Conecte-se conosco

Geral

Estudantes da rede municipal de Criciúma retornam às salas de aula nesta quarta-feira

Publicado

em

Criciúma

Os alunos da rede municipal de Criciúma retornarão às salas de aula nesta quarta-feira (21). Neste primeiro momento, os estudantes receberão atendimento individual, sendo prioridade os alunos que não tiveram acesso às atividades, tanto remotas como impressas. A medida é devido à matriz de risco de contaminação do coronavírus, estabelecida pelo Governo do Estado. A Região Carbonífera continua na cor laranja, considerada risco. Todas as unidades escolares respeitarão as medidas sanitárias necessárias, como distanciamento social, uso obrigatório de máscara e álcool em gel, além de aferição de temperatura e monitoramento de todos os estudantes.

Os estudantes terão atendimento individualizado de duas horas com os professores. As escolas entrarão em contato com a família para marcar o horário. Quando a matriz de risco passar para a cor amarela, o atendimento passará a ser em grupos de alunos. A decisão dos pais sobre o retorno das aulas será respeitada. As aulas não presenciais continuam até o dia 14 de dezembro.

Na cor amarela, as aulas serão em forma de escalonamento por período matutino e vespertino, uma turma por semana do Ensino Fundamental até a Educação Infantil. As salas funcionarão com capacidade entre 30 e 40%, dependendo do tamanho dos locais. Os alunos que continuarem com as aulas remotas não terão nenhum prejuízo, as atividades serão postadas na plataforma Google Classroom ou entregues de forma impressa.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criciúma chega a 141 mortes pelo novo Coronavírus

Publicado

em

Criciúma

A Vigilância Epidemiológica de Criciúma informou nesta manhã de sábado mais duas mortes registradas na cidade em decorrência do novo Coronavírus. Com isso a cidade a cidade soma agora 141 óbitos desde o início da pandemia.

As vítimas deste sábado são um homem de 72 anos e uma mulher de 90. A região segue em bandeira vermelha e com a lotação dos hospitais praticamente no limite.

Continue Lendo

Geral

Em nota, médicos alertam para “Que não seja o último natal de muitos”

Publicado

em

Criciúma

Em nota conjunta assina pelo Sindicato dos Médicos da Região Sul, Regional Médica da Zona Carbonífera e Associação Catarinense de Médicos Regional Sul os médicos alertam para o grave cenário de enfrentamento a pandemia de Coronavírus na região neste momento. Em um trecho da nota, os médicos lembram que “… Teremos todos que fazer sacrifícios neste fim de ano e verão próximo, evitando ao máximo as aglomerações, mesmo entre família e amigos, para que este não seja o último Natal de muitos”

Os médicos lembram na nota que as equipes de saúde estão trabalhando no limite e ressaltam que é fundamental que se fiscalize o cumprimento das medidas sanitárias e dos decretos vigentes no Estado.

Confirma a Nota

O Sindicato dos Médicos da Região Sul Catarinense (Simersul), a Regional Médica da Zona Carbonífera e a Associação Catarinense dos Médicos (ACM) Regional Sul manifestam grande preocupação com o estado atual do enfrentamento à emergência em saúde causada pelo coronavírus.  

Com isso, reforçam a necessidade de cooperação da população no intuito de não descuidar dos hábitos de higiene, do uso de máscaras faciais e da atenção aos grupos de risco, e especialmente evitar aglomerações desnecessárias, considerando que Criciúma está vivenciando o momento mais crítico com relação à pandemia.  

Estamos presenciando o desrespeito aos decretos e resoluções, onde muitos expõem suas vidas e as de outros em momentos de aglomeração, em ambientes públicos e privados.  

Exigimos que as autoridades busquem ampliar os leitos, adquirir insumos, contratar pessoal, porém é preciso que a fiscalização seja intensificada de forma urgente para o cumprimento das regras por parte dos cidadãos.  

Os hospitais estão lotados e os médicos, assim como os demais profissionais de saúde, estão atendendo em condições extremas. Estamos à beira do colapso da estrutura de saúde. Isto significa que ficaremos sem leitos disponíveis em UTIs, mesmo na rede privada, o que pode levar a mortes desnecessárias de parentes e amigos.  

Suplicamos a todos que se cuidem para que, desta forma, possamos reduzir a contaminação, e o sistema de saúde consiga voltar a suportar a demanda. 

As festas de fim de ano estão chegando. Passaremos por essas festividades com os hospitais ainda lotados, o que significa que poderemos começar 2021 numa situação ainda mais dramática do que foi todo o ano de 2020.  

As estatísticas oficiais são claras: as pessoas na faixa etária de 20 a 45 anos correspondem a grande maioria dos casos de contaminação, mas felizmente, com uma baixíssima taxa de letalidade, o que faz muitos considerarem que a infecção pelo novo coronavírus seja algo banal.  Já a população com idade acima de  50 anos, mesmo com taxas de contaminação bem menores que a população mais jovem, apresenta uma chance muito maior de complicações, com internações prolongadas em enfermarias e UTIs, com uma duração média de 14 dias (nos casos onde tudo ocorre bem), podendo se arrastar por várias semanas e meses, longe de seus familiares, sem contato real e com sequelas que podem ficar para toda a vida. 

E de nada adianta o distanciamento social e os cuidados dos mais velhos, se quem vai levar a doença para o interior dos seus lares são seus próprios filhos. Teremos todos que fazer sacrifícios neste fim de ano e verão próximo, evitando ao máximo as aglomerações, mesmo entre família e amigos, para que este não seja o último Natal de muitos.  

Que autoridades e população cumpram seus deveres e assim possamos vencer essa guerra, que é de todos.

Continue Lendo

Geral

Sexta de inaugurações em Içara

Publicado

em

Içara

A comunidade içarense pode contar oficialmente com mais três importantes obras. Nesta sexta-feira, dia 4, três obras foram inauguradas no município. A Linha Três Ribeirões, Centro Comunitário da Linha Frasson e Capela Mortuária da Esperança receberam poucos membros da comunidade para o ato oficial.

A Linha Três Ribeirões é uma importante via que passa pelo bairro Liri e faz ligação a outros bairros da cidade, chegando também até a cidade de Criciúma. A pavimentação em asfalto no local atenderá também a comunidade escolar, pois fica no trajeto de unidades de ensino como o polo da Unisul. Hoje também foram instaladas lombofaixas para garantir a segurança de pedestres e motoristas.
Para a comunidade de Linha Frasson, o novo Centro Comunitário irá facilitar a vida social entre os moradores. O espaço será destinado para os clubes de mães realizarem suas atividades, além do grupo de oração do bairro, entre outros eventos. 

Já no bairro Esperança, os moradores contam com um espaço para velar os entes queridos que se foram. O amplo espaço está localizado ao lado do cemitério da comunidade. “São obras que vão contribuir bastante com todos os moradores do município”, destacou o prefeito Murialdo Canto Gastaldon.
Nos próximos dias, outras obras pelo município também serão entregues, como a estrutura do Paço Municipal Ângelo Lodetti que acontecerá no dia 23 de dezembro.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2020 sulnoticias.com