Conecte-se conosco

Economia

EZOS: novo grupo econômico une gestão de fortes empresas no Sul catarinense

Publicado

em

Criciúma

Unir tradicionais e históricas empresas do Sul catarinense em um modelo de gestão inovador, tornando-as ainda mais fortes e competitivas no cenário econômico regional, estadual e nacional. Esse é o objetivo do grupo econômico EZOS, que a partir deste mês passa a gerir a Fumacense Alimentos, a JS Empreendimentos e o Criciúma Shopping, entre outros negócios futuros. O projeto traz para a região, ainda, seu primeiro Centro de Serviços Compartilhados.

O projeto de criação do grupo econômico começou a ser desenvolvido em 2019, pelos gestores Jefferson Santos Ribeiro e Ricardo Regado. Desde então, muito se evoluiu até que se chegasse ao momento de efetivo lançamento da “holding”, termo utilizado para identificar a empresa que irá gerir os demais negócios, neste caso, o Grupo EZOS.

“Quando montamos o modelo, fomos pensando em todos os negócios e propusemos a estrutura de formatação da holding, buscando sempre o processo de governança baseado em quatro pilares: liderança, gestão, comunicação e resultado. Ou seja, estamos preparando uma grande base, com uma estrutura forte, pensando em pessoas e processos, para que possamos entregar resultado. Então tudo é pensado no grupo, tudo possui uma estratégia, porque uma vez que tenhamos uma base forte, pensando como grupo bem estruturado, haverá crescimento”, avalia o diretor-geral do Grupo EZOS, Jefferson Santos Ribeiro.

É para alcançar esse objetivo que foi criado o Centro de Serviços Compartilhados (CSC), uma estrutura inovadora no Sul catarinense, que une, em um só local, diversos setores que não são diretamente ligados às atividades fim de cada empresa pertencente ao grupo, tais como: contabilidade, controladoria, financeiro, marketing, jurídico, TI e recursos humanos.

“O CSC nos permitirá virar referência no que diz respeito à gestão empresarial no Sul catarinense, porque é uma estrutura utilizada por grandes companhias nacionais e multinacionais. O Centro de Serviços Compartilhados vem para contribuir no sentido de que, com todo esse aparato, as empresas do grupo poderão focar exclusivamente em suas áreas específicas de atuação, algo que permitirá que todos cresçam ainda mais, por meio de um planejamento estratégico corporativo de grupo”, explica o diretor do CSC, Ricardo Regado.

Para tanto, todos os negócios do grupo utilizarão um sistema único de informação, controle e gestão denominado ERP (Enterprise Resource Planning), que é sustentado por inteligência artificial embarcada e serve para automatizar processos e integrar atividades, providenciando insumos para a tomada de decisão e mais tempo para análise dos resultados em tempo real.

Foco na diversificação

Em um ano marcado pelo enfrentamento de diversos desafios enquanto sociedade, a estruturação de um novo grupo econômico torna-se um movimento ousado no mercado. Ainda mais quando aliado, em paralelo, à criação de diversas outras empresas, que promoverão uma maior diversificação da atuação da holding.

Já em fase de finalização está o novo hotel do qual a empresa faz parte do grupo de acionistas, por exemplo. Além disso, está em construção e deve ser inaugurada nos próximos meses, uma loja conceito, que segue a mesma linha da inovação, dentro do Criciúma Shopping. Assim como uma financeira, que também será implantada no mesmo local. Já a Risovita, atualmente uma marca dentro da Fumacense Alimentos, se tornará uma nova empresa, com potencial gigantesco de crescimento.

“Temos um modelo de negócio fundamentado, que sabe muito bem o que quer e que é muito bem estruturado. Essa consolidação nos fará avançar em outras linhas, seja na Fumacense Alimentos, na JS Empreendimentos ou no nosso empreendimento imobiliário no Criciúma Shopping. Nos permitirá ir ao mercado e fazer a atração de potenciais novos negócios”, acrescenta o diretor-geral do Grupo EZOS.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Voz Única: ações serão definidas em reunião online na terça-feira

Publicado

em

Içara

O setor econômico de Içara definiu prioridades, obteve o comprometimento dos candidatos e, agora, será preciso projetar as primeiras ações para a aceleração do desenvolvimento da cidade. Esta é a proposta do projeto Voz Única, que terá continuidade de forma online a partir das 19h de terça-feira, dia 1. O encontro promovido pela Associação Empresarial de Içara contará com diretores, empresários, além da prefeita eleita, Dalvania Cardoso. O link para acesso estará disponível nos canais digitais de relacionamento da entidade, entre eles, o site www.aciicara.com.br.

