Conecte-se conosco

Geral

Estado garante que maiores de 18 serão vacinados até outubro

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Governo de Santa Catarina vai vacinar toda a população catarinense com 18 anos ou mais até o dia 23 de outubro de 2021. A informação está na projeção do Calendário de Vacinação contra a Covid-19, que traz detalhes de como será a imunização por faixa etária, divulgado nesta terça-feira, 8, pela Secretaria de Estado da Saúde. De acordo com o Calendário, serão oito etapas. A primeira delas, de pessoas com idade entre 59 e 55 anos, começou no dia 4 de junho, com a primeira dose.

“A vacinação em massa é a única maneira de superarmos essa pandemia, que tanto nos afetou desde março de 2020. Com a previsão da chegada de novas doses, pudemos fazer essa previsão de calendário. Trata-se de algo factível e que lutaremos para que se concretize e, se possível, até mesmo adiantar datas. Nosso esforço de auxílio aos municípios será contínuo”, diz o governador Carlos Moisés.

Com o Calendário em mãos, Estado e municípios vão trabalhar em conjunto na intensificação da vacinação da população em geral e, consequentemente, vai resultar no avanço gradativo da vacinação no estado. “Isso só está sendo possível pela organização feita pelo estado de Santa Catarina e seus municípios, além de uma sinalização positiva do Ministério da Saúde de um calendário de entrega de vacinas a ser cumprido nas próximas semanas. Com isto, a população catarinense terá mais transparência para melhor entender quando cada um poderá ser imunizado contra a Covid-19”, assinala André Motta Ribeiro, Secretário de Estado da Saúde.

A próxima etapa, de pessoas com idade entre 50 e 54 anos, já está prevista para iniciar no dia 14 de junho. Em seguida, será a vez da população com idade entre 49 a 45 anos, depois 44 a 40 anos, 39 a 35 anos, 34 a 30 anos, 25 a 29 anos e, por fim, 24 a 18 anos, sempre de forma decrescente.

A expectativa do estado de Santa Catarina é vacinar a população que está sendo mais acometida neste momento pela doença, que é a que está na faixa etária dos 40 anos, antes do início do inverno, estação onde há maior ocorrência de doenças respiratórias.

“O estado de Santa Catarina distribuiu doses da vacina na última semana para avançar na vacinação da população em geral por faixa etária e, nos próximos dias, deve receber novas doses do MS, para progredir ainda mais na imunização de todos os catarinenses contra a Covid-19. E, desta forma, a nossa meta é vacinar a população adulta antes dos feriados de dezembro”, finaliza o superintendente de vigilância em saúde, Eduardo Macário.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criciúma registra mais quatro morte por Coronavírus

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Vigilância Epidemiológica de Criciúma confirmou neste sábado mais quatro mortes em decorrência do novo coronavírus. Agora são 552 mortes desde o início da pandemia. A cidade tem ainda outros 996 casos ativos e 197 pessoas internadas.

As mortes confirmadas hoje são de quatro homens. Eles tinham 47, 51, 52 e 61, anos. Também foi confirmada a morte de uma mulher de 55 anos.

Continue Lendo

Geral

Prefeito de Siderópolis recebe primeira dose contra a Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Aos 47 anos, o prefeito de Siderópolis Franqui Salvaro recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.. O município iniciou neste sábado, dia 19, a imunização das pessoas acima de 45 anos sem comorbidades.

“Gratidão, esperança e emoção, foi o que senti neste momento, ao ter a oportunidade de receber a vacina. A caminho da UBS fui imaginando os meus familiares, amigos e todos que partiram e não tiveram a mesma oportunidade de proteger-se deste vírus cruel”, disse o prefeito. 

“Também quero agradecer os profissionais da Unidade de Saúde da Vila São Jorge, onde recebi a dose e a todos os profissionais desta área que seguem trabalhando sem medir esforços para a imunização de todos”, concluiu. 

Continue Lendo

Geral

Treviso adota novas restrições de prevenção e enfrentamento à pandemia de Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Diante do aumento de casos de Covid-19 em Treviso e da possibilidade de uma terceira onda da doença no país, a Administração Municipal publicou na manhã desta sexta-feira, dia 18, o decreto nº 328/2021 com novas medidas de enfrentamento à pandemia. As normas foram definidas pela Comissão Integrada de Avaliação e Monitoramento da Covid-19 e têm validade até 2 de julho.

Entre as medidas, o decreto prevê o uso obrigatório de máscara, inclusive ao ar livre, proibição de aglomeração, novas regras para estabelecimentos comerciais e as penalidades em casos de descumprimento.

Orientações aos comerciantes

Ao longo do dia, as equipes da Vigilância Sanitária e Epidemiológica orientaram os comerciantes sobre as novas regras previstas no decreto Municipal e Estadual.

Fiscalização e denúncias

As determinações estabelecidas nos decretos podem ser fiscalizadas pelo Município, através da Vigilância Sanitária, agentes de Defesa Civil e agentes de Fiscalização Municipal e Estadual.

As denúncias podem ser realizadas através do disque 190 da Polícia Militar, para a Defesa Civil no telefone 99645-8615 ou à Vigilância Sanitária nos números 3469-0150 e 3469-0500.

Secretaria reforça a necessidade da vacinação

A vacina é uma ferramenta importante para conter a pandemia, no entanto, a Secretaria de Saúde alerta para a baixa procura pelo imunizante. “Só a imunização e o cuidados podem amenizar a situação que estamos vivendo. Pedimos que cada um faça a sua parte”, comentou a secretária Luciane Possoli.

A secretária ainda frisa que todas as vacinas são eficazes contra o Coronavírus. “Se a pessoa tem a oportunidade, deve se vacinar. Todas as vacinas auxiliam na diminuição da circulação do vírus e do agravamento dos sintomas da Covid-19”, explicou.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com