Içara: Agricultura contribui para crescimento econômico

Içara

O cultivo de diferentes espécies de flores, destacando a beleza das orquídeas. Em Içara, José Carlos Budny, trocou as plantações de milho e fumo para se dedicar as flores. O orquidário da família integra o roll dos negócios agrofamiliares que contribuem para que o crescimento econômico de Içara chegue a 15%, conforme dados do Movimento Econômico da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC). O orquidário, localizado na altura do acesso entre os bairros Vila Nova e Urussanga Velha, leva o nome de Içara para outras regiões e atrai visitantes de toda a região.

Conforme o proprietário, além do estado, as plantas de Içara já estiveram em exposição no Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro. “Do ponto de vista econômico, esta atividade tem nos auxiliado bastante, pois estamos no ramo há 25 anos e sustento de nossa família vem praticamente do cultivo dessas plantas, além disso, o nome de Içara é destaque por onde passamos no Brasil quando participamos de exposições”, destacou.  

290 toneladas de néctar por ano, somente na cidade

A produção de mel, que faz de Içara a capital catarinense do produto, é um dos fatores que eleva a economia do Município. De acordo com números apresentados pelo engenheiro agrônomo da Epagri de Içara, Luiz Fernando Búrigo Coan, a cidade possui atualmente 14 mil colmeias, onde são produzidas 290 toneladas de mel por ano, somente pelos apicultores içarenses. Uma das grandes responsáveis pelo título do Município é a empresa Agromel, que atualmente trabalha com a exportação de 3,2 mil toneladas ao ano. “É de vital importância para nossa empresa contribuir com o crescimento do Município. Estamos sempre investindo em tecnologia, e principalmente nos nossos fornecedores, que são os apicultores”, destacou o diretor da Minamel, Guilherme Castagna. Além de receber mel dos apicultores içarenses, eles compram de fornecedores de todos os país.

Com relação à Agricultura Familiar, frutas, verduras e hortaliças são destaques dentro do próprio Município e na região.  “Temos quatro produtores de pitaya na região, totalizando 15 toneladas ano. Na produção de morangos, cultivado por oito produtores, são 240 mil quilos por ano. O maracujá também apresenta destaque no cultivo, são 72 toneladas ao ano cultivadas por várias famílias”, informou engenheiro agrônomo da Epagri.

Além disso, uma grande variedade dos produtos são destinados a merenda escolar da Rede Municipal de Ensino, e também são comercializados na Feira da Agricultura Familiar, que funciona todas as sextas-feiras próximo ao terminal rodoviário de Içara.