“Os empreendedores de Içara fizeram grandes contribuições no Voz Única. São ideias e projetos que não podemos deixar se perder. Precisamos delimitar ações e, nada melhor, do que a continuidade da participação coletiva para este próximo passo. Esta será a última reunião geral da ACII em 2020 e queremos que seja de preparação para 2021”, indica a presidente da ACII, Adriana Mara de Oliveira.

As demandas apresentadas pelos empreendedores içarenses durante o período eleitoral estão compiladas em parceria com o Sindilojas, CDL e Sindicato dos Trabalhadores Rurais em uma cartilha. O documento – disponível também no site da ACII – foi entregue a todas as coligações ao Poder Executivo. Além disso, os candidatos também tiveram espaço – com transmissão pela web – para apresentar os projetos em consonância com o setor econômico.

Prioridades do setor econômico de Içara

Agricultura: fortalecimento de políticas públicas de apoio à produção, à comercialização e ao aumento de recursos para agricultura familiar, motivando a manutenção de pequenos produtores nas suas propriedades de origem, a fim de prosperarem no campo e impedir, cada vez, mais o êxodo rural, principalmente da juventude;

Educação: alinhamento com o planejamento socioeconômico da cidade, com ensino técnico, disciplinas de empreendedorismo e inovação na educação básica e articulação com o setor empresarial para levantamento das demandas e necessidades;

Empreendedorismo: incentivar, planejar e organizar a cadeia produtiva e profissionais em um ecossistema integrado de inovação em hélice tripla (Governo, Setor Empresarial e Universidade em conjunto para o desenvolvimento socioeconômico local); desburocratizar para criar facilidades aos empreendedores que pretendem investir na cidade, gerando mais empregos, renda e novas oportunidades de negócios;

Infraestrutura: criação ou qualificação de um espaço cultural para a realização de eventos que oportunizem, ainda mais, o movimento no comércio e a oferta de serviços na cidade como em grandes eventos e feiras.

Mobilidade: urbanização no entorno da Rodovia Paulino Búrigo (SC-445) com padronização de calçadas, iluminação, espaço de caminhada e ciclovia; extensão do padrão aplicado na Rua Marcos Rovaris até o quadrante com a Rua Sete de Setembro, Vitória e Procópio Lima; além da revitalização da Praça São Donato.

Participação: ampliar o diálogo do Poder Público com o setor produtivo e entidades empresariais, com maior participação privada nas iniciativas de desenvolvimento do município.

Planejamento: implementar e executar os projetos estratégicos do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico Local e Regional; além do Projeto de Mobilidade Urbana Integrado: SC-445, Via Rápida, Avenida Procópio Lima, Avenida Manoel Gregório Pacheco (Rodovia dos Trilhos), Transporte Urbano e Ciclovias;

Segurança: investimento no cercamento eletrônico por câmeras e suporte aos órgãos de segurança existentes na cidade;

Tributos: criar incentivos fiscais, revendo os valores de ISS, IPTU, ITBI e Alvará, com o intuito de atrair e reter empresas; além do compromisso de não elevar impostos, nem taxas, para garantir que as empresas possam se recuperar do impacto econômico provocado pela pandemia em 2020;

Turismo: criar uma marca turística da cidade (desenvolver ícones para Içara, produtos e souvenirs com esses ícones, além de trabalhar as referências nos pontos turísticos e também a qualificação dos empreendimentos-chave); Incentivar, planejar e organizar os agentes, atrativos e ações estratégicas do turismo local; tematização da cidade para novas datas comemorativas, além do Natal, como na Páscoa, Dia das Mães, Primavera e etc.

