Conecte-se conosco

Geral

Concurso Samae nas escolas terá votações abertas nesta segunda

Publicado

em

Ouça esta matéria

Uma parceria entre a Secretaria de Educação de Cocal do Sul e o Samae resultou na ideia de realizar um concurso nas escolas, de forma educativa, incentivando os alunos acerca da importância da água. Para isso, as crianças receberam a visita do mascote do Samae e tiveram orientações sobre a preservação desse bem tão precioso. Dentro das salas de aula, as professoras trabalharam de forma aprofundada o tema. Dessa forma, foram criadas três diferentes categorias que irão eleger três vencedores do concurso.

Em uma categoria, as crianças dos níveis IV e V das creches, junto com a família, tiveram a tarefa de fazer um desenho sobre o tema e as atividades que foram propostas pelo professor ou sobre a visita do Mascote.

Já na outra categoria do concurso, as crianças do Ensino Fundamental I tiveram que escrever uma sugestão de nome para o mascote, que ainda não possui um nome. Essa categoria compreendeu os alunos do 1º ao 5º ano.

E na terceira categoria, compreendendo o Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano), os estudantes tiveram que desenvolver um texto informativo sobre o tema que foi proposto. Nas salas de aula, os professores trabalharam a importância da água para a comunidade, a ausência de chuvas e suas implicações, o consumo de água no mundo, o perigo das águas poluídas e a importância de saber consumir e não desperdiçar a água.

Votações

Cada escola realizou a escolha de três trabalhos por categoria, posteriormente sendo entregue na Secretaria de Educação para a etapa de votação. As votações deverão ser feitas através de enquete nos stories, no instagram @prefeituracocaldosul a partir da próxima semana.

Na segunda-feira (25), será a votação da melhor redação; na terça-feira (26), do melhor desenho e na quarta-feira (27), do melhor nome para o mascote do Samae. Posteriormente, serão divulgados os vencedores e entregues os prêmios.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Cermoful Energia realiza assembleia geral extraordinária para atualização do Estatuto Social

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Cermoful Energia realiza, na sexta-feira (23), a partir das 19hs, em última chamada, a AGE (Assembleia-Geral Extraordinária Presencial). A convocação aos associados tem na pauta a deliberação sobre a atualização e modernização do estatuto da cooperativa. A solenidade ocorrerá na sede da entidade, na rua Prefeito Paulino Bif, 151, centro, Morro da Fumaça, SC.

Conforme o presidente da Cermoful Energia, Rudy Recco, a assembleia extraordinária sobre a mudança no estatuto pretende dar transparência e aproximar o associado das decisões da cooperativa. “Nós temos tudo explicado no site, para que o associado possa estudar e saber o que estará em discussão, inclusive separado por cores, para facilitar o entendimento”, afirmou Recco.

Entre as mudanças estão atualizações dos processos de acordo com a evolução tecnológica, como o uso de ferramentas digitais para a diminuição do uso de papel nas assembleias e também a confirmação das reuniões virtuais e semi-presenciais, todas de acordo com a legislação atual vigente.

Conforme o edital publicado pelo Conselho de Administração, a primeira convocação será às 17h, seguida da segunda e da terceira convocações, às 18h e 19h. Poderão participar os associados em dia com as faturas. Para efeito de quórum, a Cermoful tem mais de 17 mil associados. Dúvidas poderão ser esclarecidas pelos canais de atendimento da Cermoful apontados no edital de convocação.

Continue Lendo

Geral

“Mitos e verdades sobre a doença de Alzheimer” é tema de encontro na Unesc

Publicado

em

Ouça esta matéria

O grupo Bem Viver com Alzheimer da Unesc prepara mais um encontro aberto ao público. Nesta edição a ação contará com a temática “Mitos e verdades sobre a doença de Alzheimer”. A conversa ocorrerá no sábado (24/09) e será ministrada pela coordenadora do projeto Bem Viver com Alzheimer, Évelin Vicente. O evento iniciará às 10h30 na sala 6 do Bloco XXI-B da Universidade.

Conforme Évelin, o encontro tem o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce, do cuidado ofertado e da necessidade de apoio e suporte aos familiares e cuidadores das pessoas que vivem com a doença. 

“Nosso intuito é buscar a melhoria da qualidade de vida dos familiares e dos cuidados, levando informação e capacitação para lidarem melhor com os espectros da doença no dia a dia, além de promover a assistência da pessoa com a doença”, comenta a professora.

O projeto Bem Viver com Alzheimer existe desde 2003 na Unesc com a realização de encontros mensais com conteúdos relevantes sobre a doença. 

Doença 

Estima-se que mais de 1,2 milhão de brasileiros sejam impactados pela doença de Alzheimer, um transtorno neurodegenerativo progressivo e que se manifesta por deterioração cognitiva e da memória, comprometimento progressivo das atividades de vida diária e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais. 

A perda de memória, perda de noção do tempo, problemas na fala, afastamento dos familiares e da vida social podem apontar o início da doença. 

Continue Lendo

Geral

Presidente do Senado reúne líderes para viabilizar piso da enfermagem

Publicado

em

Ouça esta matéria

Em reunião com líderes do Senado na manhã desta segunda-feira (19), o presidente da Casa, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) apresentou quatro projetos selecionados para tentar viabilizar o piso da enfermagem. A medida – que garantiria o pagamento de ao menos R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.325 para técnicos de enfermagem e R$ 2.375 para auxiliares de enfermagem e parteiras – foi aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sob o argumento que os congressistas não apontaram a fonte de recursos para custear os gastos.

Os senadores estimam que o impacto financeiro do aumento salarial será de, no máximo, de R$ 16 bilhões para os cofres públicos. Entre os projetos em análise, o PLP 44/22, de autoria do senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS), é apontado como alternativa mais imediata para tirar a lei do papel. O projeto autoriza estados e municípios a remanejarem recursos parados em fundos de saúde. Se aprovado, o projeto liberaria cerca de R$ 7 bilhões aos cofres públicos.

Vistos como solução no longo prazo, estão sendo estudados o PL 798/21, que reedita o programa de repatriamento de recursos; o PL 458/21, que trata da atualização patrimonial, além do PL 1417/21, que prevê auxílio financeiro emergencial para as santas casas e hospitais filantrópicos.

Para não atrasar muito a solução, propostas mais polêmicas e sem consenso, como a legalização dos jogos de azar e minirreformas tributárias não entrarão no debate. Outra preocupação é com os profissionais que atuam na iniciativa privada. Neste caso, a ideia é desonerar a folha de pagamento da categoria. A expectativa é de que Pacheco se encontre ainda hoje com o ministro da Economia, Paulo Guedes, com o ministro Ciro Nogueira (Casa Civil) e com Célio Faria (Secretaria de Governo) para discutir as propostas apresentadas. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), também deve sentar com o presidente do Senado na tentativa de destravar o piso. Amanhã, Pacheco também deve se reunir com a presidente do STF, ministra Rosa Weber, para tratar do assunto.

Ainda durante a reunião, o líder da minoria na Casa, Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou uma proposta para que as emendas de relator, as RP 9, sejam utilizadas para custear o piso para os servidores municipais e estaduais da categoria. Na avaliação de Prates, a medida é a solução mais rápida para o impasse.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2022 sulnoticias.com