Conecte-se conosco

Economia

Pedido de isenção do IPTU pode ser feito até o dia 31 de março

Publicado

em

Ouça esta matéria

Os contribuintes de Criciúma já podem realizar o pedido de isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A documentação necessária deve ser apresentada no setor de Arrecadação da Prefeitura até o dia 31 de março. O benefício é um direito previsto por lei, para munícipes nas condições de baixa renda familiar, aposentados e pensionistas. Quem realizou o pedido em 2020, deve efetuar a renovação no setor. 

Áreas de preservação permanente, imóveis do programa ‘Minha casa minha vida’, imóveis que sejam sede de instituições de assistência de pessoas portadoras de doenças graves e imóveis alugados para instalação de templos religiosos de qualquer culto também são contemplados.

Para novos pedidos, o resultado da análise de documentação é informado por telefone em até 180 dias, pela Comissão de Processamento, Análise e Julgamento dos Pedidos de Isenção e Imunidade de Tributos, da Secretaria da Fazenda. Já as renovações, tem o parecer divulgado na hora.

Segundo o fiscal de rendas e tributos, Luiz Fernando Cascaes, a isenção precisa ser renovada no prazo, pois critérios como a renda familiar podem sofrer alterações. “Se em determinado ano a pessoa não conseguiu cumprir um dos critérios e teve o benefício negado, pode ser que no próximo, estando dentro das exigências, possa obter. E vice-versa”, declara.

Critérios para a concessão do benefício

A renda familiar prevista em lei é de até dois salários mínimos e aposentados ou pensionistas com mais de 65 anos de idade, que possuem renda familiar de até quatro salários mínimos.

O imóvel deverá ter área edificada de até 150m² em um terreno com até 600m². Deverá estar em nome do postulante à isenção, e este deve ser seu único imóvel na cidade, servindo exclusivamente para sua própria moradia.

Além disso, os aposentados e pensionistas não poderão ser sócios ou proprietários de empresas. Os documentos necessários para o requerimento podem ser consultados no site: www.criciuma.sc.gov.br.

Documentação para renovação da isenção

– Cópia da Carteira de Identidade e CPF

– Comprovante da isenção do ano anterior

– Comprovante de residência

– Comprovante de renda (de todos que residem na residência)

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Empreendedorismo feminino: SC apresenta números positivos em relação aos negócios geridos por mulheres

Publicado

em

Ouça esta matéria

Filha, irmã, esposa, mãe, estudante, dona de casa, funcionária, empresária. A mulher é capaz de desempenhar diversos papéis, tanto na vida pessoal, como profissional. Conciliar tantas funções não é tarefa fácil, ainda mais quando se trata do sucesso do próprio negócio, mas, com um jeitinho que apenas elas possuem, nada é impossível. Na semana que celebra as mulheres de forma ainda mais especial, o Sebrae/SC destaca o empreendedorismo feminino.

Em Santa Catarina, 74% das mulheres empreendem por questões de oportunidade, enquanto 26% o fazem por necessidade. Além disso, a maioria dos negócios geridos por mulheres (78%) é optante do Simples Nacional, ou seja, são Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). Já sobre o perfil dessas empreendedoras, 61% é considerado mais conservador, enquanto 39% é mais arrojado.

Ainda sobre empresas lideradas pelo sexo feminino no estado catarinense, cerca de 32% dessas mulheres está na faixa etária dos 36 aos 45 anos. A segunda faixa etária mais comum, quase 30%, é dos 25 aos 35 anos. Em relação à renda familiar, 24% conseguem arrecadar de dois a três salários mínimos por mês, sendo essa a receita mais aplicada, seguida de três a seis salários mínimos para cerca de 22% das mulheres entrevistadas.

Sobre o nível de escolaridade, Santa Catarina apresenta índices bastante positivos. A pesquisa do Sebrae/SC aponta que 42% das empreendedoras possuem curso superior completo. As que possuem Ensino Médio completo são 33% e com superior incompleto são 11%. Com curso de pós-graduação completo são 10% das mulheres, enquanto apenas 2% não conseguiram concluir o Ensino Médio.

