Conecte-se conosco

Geral

Empresários cobram novos voos para Jaguaruna

Publicado

em

Ouça esta matéria

Os representantes das associações empresariais da região Sul participaram da reunião plenária da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), em Laguna nesta semana. Na pauta, as prioridades de atuação regional com o desenvolvimento do programa “Crescendo Juntos SC” e o incentivo ao Centro Regional de Inovação, entre outras questões relevantes para o fortalecimento da região.

Os empresários definiram algumas ações para a reunião de planejamento que ocorre no próximo dia 6, como por exemplo, o terminal pesqueiro de Laguna, o aeroporto de Jaguaruna, a Ferrovia litorânea e o Fórum Parlamentar Empresarial (municipal, estadual e federal). Entre as prioridades, o aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, é tema antigo de reivindicação da classe empresarial que utiliza o serviço, principalmente para as transações comerciais em São Paulo. A suspensão do voo da Azul Linhas Aéreas em setembro causou indignação entre os empresários, que desde o anúncio da companhia buscam alternativas junto à empresa RDL, administradora do aeroporto.

O presidente da Associação Empresarial do Vale de Braço do Norte (Acivale), Roberto Michels, propôs a união das entidades da Amurel e Amrec para buscar novas companhias aéreas para o aeroporto de Jaguaruna.

“Estamos bastante indignados com o fato de a Azul ter nos abandonado e alegado não ter demanda, pois o voo da Latam está lotado e a passagem para São Paulo chega a custar R$ 1,8 mil.

A proposta é procurar as companhias aéreas como a Avianca, Gol, Latam e a própria Azul solicitando novas opções de voo. Estamos com uma demanda reprimida, é um descaso com a nossa região. Também vamos buscar apoio político para o desenvolvimento desse aeroporto”, afirma.

De acordo com o diretor comercial da RDL, André Constanzo, até o momento as tratativas com a Latam e a Gol, que manifestaram interesse em investir no local, continuam sem grandes avanços.

“Ao todo, a RDL já contabilizou 207.585 passageiros, 6.273 aeronaves e 1.861.894 quilos de bagagens. Estes são números expressivos e relevantes, fora o reconhecimento da Anac prestado ao Regional Sul como o melhor aeroporto regional do Brasil”, destaca o gerente geral da RDL, Fernando Castro.

Geral

Morro da Fumaça adere a campanha “Vacina Contra a Fome”

Publicado

em

Ouça esta matéria

Ser imunizado e ainda ter a oportunidade de ajudar aqueles que sofrem os impactos da pandemia, tudo de uma só vez. Isso será possível em Morro da Fumaça através da campanha “Vacina Contra a Fome”. A iniciativa é da Federação Catarinense dos Municípios que foi aderida pelo Governo Municipal por meio da Secretaria do Sistema de Saúde e Desenvolvimento Social. “A doação não é obrigatória, mas acreditamos que muitas pessoas irão participar, pois os fumacenses são pessoas solidárias e gostam de ajudar o próximo. Para doar é fácil. Basta levar um dos alimentos que fazem parte da cesta básica até o local de vacinação. Salientamos que aqueles que não fazem parte do público alvo da vacinação que quiserem doar também podem. É só ir ao local e fazer a entrega do alimento. “, destaca a secretária de Saúde, Marijane Felippe.

A partir das próximas vacinações, integrantes do Departamento de Desenvolvimento Social estarão no local para receber os alimentos. Também caberá ao departamento fazê-los chegar às famílias necessitadas. “Infelizmente, muitas pessoas sofrem o impacto da pandemia e estes alimentos virão para ajudá-las neste momento difícil”, fala a diretora do Desenvolvimento Social, Saionara Freitas.

Em Morro da Fumaça, a vacinação está sendo realizada em formato drive-thru em estrutura montada na Rua Prefeito Paulino Bif, em frente ao Ginásio de Esportes Jorge Silva. “É importante que as pessoas fiquem atentas às redes sociais oficiais do Município e aos veículos de comunicação para não perder a sua vez de se vacinar”, completa Marijane.

Continue Lendo

Geral

Mais quatro mortes por Covid confirmadas em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Vigilância Epidemiológica confirmou nesta sexta-feira mais quatro mortes provocadas pelo coronavírus na cidade. Agora o município soma 389 óbitos desde o início da pandemia.

As vítimas confirmadas hoje são dois homens com 34 e 66 anos e duas mulheres de 47 e 65 anos. Os quatro estavam internados para o tratamento da Covid-19 e não resistiram as complicações provocadas pela doença.

Continue Lendo

Geral

Criciúma recebe mais 4,4 mil doses e vai iniciar vacinação em idosos acima de 64 anos

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma recebeu mais 4.460 doses da vacina contra Covid-19 e inicia, ainda nesta sexta-feira (16), a vacinação em idosos acima de 64 anos, além de dar continuidade à imunização em profissionais de saúde e de forças de segurança, previamente definidos por cada corporação. A vacinação será feita em todas as 49 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que possuem sala de vacina e também no ponto montado no pátio do estádio Heriberto Hulse, do Criciúma Esporte Clube.

De maneira geral a aplicação das doses será feita nesta sexta até à noite e, se for necessário, também durante o sábado. Especificamente no campo do Criciúma, até às 16h, segue a vacinação da segunda dose que já estava prevista e, depois deste horário, inicia a vacinação da primeira dose do lote recebido pelo Município. Importante destacar que a vacinação segue sendo feita por agendamento conforme cadastro no portal minhavacina.criciuma.sc.gov.br.

“Estamos avançando em nosso plano de vacinação e felizmente quase 35 mil pessoas já foram imunizadas. Pedimos que quem fez o cadastro fique atento ao chamado e agendamento para que possamos evoluir cada vez mais e pelo menos amenizar os problemas causados pela pandemia”, afirmou o secretário de Saúde, Acélio Casagrande.

Doação de alimentos

Em parceria, as secretarias municipais de Saúde e Assistência Social, aderiram à campanha da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) “Vacina contra a Fome”, e estão recebendo alimentos da cesta básica que podem ser levados pelas pessoas chamadas para imunização. A iniciativa tem o objetivo de arrecadar esses mantimentos e distribuir às famílias que tiveram sua renda afetada pela pandemia. A entrega da doação pode ser feita no mesmo local de vacinação.

Cadastro obrigatório

Para receber a vacina em Criciúma as pessoas devem estar cadastradas no portal www.minhavacina.criciuma.sc.gov.br. A página fornece inúmeras informações sobre a pandemia, incluindo espaço para conversa online com profissionais e canal de denúncias. O espaço também fornece dados atualizados sobre a quantidade e grupos que já receberam a imunização.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com