Conecte-se conosco

Economia

Região Carbonífera fecha o primeiro semestre com quase 7 mil empregos adicionados

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Ministério da Economia divulgou nesta quinta-feira, 29, os dados de junho do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) e os números mostram que a Região Carbonífera fechou o primeiro semestre com 6.843 empregos adicionados. No mesmo período do ano passado, os 12 municípios que compõem a região haviam perdido, na soma, mais de 2,5 mil postos de trabalho com carteira assinada.

“Desde janeiro, o mercado de trabalho formal registra mais contratações que demissões na Região Carbonífera, culminando com quase 7 mil novas vagas no acumulado do ano. É um sinal claro de que os setores econômicos mantiveram a recuperação iniciada no segundo semestre de 2020. Isso dá confiança aos empresários para que continuem investindo em suas atividades e ampliando seus negócios”, avalia o presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin.

A geração de empregos no período foi puxada por Criciúma, que acrescentou 3.302 novas vagas entre janeiro e junho. Içara confirmou o segundo melhor desempenho da região, com a adição de 1.013 novos postos de trabalho formal no primeiro semestre. A seguir, aparecem Forquilhinha, com 455, e Morro da Fumaça, com 419. Urussanga somou 339, enquanto Nova Veneza chegou a 314.

“É preciso ressaltar que todos os municípios da região tiveram saldo positivo no primeiro semestre”, observa Dagostin, referindo-se ainda às 264 vagas de Orleans, 256 de Cocal do Sul, 163 de Balneário Rincão, 159 de Siderópolis, 105 de Lauro Müller e 54 de Treviso.

Crescimento considerável em junho

Em junho, a Região Carbonífera registrou 6.657 admissões e 5.840 desligamentos, resultando em saldo positivo de 817 empregos. O desempenho significa um aumento considerável em comparação com o mesmo mês de 2020.

Também no mês de junho o maior volume foi gerado por Criciúma: 569 novas vagas. Com 91 empregos de saldo, Forquilhinha vem na sequência, deixando Içara em terceiro, com 80. 

A região segue a tendência de alta verificada em Santa Catarina. O Estado obteve saldo de 14.966 empregos em junho, acumulando 126.111 no primeiro semestre, o melhor desempenho entre os três estados do Sul e o terceiro maior do país, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.  

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Restaurante Layback começa a ganhar forma no Parque Altair Guidi

Publicado

em

Ouça esta matéria

As obras do restaurante Layback estão em andamento no Parque Municipal Altair Guidi. Anexo ao Skatepark, o espaço terá uma área total de 932m² e um investimento de R$125 mil. Em contrato já homologado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, a Layback Park Participações S.A ficou responsável pela construção e administração do local. A empresa já possui quatro filiais pelo país, e a concessão de uso tem prazo de 20 anos.

“O espaço atenderá os visitantes do parque e, com a proximidade da pista, vai integrar skate, música, arte e gastronomia”, afirmou o presidente da FME, Neto Uggioni. Para ele, a construção do restaurante, lanchonete e ponto comercial tem muito a agregar. “O parque já promove saúde e qualidade de vida. Um local para comer, com área de recreação e descanso se torna mais um atrativo para as pessoas”, ressaltou.

Criada por Pedro Barros, campeão mundial do skate e seu pai André Barros, a LayBack Park foi construída para ser a marca que incentiva esse esporte e apoia os atletas mundialmente. No complexo dos restaurantes já situados em Florianópolis, Brasília, São Paulo e Belo Horizonte, todas as áreas possuem pista de skate.

Estrutura

A estrutura com contêineres lembra trailers californianos, local onde surgiu a modalidade no fim dos anos 1950. Com o objetivo de diminuir os impactos da edificação no meio ambiente, alguns dos destaques do restaurante serão ventilação e iluminação natural, além da geração de energia solar, através de placas fotovoltaicas. Farão também parte do conjunto um espaço pet, bicicletário, parede de escalada, fogo de chão e um terraço.

Continue Lendo

Economia

Feira CasaPronta: tendências para criar a melhor versão do seu lar

Publicado

em

Ouça esta matéria

Antecipar tendências é uma das marcas da Feira CasaPronta. E nesta 18ª edição, não será diferente. Na área de decoração, por exemplo, uma macrotendência muito forte que norteará a criação de ambientes internos, é a valorização da casa. Mas o que isso significa?

“Significa ver a sua casa, o seu lar, com um olhar mais carinhoso. Ver o quanto é bom aproveitar o dia a dia. Sem dúvida, a pandemia nos ensinou a enxergar que o melhor lugar do mundo para se estar, é a nossa casa”, explica a arquiteta Luciana Marangoni.

