Conecte-se conosco

Geral

Há dois anos, incêndio consumia Prefeitura de Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Nesta quarta-feira (7), completa dois anos que o Paço Municipal Marcos Rovaris foi atingido pelo incêndio que comprometeu a estrutura do prédio, ocasionando rachaduras nos pilares de sustentação e deixando o edifício sob risco de desabamento. Após dois meses paralisadas, as obras de reconstrução e restauração foram retomadas em janeiro de 2017 e seguem em ritmo acelerado. Os trabalhos devem ser finalizados até o fim do ano.

De acordo com a secretária municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, as obras seguem o cronograma estipulado pelo Governo de Criciúma. “A construtora Engenharia Castanhel já realizou quase toda a parte dela. A cobertura do prédio e as instalações hidráulicas já foram finalizadas, além dos banheiros que estão sendo refeitos. Faltam apenas os acabamentos da pintura”, relata. “Os pisos cerâmicos foram colocados e os de granito estão sendo instalados. Estimamos que 50% da parte elétrica está pronta, mas a empresa tem ainda até o início de julho para finalizar”, completa a secretária.

O Paço Municipal receberá esquadrias fabricadas pela empresa JK Engenharia de Obras Ltda, de Florianópolis. Os materiais serão instalados na primeira semana de julho. “O pessoal está colocando a estrutura do forro, assim como a estrutura para o ar condicionado. O gesso acartonado que será colocado no Gabinete do Prefeito para melhorar a acústica e a privacidade está sendo feito. Após estas etapas, faltará apenas a urbanização do Paço Municipal, com a colocação do petit-pavê no entorno do prédio e a montagem do jardim interno” afirma Kátia.

Os revestimentos cerâmicos instalados foram doados pelas empresas Cerâmica Elizabeth, Eliane Revestimentos Cerâmicos e Cecrisa Revestimentos Cerâmicos S.A. A compra dos materiais elétricos e a subestação de energia foram adquiridos através de convênio assinado com o Governo do Estado de Santa Catarina.

“A principal iniciativa deste governo é revitalizar o Paço Municipal Marcos Rovaris. Vamos fazer isso até o final de 2017. Hoje a Prefeitura de Criciúma está dividida em vários locais, atrapalhando os serviços. Com a volta para o Paço, os trabalhos serão agilizados e a comunicação entre os departamentos vai melhorar ainda mais”, comenta o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Geral

Kits de material escolar já estão sendo preparados em Içara

Publicado

em

Ouça esta matéria

Para o ano letivo de 2022, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Içara, já está preparando os kits de material escolar que serão distribuídos para mais de sete mil alunos, além de mais de 500 professores da rede municipal de ensino. Essa é a primeira vez na história da cidade que o governo faz a entrega de material escolar. O kit conta com 17 a 21 itens, conforme o grau de escolaridade de cada aluno.

Os estudantes do ensino infantil ao 9º ano vão receber cadernos, canetas, lápis, borracha, dentre outros elementos. “Os pais terão que fornecer apenas o material coletivo. A distribuição de kit escolar é uma ação pautada em um dos quatro objetivos educacionais prioritários que é a redução das desigualdades, pois a administração pública deve ter como meta de gestão a redução das diferenças entre escolas das redes de ensino e entre alunos da mesma escola”, disse a secretária de educação, Rose Margareth Reynaud Mayr.

As aulas iniciam no dia 7 de fevereiro de 2022. “O kit é de boa qualidade e vai evitar a desigualdade na sala de aula. É o dinheiro do contribuinte retornando em benefício das nossas crianças, adolescentes, professores e suas famílias.”, completou a prefeita, Dalvania Cardoso.

Continue Lendo

Geral

Projeto de duplicação do trecho 2 da 445 tem ordem de serviço assinada

Publicado

em

Ouça esta matéria

Foi assinado na manhã desta terça-feira, dia 28, a ordem de serviço entre o Governo de Içara e a empresa Sotepa (Sociedade Técnica de Estudos, Projetos e Assessoria), vencedora da licitação para elaboração do projeto do segundo trecho da duplicação da SC 445, rodovia Paulino Búrigo. O estudo compreende da Central do Giassi Supermercados até a Avenida Jorge Elias de Luca, final da Avenida Centenário, em Criciúma, sendo ao todo 7 km de extensão. O contrato está estabelecido em seis meses para entrega do projeto final.

A documentação da primeira etapa, de aproximadamente 2 km, compreendendo da BR 101 até a empresa Librelato, já está pronta e vai ser entregue à Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana em breve. O valor inicial do primeiro trecho está orçado em R$ 20 milhões, segundo a Provias, empresa contratada para elaboração do primeiro projeto. “Pedimos que a empresa vencedora da licitação agilize para que possamos entregar o segundo projeto daqui seis meses. A obra também vai ser realizada em duas etapas, queremos iniciar ainda em 2022”, disse a prefeita, Dalvania Cardoso.

A rodovia é um importante trecho do escoamento da produção de toda a região. “A nova SC 445, além de duplicada, vai ser mais humanizada, valorizando o comércio ao redor da via. Estamos trabalhando para que os projetos sigam um padrão de avenida, ciclovia, calçadas, corredor e abrigos de ônibus, além de canteiro central na via”, contou o gestor de convênios da prefeitura de Içara, Israel Rabelo.

Continue Lendo

Geral

Vacinação infantil contra covid começa em janeiro, diz ministério

Publicado

em

Ouça esta matéria

As crianças de 5 a 11 anos de idade serão vacinadas contra a covid-19, no Brasil, a partir de janeiro. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (27), pelo gabinete do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a imunização desse grupo vai começar após a conclusão da consulta pública aberta no dia 23 de dezembro.

A vacinação dessa faixa etária foi autorizada pela Anvisa no dia 16 de dezembro, após relatórios técnicos apontarem que o imunizante da Pfizer é seguro e eficaz para o público infantil. Mas, as doses que já estão no Brasil não podem ser usadas em crianças. A vacina de uso pediátrico tem fórmula diferente. De acordo com o Ministério da Saúde, não será necessário firmar novos contratos com a Pfizer. Isso porque os acordos em vigor já preveem a substituição do imunizante.

Inicialmente, o ministério orientou que a vacinação em crianças de 5 a 11 anos só ocorresse com a apresentação de pedido médico, recomendação contrária à do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, que incentiva a vacinação sem esse tipo de exigência.   A Anvisa avalia, agora, documentos enviados pelo Instituto Butantan. Os pesquisadores pedem autorização para aplicar a vacina CoronaVac no público a partir de três anos de idade.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com