Foto- Michelle Veiga/Difusora

Criciúma

Funcionários, professores e estudantes do Instituto Federal de Educação realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira em Criciúma. Concentrados na Praça Nereu Ramos , eles se manifestaram contra o contingenciamento de verbas anunciado pelo Ministério da Educação. Com faixas, cartazes e gritos de guerra eles pediram a manutenção dos recursos para todos os campus.

Com o corte,  lembra a reitora do Instituto Federal de Santa Catarina Maria Clara Kaschny Schneider, o futuro do instituto em Santa Catarina está comprometido. 

“O Corte de 23 milhões vai inviabilizar os serviços.Com o que está posto várias atividades vão ser comprometidas. Será um impacto para os estudantes e para a sociedade porque vamos precarizar a formação destes profissionais. Educação não pode ter corte de verbas”, explica.