“Penso que as mulheres na liderança dos negócios possuem um olhar mais sensível às necessidades de mercado e de sua equipe. Entretanto, trata-se de uma sensibilidade com força, pois as mulheres geram empoderamento e servem de inspiração para outras mulheres, além de terem uma alta cobrança por parte da sociedade em relação a todas as outras tarefas que precisam desempenhar, como casa e filhos”, pontua a analista de negócios do Sebrae/SC, Renata Goulart.

Jornada dupla: empreendedora e mãe

Formada em Educação Física, a personal trainer Francielle Pezente foi gestora de academia de musculação e ginástica durante a maior parte de sua vida profissional. Junto com a família, administrou duas academias na região Sul do estado, mas, em 2017, decidiram se desfazer do negócio e ela passou a atuar como personal.

“No fim de 2017, comecei a trabalhar com atendimento presencial e também surgiu a possibilidade de atuar com consultoria fitness online. Não conhecia muito bem esse mercado na época, não estava focada no online, mas resolvi abraçar a oportunidade e assim começou o meu negócio digital. No começo, não fazia muita divulgação nas redes sociais, mas já postava sobre os meus treinos, minha alimentação e era um diferencial porque ninguém fazia isso na minha região naquela época”, lembra Francielle.

O trabalho de formiguinha nas redes sociais deu certo. Surgiram cada vez mais pessoas interessadas em contratar a consultoria fitness online e o negócio tornou-se mais profissional, sendo necessário conciliar os atendimentos presenciais em um período com as consultorias digitais em outro.

No fim de 2019, Francielle fechou uma parceria com um profissional de Marketing Digital para lançar um curso voltado aos profissionais de Educação Física que também desejam atuar ou se aprimorar nos atendimentos virtuais. As duas mentorias ocorreram em 2020, sendo uma delas já durante a pandemia. “Parei os atendimentos presenciais no começo da pandemia, mas mantive os clientes de forma online, então a renda não foi afetada pela pandemia, pelo contrário, a receita aumentou”, assegura a personal.

Também durante o período pandêmico, uma mudança na vida pessoal: em abril de 2020, Francielle descobriu que estava grávida. Durante os nove meses de gestação, ela manteve seus treinos, os atendimentos online e presenciais. “Antes, meu público alvo era mais as mulheres solteiras e mais jovens, na faixa etária dos 25 aos 35 anos. Agora, esse público também são mulheres grávidas, que pretendem engravidar ou que acabaram de ter bebê e se identificam comigo. Isso porque mostrei toda a minha gravidez, continuei treinando e trabalhando, levando a vida da forma mais normal possível”, destaca.

Hoje, ela conta com 10,3 mil seguidores no Instagram (@franpezentepersonal). Mantém uma média de 50 clientes no formato online, com alunas de todo o Brasil, além de Estados Unidos e Alemanha. Os atendimentos presenciais em Criciúma também continuam, mas em meio período para que ela possa conciliar com a maternidade. Em 2022, quando a pequena Júlia já estiver na escolinha, Francielle pretende voltar com as mentorias para profissionais da área.

Sebrae Delas

O Sebrae Delas, Desenvolvendo Empreendedoras Líderes Apaixonadas pelo Sucesso, é um programa de aceleração com o objetivo de aumentar a probabilidade de sucesso de ideias e negócios liderados por mulheres. Realizado pelo Sebrae/SC, o programa busca valorizar as competências, comportamentos e habilidades das mulheres, difundindo e profissionalizando o empreendedorismo feminino. Mais informações em breve. Confira em http://sebrae.sc/sebraedelas.

Continue Lendo

Economia

Guedes anuncia antecipação de 13º de beneficiários do INSS

Publicado

em

Ouça esta matéria

Pelo segundo ano consecutivo, os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) receberão o décimo terceiro salário de forma antecipada, disse há pouco o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo o ministro, a medida só vai ocorrer depois da aprovação do Orçamento Geral da União deste ano.

