Conecte-se conosco

Geral

Governo de Criciúma desenvolve novo financiamento estudantil para acadêmicos de medicina

Publicado

em

Ouça esta matéria

Com o objetivo de resolver a questão da falta de médicos no município e fortalecer a atenção primária à saúde, a Câmara de Vereadores de Criciúma aprovou por unanimidade nesta terça-feira (21), o projeto de lei para a criação do programa de financiamento estudantil “Estudar para Cuidar”. O programa deve oferecer bolsa de estudos a acadêmicos de medicina, matriculados em instituições instaladas no sul de Santa Catarina, que estejam cursando o último ano da graduação.

Serão oferecidas até dez bolsas de estudos, correspondentes a 100% dos valores da mensalidade regular do semestre. Após a conclusão do curso, o beneficiário deverá reverter os valores da bolsa por meio da execução de serviços médicos. “O intuito do programa é aumentar a demanda de médicos em localidades de alta vulnerabilidade, intensificando a formação para que esses profissionais atuem posteriormente no município”, ressaltou o prefeito Clésio Salvaro.

Segundo o secretário de saúde de Criciúma, Arleu da Silveira, o programa deve manter o vínculo dos médicos com a comunidade. O processo seletivo dos estudantes será realizado pela Comissão de Seleção e Monitoramento, criada exclusivamente para esse fim. “A comissão vai analisar os pedidos de inscrição, conforme as condições que o candidato atende” explicou.

Se o estudante decidir não continuar no programa, deverá solicitar a suspensão definitiva da bolsa, e ressarcir os valores recebidos pelo governo. Em caso de desistência do curso de medicina, o aluno será excluído automaticamente do projeto. O prazo para a prestação de serviços aos que aderirem ao programa é de seis meses a um ano. Após o recebimento da carteira profissional, o médico terá 30 dias para iniciar os trabalhos. Caso os requisitos não sejam cumpridos, o beneficiário ficará sujeito a cobranças judiciais dos valores da bolsa.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Nota de Içara no Previne Brasil salta de 2.9 para 7.4

Publicado

em

Ouça esta matéria

Atualizada recentemente pelo Sistema de informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB), a nota de Içara no Previne Brasil, que é o modelo de financiamento utilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), saltou de 2.9, no 1º quadrimestre de 2021, para 7.4, no 1º quadrimestre de 2022, um aumento de 66%.

A média corresponde ao Indicador Sintético Final (ISF) do programa e influência na destinação de recursos para o município e este salto no ISF deveu-se ao trabalho realizado pelos profissionais da atenção primária e sua coordenação.

“O programa busca aumentar o acesso das pessoas aos serviços de atenção primária e o vínculo entre população e equipe, com base em mecanismos que induzem à responsabilização dos gestores e dos profissionais pelas pessoas que assistem”, disse o secretário de saúde de Içara Sandro Ressler. “O salto no desempenho mostra uma equipe mais engajada e que faz as devidas adequações por meio do E-Sus, responsável por reestruturar as informações da atenção primária à saúde em nível nacional”, completou.

O Indicador Sintético Final (ISF) considera sete situações para a elaboração da nota, confira:

1: proporção de gestantes com pelo menos seis consultas pré-natal realizadas, sendo a 1ª até a 12ª semana de gestação;
2: proporção de gestantes com realização de exames para sífilis e HIV;
3: proporção de gestantes com atendimento odontológico realizado;
4: proporção de mulheres com coleta de citopatológico na APS;
5: proporção de crianças de um ano de idade vacinadas na APS contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B, infecções causadas por Haemophilus influenzae tipo B e poliomielite inativada;
6: proporção de pessoas com hipertensão, com consulta e pressão arterial aferida no semestre;
7: proporção de pessoas com diabetes, com consulta e hemoglobina glicada solicitada no semestre.

Continue Lendo

Emprego

RACLI promove Feirão do Emprego em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

A RACLI Limpeza Urbana promove na próxima quarta-feira, dia 29 de junho, mais uma edição do Feirão do Emprego. A iniciativa que será realizada das 9h às 12h, na unidade do bairro São Luiz, em Criciúma.

“No momento a empresa possui vagas para coletor de lixo principalmente nas regiões de Criciúma, Içara, Forquilhinha e Cocal do Sul, além de funileiro, eletricista veicular, operador de trator esteira, jardineiro e lavador de caminhões para a cidade de Içara”, explica a assistente de RH da RACLI, Samara Eberhardt Schardosim.

Os interessados poderão comparecer na RACLI Criciúma, localizada na avenida Carlos Pinto Sampaio, 15, no bairro São Luiz, levando currículo em mãos e carteira de trabalho.

Continue Lendo

Geral

Resíduos poluentes nas águas do Rio Criciúma motivam projeto de construção de ecobarreiras

Publicado

em

Ouça esta matéria

A presença de resíduos poluentes nas águas do Rio Criciúma deu início à uma ação da Diretoria de Meio Ambiente de Criciúma (DMACRI) em parceria com a Defesa Civil, implantada durante a Semana do Meio Ambiente no município. O projeto nomeado ‘Ecobarreira’, tem a finalidade de realizar o posicionamento de barreiras em vários pontos do rio, no objetivo de combater a poluição gerada nas águas impedindo que o lixo cause estragos ambientais em Criciúma.


Segundo a diretora de Meio Ambiente, Anequésselen Bitencourt Fortunato, essas barreiras construídas são importantes para o sistema ambiental, impedindo que os lixos jogados no rio causem grandes danos ao meio ambiente. Principalmente, porque eles não ficarão presentes no seguimento do rio, sendo removidos pela equipe da Prefeitura de Criciúma depois de serem barrados pelos equipamentos. Conforme a diretora, o processo de construção das barreiras foi realizado sem custos financeiros e os equipamentos foram todos construídos com materiais recicláveis, confeccionadas com corda, rede e garrafas pets obtidas pela Associação Criciumense de Catadores (Acrica).

“Nosso foco nesse projeto é a preservação ambiental, assim decidimos construir as barragens com recursos recicláveis. Essa escolha foi decidida na finalidade de reaproveitarmos os materiais, evitando utilizar novos recursos naturais para a realização do projeto”, ponderou.

Danos ao meio ambiente

De acordo com o diretor da Defesa Civil de Criciúma, Fred Gomes, esses resíduos poluentes lançados de forma irregular nas águas trazem diversos danos para o meio ambiental, como a contaminação das águas, a morte de animais e acidentes por meio da provocação de enchentes.

“Os resíduos poluentes encontrados com mais frequência nas águas, geralmente são os sacos e sacolas plásticas e as garrafas pets. Então, através de monitoramentos realizados em diversos pontos do município, essas ecobarreiras confeccionadas pelos agentes da Defesa Civil já começaram a ser posicionadas nos pontos de maior vazão de águas. Assim, barrando e evitando que os resíduos poluentes não saiam da superfície do leito do rio prejudicando ainda mais o meio ambiente”, explicou.

Inovação na região

Anequessélen também ressalta que as atividades de monitoramento e construção das eco barreiras, devido à preocupação constante com a preservação do meio ambiental praticadas na Diretoria do Meio Ambiente, torna-se mais uma inovação para a cidade de Criciúma.

“Desse modo, com os métodos inovadores no desenvolvimento deste projeto visando a redução da poluição nas águas do Rio Criciúma, estamos protegendo os recursos naturais além de contribuirmos cada vez para a melhorar o meio ambiente presente em nossa região”, destacou a diretora de Meio Ambiente.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2022 sulnoticias.com