Continue Lendo

Economia

Outubro fecha com saldo positivo na geração de empregos na Amrec

Publicado

em

Criciúma

Confirmando a reação gradativa da economia o saldo na geração de emprego foi mais uma vez positivo na região. Outubro terminou com 1.663 pontos de trabalho com carteira assinada criados nos 12 municípios da Amrec. O destaque mais uma vez ficou para Içara e Criciúma. Principal cidade da Amrec, Criciúma teve a criação de 695 vagas. Içara, cidade que lidera a geração de empregos no ano na região, somou em outubro 435 vagas com carteira assinada.

Nos demais municípios da Amrec, saldo positivo em Nova Veneza (110 vagas), Urussanga (109 vagas), Siderópolis (105 vagas), Orleans (100 vagas), Morro da Fumaça (81 vagas), Cocal do Sul (24 vagas), Treviso (13 vagas), Balneário Rincão (3 Vagas) e Lauro Müller (2 vagas). Só Forquilhinha fechou no vermelho. A cidade teve o encerramento de 19 postos de trabalho a mais que as contratações.

No acumulado do ano o destaque continua sendo Içara. Sozinha a cidade gerou de Janeiro a Outubro 1.202 vagas. O número representa mais de 30% dos 3.287 empregos gerados no ano na Amrec. De todas as cidades da Amrec a única que não conseguiu recuperar os empregos perdidos na Pandemia é Cocal do Sul. Município tem um saldo negativo de 95 empregos.

Continue Lendo

Economia

Casa do Empreendedor: dois anos auxiliando na abertura de novos negócios em Criciúma

Publicado

em

Criciúma

Um local único, que oferece orientação, apoio e o suporte necessário para os empreendedores. Essa é a Casa do Empreendedor de Criciúma. Completando dois anos de funcionamento no Paço Municipal Marcos Rovaris, o setor cumpre um importante papel de incentivo na geração de empregos e empreendedorismo. Até o momento, foram abertas mais de 5.600 novas empresas na cidade. 

Mesmo em plena pandemia, o órgão disponibiliza todos os serviços como a emissão de alvarás, notas fiscais e certidões, presencialmente, ou de forma online pelo endereço [email protected] “O site é um facilitador, pois explica o passo a passo de como abrir uma empresa”, comentou o coordenador da Casa do Empreendedor, Agenor Brunel.

“A Casa do Empreendedor unificou em um só local, todos os segmentos necessários para abrir uma empresa, facilitando e agilizando a vida do empreendedor, levando até três dias para liberar o alvará de funcionamento”, complementou Brunel.  Estes segmentos são:  Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri), Vigilância Sanitária, Fiscalização de Posturas e liberação do Alvará de Funcionamento. 

O setor beneficia todos os portes de negócios, como Microempreendedores Individuais (MEIs), Microempresa (ME), Empresas de Pequeno Porte (EPP), Empresas de Médio Porte (EMP), Empresas de Grande Porte (EGP) e profissionais autônomos.

Novos serviços

Entre os novos serviços oferecidos pela Casa do Empreendedor estão a emissão de guias DAS-MEI, declaração anual (MEI), auxílio para emissão de notas fiscais e orientações sobre linhas de crédito disponíveis ao Micro e Pequeno Empreendedor.

Neste ano, também foi aberto um novo um canal de comunicação entre a Casa e os contribuintes/empreendedores. O contato por meio do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp, pode ser feito pelo número (48) 9 9951-2785. 

Áreas industriais

Criciúma já possui cinco áreas industriais, localizadas nos bairros Cristo Redentor, Rio Maina, Laranjinha, Linha Batista e Bosque do Repouso. A Casa do Empreendedor está responsável pelos trâmites do processo do sexto espaço, localizado no bairro Verdinho. A previsão de inauguração é para o primeiro trimestre de 2021.

Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação

Cursos, capacitações e consultorias começaram a ser feitos em conjunto com a Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação em 2020. Entre eles estão parcerias com Sebrae, Instituto Mix e outras empresas, dentro dos programas Supera Criciúma e Inova Criciúma.   

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2020 sulnoticias.com