Conecte-se conosco

Geral

CriBus reforça a importância do recadastramento do Criciumacard Estudante

Publicado

em

Ouça esta matéria

Menos de 20% dos estudantes que utilizam o transporte coletivo de Criciúma realizaram o cadastro e recadastro do Criciumacard Estudante. O documento é necessário para ter acesso ao transporte no início das aulas e, quando realizado de forma antecipada, evita filas e problemas no acesso ao ônibus.

“Não chegamos a 20% do recadastro, o que significa que os estudantes estão deixando para última hora, como ocorre todos os anos. Vale ressaltar que o Cartão estará disponível somente após o recadastro. Por esse motivo, o quanto antes esse processo for realizado evitará contratempos para utilização no início das aulas. Vale lembrar também              que, pelo aplicativo, pode levar até três dias úteis para validação”, explica o analista administrativo do Consórcio Cribus, Pedro Alexandre. “Para aqueles que irão realizar o cadastro pela primeira vez, é necessário vir presencialmente até o Consórcio CriBus, por isso a importância de não deixar para a última hora. Assim não haverá problemas com filas e aglomerações”, complementa.

Conforme reforçado por Alexandre, os que irão fazer pela primeira vez o cartão Criciumacard, deverão se dirigir até a sede do Consórcio CriBus, localizada na galeria do Terminal Central. Para os estudantes que já possuem o cartão, o processo pode ser feito via aplicativo, baixado no celular.

“Orientamos que o recadastro seja feito on line, evitando filas e aglomerações, através do APP Si.Go, disponível para os sistemas Android e Apple. Após baixar o aplicativo, o estudante irá fazer o seu recadastro, inserindo seus dados do CriciumaCard, anexar a documentação solicitada e aguardar a validação”, explica Alexandre.

Em caso de dúvida, o Consórcio CriBus disponibiliza o WhatsApp (48) 3431-7777 ou pelas suas redes sociais @cribuscriciuma. O atendimento na galeria do Terminal Central é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 18h.

 Saiba mais:

Confira os documentos necessários para realizar primeiro cadastro (feito presencialmente na sede do Consórcio CriBus):

– Atestado de matrícula referente ao ano letivo de 2023;

– Comprovante de residência atual, de um dos últimos três meses;

– Certidão de Nascimento ou carteira de identidade;

– CPF.

– Presença do estudante para foto digital (gratuita);

* Menores de 18 anos devem ser acompanhados de pai ou mãe ou representante legal com tutela ou procuração registrada em cartório.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Procon de Içara realiza pesquisa de material escolar

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Procon de Içara realizou no entre os dias 19 e 20 pesquisa de preço do material escolar comercializado na cidade. O levantamento foi realizado em oito estabelecimentos entre papelarias e supermercados, nos quais foram pesquisados 35 itens. O objetivo é permitir que o consumidor possa realizar a sua compra com economia e segurança.

Destacamos, como exemplo, dois itens cuja diferença de valor é mais significativa. O caderno Universitário espiral capa dura com 200 folhas, por exemplo, chega a ter uma variação de até 55%, com R$ 13,48 no estabelecimento mais barato e R$ 20,95% no mais caro. O lápis de cor da marca Leo&Leo apresenta variação de até 66%, com R$ 5,59 no estabelecimento mais barato e R$ 9,28 no mais caro.

“Nosso objetivo é fazer com que o consumidor ande menos e também erre menos na sua própria pesquisa. Sabemos que as coisas estão muito difíceis nos dias de hoje e pesquisar preços acaba sendo a melhor opção para se obter economia”, comentou o diretor do Procon Renato Noveli.

Continue Lendo

Geral

Pesquisa realizada na Unesc faz parte de iniciativa social premiada no Fórum Econômico Mundial de Davos

Publicado

em

Ouça esta matéria

Um trabalho desenvolvido pela coordenadora do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e professora da Unesc, Melissa Watanabe e de seu orientando, Igor Olsson, faz parte do MapBiomas, rede colaborativa premiada recentemente durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

Ao todo, 16 iniciativas de todo o mundo foram reconhecidas pelo seu impacto e inovação social, entre elas esta de raízes na Unesc. O MapBiomas, rede formada por ONGs, universidades e startups de tecnologia, foi premiado dentro de uma nova categoria do prêmio Inovadores Sociais do Ano – Inovação Social Coletiva. 

A pesquisa reconhecida e que há 12 anos é realizada na Unesc teve início em 2005 quando Melissa cursava o doutorado. “Iniciei o estudo com relação à mudança da utilização da terra. Ao longo do tempo o tema foi ganhando interesse dos alunos. Quando ingressei na Unesc como pesquisadora, continuei com esta temática, e tive alunos bolsistas que continuaram explorando com TCCs, dissertações de mestrado, entre outros, utilizando o meu modelo, que inicialmente estava delimitado ao Paraná, extrapolando para todo o Brasil”, conta.

Importância para a sociedade

A professora destaca ainda que a premiação mostra a importância deste tipo de estudo para a sociedade como um todo. “Dentro da dissertação do bolsista Igor, que faz parte do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico (PPGDS) e do curso de Ciências Econômicas, utilizamos os produtos que o Mapbiomas disponibiliza como ferramenta de análise. Quando criamos estas séries históricas de maneira interativa, se busca a preservação e manejo sustentável dos recursos naturais com indicativos para tentativa de combate às mudanças climáticas”, relata.

A professora explica que o  uso e a mudança da utilização da terra estão relacionados com a forma com que os seres humanos usaram e ainda usam a cobertura vegetal. “Fizemos uma análise longitudinal, ou seja, ao longo do tempo. Por que isso está associado ao que chamamos de questões biofísicas, socioeconômicas e culturais para escolha de como o espaço vai ser utilizado. Isso está dentro da geografia humana que é em uma lógica de tomada de decisão para o uso do espaço geográfico”, explica.

Quando o desenvolvimento e a mudança deste cenário são observados, conforme Melissa, o estudo tenta compreender quais são os fatores que impactam no uso da terra, o que influencia e é influenciado pelo preço das produções agrícolas, da terra em si, pela migração das pessoas das áreas rurais para as urbanas. “Quando temos êxodo rural, temos menos mão de obra nas áreas rurais, o que impacta o que é produzido naquele espaço de terra. E também políticas governamentais quando implementam algumas áreas e potencializam o seu uso e o próprio desenvolvimento da indústria urbana que puxa a mão de obra”, enfatiza.

O MapBiomas

O MapBiomas produz mapeamento anual da cobertura e uso do solo e monitora a superfície de água e as cicatrizes de fogo mensalmente com dados a partir de 1985. Também avalia e elabora relatórios para cada evento de desmatamento detectado no Brasil desde janeiro de 2019, por meio do MapBiomas Alerta.

A intenção do trabalho é revelar as transformações do território brasileiro por meio da ciência, com precisão, agilidade e qualidade, e tornar acessível o conhecimento sobre a cobertura e o uso da terra, para buscar a conservação e o manejo sustentável dos recursos naturais, como forma de combate às mudanças climáticas.

Continue Lendo

Geral

Candidatos já realizam inscrições para cursos profissionalizantes

Publicado

em

Ouça esta matéria

As inscrições para os cursos da Escola Profissional Municipal seguem abertas até o dia 3 de fevereiro. A procura já iniciou, mas ainda há vagas disponíveis.  Conforme o edital, a seleção ocorrerá no dia 7 de fevereiro e as aulas serão realizadas entre os dias 13 de fevereiro e 24 de abril. Os bairros Vila Nova e Esplanada irão receber as carretas da Escola Móvel do Senai para os cursos de costura industrial e panificação e confeitaria, pela ordem. O curso de modelista de roupas será na área central da cidade.

“É muito importante que as pessoas despertem o interesse pelo aperfeiçoamento profissional, pois há muito trabalho na cidade e só terá oportunidade quem se preparar”, destacou o prefeito em exercício Jandir Sorato. “Gostaríamos de pedir que as pessoas não deixem para fazer a inscrição na última hora. Nossas equipes estão preparadas para atender e realizar as inscrições”, completou o secretário de assistência social, habitação, trabalho e renda Eduardo Zata.

O edital com os prazos, locais de inscrições, entre outras informações está no link https://bit.ly/editaiscursos2023

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2023 sulnoticias.com