Assistência Social reforça apelo para famílias seguirem em casa

Criciúma

As famílias em situação de vulnerabilidade social não devem sair de casa para receber cestas básicas. Neste primeiro momento, duas mil unidades serão distribuídas para aqueles que estão cadastrados no Bolsa Família e que residem com crianças de zero a 16 anos matriculados na rede municipal de ensino. As entregas estão sendo realizadas pelos servidores públicos na residência dos que mantiveram o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado.

“Entendemos que há uma situação preocupante, mas pedimos a compreensão de todos. Orientamos que aguardem a entrega em suas residências e aqueles que viram outras famílias receber e também necessitam, entrem em contato conosco”, esclareceu a secretária municipal de Assistência Social e Habitação de Criciúma, Patrícia Vedana Marques.

Aqueles que não estão inclusos no CadÚnico, podem fazer o pedido no (48) 3431-0389. As demandas estarão sendo analisadas pelos profissionais da Secretaria Municipal da Assistência Social e Habitação, que estão atendendo em regime de plantão. Enquanto durar o decreto para conter o novo coronavírus (Covid-19), não está sendo feita a atualização do CadÚnico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *