Conecte-se conosco

Geral

Curso de Design aposta em parcerias com o mercado para a formação completa de seus acadêmicos

Publicado

em

Ouça esta matéria

Muito além da teoria o acadêmico do curso de Design da Unesc é instigado todos os dias a usar e abusar da imaginação e da criatividade em busca das melhores soluções para os mais diferentes produtos. As parcerias com empresas de variados segmentos oferecem ao estudante a oportunidade de ter contato direto com a realidade do mercado e garantir experiências valiosas para a carreira que se inicia.

Para o primeiro semestre de 2021 a coordenação do curso já conta com quatro parcerias firmadas, sendo três delas inéditas e uma já tradicional, para oportunizar a experiência na prática aos alunos. Por meio de projetos com a Universidade estarão junto aos estudantes de design as empresas Comim Metalmobile, Librelato e o Instituto John Bike, como novos desafios aos estudantes, e o Grupo Duratex, parceiro desde 2014 para a criação de linhas de revestimentos cerâmicos.

As ações realizadas em conjunto com essas empresas e organizações, de acordo com o coordenador do curso, João Rieth, têm foco na solução de problemas relacionados ao produto de cada uma delas e à identificação de novas demandas e possibilidades dentro do segmento. “Ao instigar o acadêmico a ir a fundo no estudo dos produtos conseguimos identificar demandas e inovações que nem eram consideradas possíveis para determinada área, por exemplo. São diferentes olhares atentos, curiosos e embasados, dispostos a encontrar o melhor que o produto pode oferecer ao usuário”, explica Rieth.

Focos diferenciados

As parcerias estabelecidas pelo curso para o trabalho conjunto já no primeiro semestre de 2021 têm diferentes focos e podem ser realizadas de formas variadas. Na empresa Librelato, por exemplo, o trabalho será desenvolvido em conjunto com o curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unesc. Conforme João, acadêmicos dos dois cursos estarão juntos na missão de encontrar soluções para o descarte ou reutilização de resíduos.

“Com a expertise dos dois cursos teremos o objetivo de desenvolver um produto que possa reaproveitar resíduos deixados pela empresa, minimizando o impacto ambiental e dando outra utilidade aos materiais”, acrescenta o coordenador.

Já no Instituto John Bike o desafio será o desenvolvimento de um novo produto que minimize problemas de locomoção através do uso da bicicleta, meio de transporte cada vez mais comum. “Neste caso fomos convidados a mergulhar nesse universo das bicicletas e desenvolvermos, por meio dos alunos, um veículo para transporte de pessoas idosas, sendo ele movido à pedais e movimentado por uma segunda pessoa, ou seja, tendo o idoso como passageiro”, retrata o desafio.

No projeto em conjunto com a Comim Metalmobile os alunos desenvolverão novos artefatos para o varejo utilizando matérias primas metálicas. “O contato com diferentes materiais, objetivos diversos e demandas com perfis tão distintos faz com que os alunos sejam capacitados também a lidar da melhor forma com o mercado que está para além da Universidade. São diversos projetos em parceria ao longo do curso e essa experiência está entre os diferenciais do nosso egresso, o que é comprovado pela demanda que temos recebido para indicação de profissionais para contratação”, aponta Rieth.

A graduação em Design está com matrículas abertas para o primeiro semestre de 2021. Os alunos que ingressarem no curso já começam a fazer parte da dinâmica de contatos com o mercado e atividades práticas na primeira fase. Os interessados em conhecer a estrutura da Universidade e saber mais sobre as possibilidades oferecidas no curso de Design podem obter informações pelo site unesc.net (http://matriculas.unesc.net/design), no telefone (48) 3431-4500 ou no Whatsapp (48) 99915-0433.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em Morro da Fumaça, aulas iniciam no dia 17 de fevereiro de forma híbrida

Publicado

em

Ouça esta matéria

Os alunos da Rede Municipal de Morro da Fumaça retomam as aulas no próximo dia 17 de fevereiro de forma híbrida devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Todos os detalhes foram definidos em encontro com as gestoras das escolas e dos Centros de Educação Infantis (CEI’s).

A secretária do Sistema de Educação, Greicy Salvador Zaccaron, explica que para organização do retorno, os pais responderão uma pesquisa para que se tenha uma diagnóstico do retorno. “Os pais terão a opção de escolher se o filho terá aula presencial ou remota”, destaca.

A lei  18.032/2020, do Governo do Estado, considera as atividades educacionais essenciais, por isso a opção pelo presencial, porém, para isso, foi elaborado o Plano de Contingência da Educação para a Retomada das Aulas Presenciais (Plancon Edu). “É um instrumento de planejamento e preparação que está pronto e aprovado pela Defesa Civil e por uma comissão criada para acompanhar este trabalho. Por isso, os pais podem ficar tranquilos que o retorno será seguro. Estamos tomando todas as medidas de prevenção e combate ao coronavírus”, pontua Greicy.

Conforme a portaria conjunta 983/2020, se a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) estiver  na matriz de risco grave (cor laranja), e se manter assim ou migrar para a matriz amarela ou azul, as escolas e CEIs estão autorizadas a retomar as aulas presenciais, desde que a capacidade operativa das salas respeitem o distanciamento social de no mínimo 1,5 metro.

Continue Lendo

Geral

Não dê esmolas: Assistência Social de Criciúma alerta sobre riscos decorrentes da ação

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma dispõe de três serviços à disposição da população em situação de rua. Por isso, a Secretaria Municipal da Assistência Social e Habitação pede para que a população não oferte esmolas. Isso porque, na maioria dos casos, as doações não são utilizadas para a alimentação, além de incentivar a permanência nas ruas e não proporcionar bem-estar às pessoas.

A permanência da população em situação de rua nas sinaleiras pode ocasionar riscos, como atropelamentos e acidentes ao estarem caminhando pelas avenidas. “Se não for ofertada a esmola, automaticamente essa população que se encontra em situação de rua vai procurar os atendimentos disponibilizados pelo governo”, explicou o secretário municipal da Assistência Social e Habitação de Criciúma, Bruno Ferreira.

Serviços em prol da população em situação de rua

Os serviços à disposição da população em situação de rua estão funcionando normalmente. São estes: Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), Casa de Passagem e Abordagem Social.

“Estes serviços são essenciais para que eles tenham direito à alimentação, banho, vestuário, bem como atendimentos e acompanhamentos”, afirmou a coordenadora da Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade, Dudi Sônego.

Centro Pop

Aberto de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, o Centro Pop dispõe de refeições, vestuários, sanitários, higiene pessoal, armazenamento de pertences e emissão de documentos. Diariamente, cerca de 35 cafés da manhã, 25 almoços e 20 cafés da tarde para a população em situação de rua que recorre ao equipamento. Este fica localizado na rua Martinho Lutero, 179-325. Saiba mais em: https://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/14086#conteudo.

Casa de Passagem

Com vagas para 20 homens e oito mulheres, a Casa de Passagem funciona 24h horas por dia, em todos os dias da semana. No local, são realizados encaminhamentos, prestados auxílios para a elaboração de currículos, além de conter dormitórios, refeições e higiene pessoal a disposição dos usuários. A Casa de Passagem fica na rua Giácomo Sônego Neto, 415, no bairro Pinheirinho. Saiba mais em https://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/14414#conteudo .

Abordagem Social

A Abordagem Social consiste em educadores que circulam pelas ruas, oferecendo os serviços do Centro Pop e da Casa de Passagem à população em situação de rua. Saiba mais em https://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/15012#conteudo .

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Criciúma concede mais de R$ 1,6 milhão em bolsas de estudo

Publicado

em

Ouça esta matéria

Com as inscrições abertas, a Prefeitura de Criciúma investiu mais de R$ 1.616.924 em bolsas de estudos, destinadas aos estudantes de graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). A iniciativa contempla pessoas carentes e/ou pessoas com deficiência. O edital e a ficha de inscrição estão disponíveis no Diário Oficial Eletrônico (DOE), por meio do link: www.criciuma.sc.gov.br/site/doe.php?diario=2477#conteudo.

A entrega da documentação está marcada para ocorrer entre os dias 24 e 26 de março, no hall de entrada do Paço Municipal Marcos Rovaris, das 8h30 às 17h. Os interessados também podem apresentar a documentação na Central de Atendimento ao Acadêmico (Centac) da Unesc até 26 de março, das 8h30 às 21h.

As pessoas carentes podem concorrer as bolsas de 50%, e candidatos portadores de deficiência podem requerer 100%. Os selecionados deverão se enquadrar nos seguintes critérios: residir há cinco anos consecutivos em Criciúma, não ter diploma de graduação, estar matriculado em um dos cursos de Ensino Superior da Unesc, ter renda familiar bruta per capita de até três salários mínimos, não ter sido reprovado em três ou mais disciplinas no semestre anterior, se tiver recebido bolsa no semestre anterior.

A relação dos inscritos será publicada no site oficial da prefeitura www.criciuma.sc.gov.br e da Unesc www.unesc.net, no dia 31 de março. Nos mesmos endereços eletrônicos também será disponibilizada a lista dos pré-classificados, no dia 30 de abril. A relação oficial dos classificados contemplados e em lista de espera será divulgada no dia 13 de maio.  

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com