta de preços de 2,14%, enquanto os bens de consumo semi e não duráveis apresentaram inflação de 0,73% no mês.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com