“O abono salarial já foi antecipado. Agora, assim que aprovar o orçamento, vai ser antecipado o décimo terceiro justamente dos mais frágeis, dos mais idosos, como fizemos da outra vez”, disse o ministro. No ano passado, os beneficiários do INSS tiveram o décimo terceiro antecipado para abril como medida de ajuda à população mais afetada pela pandemia de covid-19.

O ministro deu a declaração após reunião com o deputado Daniel Freitas (PSL-SC), relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) Emergencial na Câmara dos Deputados. Aprovado ontem (5) em segundo turno pelo Senado, o texto foi encaminhado para a Câmara, onde deve ser votado na próxima semana.

Guedes também anunciou que pretende reeditar o programa de suspensão de contratos e de redução de jornada (com redução proporcional de salários) que vigorou no ano passado. “O BEm, que é o programa de preservação de empregos, já estão sendo disparadas as novas bases. Então, tem mais coisa vindo por aí”, acrescentou Guedes.

Chamado de Benefício Emergencial (BEm), o programa prevê que o trabalhador com contrato suspenso ou jornada reduzida receba a parcela do seguro-desemprego a que teria direito se fosse demitido em troca do corte no salário. Em troca, o empregador não pode demitir o trabalhador após o fim da ajuda pelo tempo em que o trabalhador recebeu o BEm.

acinação

Guedes voltou a defender a vacinação em massa como a principal medida para salvar a economia e não respondeu a perguntas sobre uma eventual ampliação do Bolsa Família.

“O grande desafio é a vacinação em massa. Na saúde, nós precisamos avançar rapidamente para não derrubar a economia brasileira de novo. Além da dimensão humana, das tragédias, das famílias, tem o perigo de derrubar a economia de novo e aí você agudiza todo o problema brasileiro”, declarou. “Agora é saúde, vacinação em massa, não vamos falar de Bolsa Família agora.”

PEC Emergencial

Em relação à PEC Emergencial, o deputado Daniel Freitas disse que não pretende alterar o texto aprovado pelo Senado para acelerar a tramitação da proposta. Ele afirmou que apresentará uma minuta do relatório na próxima segunda-feira (8).

“O Brasil tem pressa, a urgência dessa matéria é evidente e precisamos dar celeridade no processo. Qualquer alteração na PEC faz o Brasil atrasar, portanto, vamos discutir e conversar e tentar acelerar o mais rápido possível a aprovação dessa PEC”, comentou o relator da proposta na Câmara.

Continue Lendo

Economia

Setor cerâmico de Criciúma pode ter exportação facilitada

Publicado

em

Ouça esta matéria

A pedido da indústria cerâmica da região, o Plano de Desenvolvimento Econômico (Pedem) de Criciúma organizou uma reunião on-line nesta sexta-feira (5) com os representantes do Porto de Imbituba, da prefeitura e do segmento ceramista para discutir a possibilidade de exportação de cargas do setor e também transporte para outras regiões do Brasil. Esse foi o segundo encontro promovido pelo projeto, de iniciativa e fomento do poder público municipal, para atender demandas da indústria cerâmica. O primeiro ocorreu em dezembro e solicitou a disponibilização de mais gás natural para a região, junto à Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGás).

“Estamos empenhados em solucionar todas as dores do setor cerâmico e outros cinco eixos. Por isso, estamos estudando e escutando todas as demandas e buscando atendê-las, porque o Governo de Criciúma quer administrar juntos aos empresários e fazer o município crescer ainda mais e de maneira sustentável”, explicou o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Criciúma, Aldinei Potelecki.

Na próxima segunda-feira (8), uma nova reunião será realizada com representantes da Prefeitura de Criciúma, Sindicato das Indústrias de Cerâmica (Sindiceram), Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e outras instituições. Na pauta, está previsto o levantamento de volume de carga de exportação da região, pedido solicitado pelo Porto de Imbituba, para dar continuidade nas tratativas.

Pedem

O plano visa estudar, planejar e desenvolver seis eixos da cidade: cerâmica, moda, comércio, tecnologia, construção civil e educação, este último transversal, ou seja, perpassa todos os outros. O objetivo é analisar cada segmento para garantir o desenvolvimento econômico, ecológico e social do município.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com