Tendo isso em mente, diversos elementos como cores, texturas e formas, se misturam para transformar espaços em ambientes funcionais e agradáveis para se estar.

A iluminação como aliada

Existem inúmeras alternativas de iluminação. E cada uma delas, cumpre uma função essencial. “Realmente a iluminação é um dos principais elementos na hora de compor um ambiente. Não adianta investir somente em bons móveis e colocar uma iluminação que não combina. Saber colocar a peça correta e o tom de luz correto, é capaz de transformar qualquer ambiente”, garante Kétulin Frasson Inacio, da INATEC Materiais Elétricos e Iluminação.

Um exemplo prático disso, é o aumento da procura por luzes amarelas, especialmente para quartos, salas de estar e lugares intimistas. “A luz amarela estimula o relaxamento. Nos últimos meses, registramos um aumento significativo na busca por esse tipo de iluminação, já que ambientes com luz amarela costumam transmitir a sensação de aconchego e conforto”, explica.

Dentro das tendências apontadas por Kétulin, as cores dourada e cobre, estão em alta nas peças de iluminação, como lustres, por exemplo, assim como as peças com esferas e linhas retas. “As peças com perfis de led também são excelentes escolhas, pois trazem modernidade na decoração. Além de serem muito versáteis, podendo ser utilizadas no teto, na parede, ou mesmo em alvenaria. São muitas possibilidades!”, garante.

Use a criatividade

Quadros, tapetes e almofadas são excelentes acessórios para montar espaços personalizados na sua casa. “É possível transformar um ambiente por completo, trocando detalhes como a estampa do forro das poltronas ou a capa das almofadas, por exemplo”, pontua Luciana, que além de arquiteta, é sócia-proprietária da Casa Valdinei Home & Decor.

Vasos e plantas de diferentes tamanhos também têm estado no topo da lista das decorações, já que, segundo Luciana, servem não apenas como bom efeito visual, mas também como forma de melhorar a qualidade do ar e até mesmo como hobby.

Essas e outras dicas e tendências, poderão ser conferidas de perto, na Feira CasaPronta, evento que reúne expositores dos setores de decoração, construção e mobiliário. A feira acontece de 06 a 10 de outubro, no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma. “Além de ver as tendências e novidades do mercado, os visitantes terão a oportunidade de negociar e comprar diretamente dos fabricantes”, afirma a diretora da NossaCasa Feiras & Eventos, organizadora da Feira CasaPronta, Jaqueline Backes.

Como comprar os ingressos pela internet

Para adquirir os ingressos pela internet, basta acessar o site da Feira CasaPronta (feiracasapronta.com.br). Na página principal, há um ícone nomeado como “Compre seu ingresso aqui!”. As entradas estão sendo vendidas por R$ 5,50 cada e podem ser utilizadas somente em uma visita na feira. Os ingressos também serão vendidos presencialmente, na bilheteria, em todos os dias do evento.

As medidas de segurança para esta edição

Durante a exposição, todos os protocolos de higiene e segurança serão respeitados. O uso de máscara será obrigatório e, assim como exposto no plano de contingência aprovado pelos órgãos de saúde estaduais, municipais e a vigilância epidemiológica.

Mais informações podem ser conferidas diretamente pelo site da Feira CasaPronta ou pelas redes sociais do evento.

Continue Lendo

Economia

Prévia da inflação oficial sobe para 1,14% em setembro

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial no país, chegou a 1,14% em setembro deste ano. A taxa é superior ao resultado de 0,89% de agosto deste ano e ao 0,45% de setembro do ano passado. É também a maior taxa para setembro desde 1994 (1,42%).

Com o resultado, a prévia da inflação oficial acumula taxas de 7,02% no ano e de 10,05% em 12 meses. A taxa trimestral do IPCA-15, também conhecida como IPCA-E, chegou a 2,77%. Os dados foram divulgados hoje (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Despesas

De agosto para setembro, oito dos nove grupos de despesas registraram inflação, com destaque para transportes (2,22%), que teve alta de preços influenciada pela gasolina (2,85%), etanol (4,55%), gás veicular (2,04%) e óleo diesel (1,63%).

A alimentação e bebidas também apresentou impacto importante na alta do IPCA-15, ao registrar taxa de 1,27%, com altas de preços de produtos como carnes (1,10%), batata-inglesa (10,41%), café moído (7,80%), frango em pedaços (4,70%), frutas (2,81%) e leite longa vida (2,01%).

Também houve inflação relevante no grupo de despesas habitação (1,55%). O item que mais influenciou essa alta de preços foi energia elétrica, que ficou 3,61% mais cara no período.

Por outro lado, educação foi o único grupo de despesas com deflação (queda de preços): -0,01%.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com