Conecte-se conosco

Geral

Heróis reforçam equipe da Casa Guido

Publicado

em

Os heróis e heroínas, príncipes e princesas da Casa Guido receberam uma visita mais que especial neste domingo. Personagens infantis aterrissaram na sede da instituição para uma tarde de festa. Momento para deixar de lado as preocupações, as dores e tudo o que os incomoda. Por algumas horas aproximadamente 30 crianças, entre pacientes e seus irmãos, se encantaram e se divertiram com a presença de seus ídolos.

O dia de diversão foi possível graças a presença de alguns dos personagens, que estão na cidade para participar do Carnaval de Inverno infantil da Sociedade Recreativa Mampituba, e da visita da cantora gospel kids Elis Amorin, que completou o dia de festa e celebração.

Um dos pacientes mais animados com a chega dos heróis foi o pequeno Henri Corrêa Martins, de três anos. Ele e os pais saíram de Tubarão para visitar a Casa Guido especialmente para ver os ídolos de pertinho. Para a mãe do garoto, Andreza Correa, valeu a pena todo o esforço de encarar a estrada. “Quando recebemos o convite de vir para esse domingo especial nós logo aceitamos. Sabemos que ele gosta de super-heróis e que seria especial. Eles vem para cá sempre para momentos difíceis de consultas e procedimentos do tratamento, então merecem vir para se divertir também”, comentou.

Henri há nove meses descobriu uma leucemia e vem fazendo o tratamento em Criciúma, sendo acompanhado desde o início pelos profissionais da Casa Guido.

 

Oportunidade de unir eventos

Conforme um dos organizadores do Carnaval de Inverno de Criciúma, Alexandre Freitas, a inclusão de um dia de folia especial para crianças, novidade de 2017 do evento, fez com que o cunho social da festa fosse revertido para a Casa Guido. “Desde o início prezamos pelo lado solidário do evento. Depois de termos feito campanha do agasalho e arrecadação de alimentos, por exemplo, nesse ano nós fizemos o ingresso solidário, ou seja, parte da quantia arrecadada nas vendas será revertida para essa instituição que escolhemos. Sabemos a luta que a Casa Guido tem com seus pacientes e resolvemos colaborar com essa batalha”, explicou.

A oportunidade de fazer com que o Carnaval de Inverno fosse levado para dentro da Casa, para ele, foi muito especial para todos. “Tivemos a ideia de oferecer esse momento de descontração para os pacientes porque imaginamos que o dia a dia deles não seja fácil. Eles são crianças e possivelmente não poderiam estar no Mampituba, então, porque não trazer um pouquinho da festa para cá? Unimos diversão e solidariedade e assim ficou ótimo para todo mundo.Foi um grande prazer proporcionar isso”, completou.

Com ajuda de doações arrecadadas pela instituição foi possível ainda oferecer salgadinhos, docinhos, cachorro quente, sucos e refrigerantes para as crianças e suas famílias.

 

Para renovar as energias

De acordo com a coordenadora da instituição, Rosane Búrigo Gonçalves, promover o encontro entre pais, mães e crianças dentro da instituição é uma forma de também recarregar as energias de todos. “Eles podem trocar experiências, se conhecer melhor e ter momentos de descontração mesmo, ainda mais em um dia tão lindo como esse que Deus nos proporcionou. Para nós, que vivemos com o coração dividido com a melhora de alguns pacientes, a piora de outros e até partidas, é a hora de juntar nossas forças para continuar na luta com esses guerreirinhos. Nosso objetivo principal é proporcionar a alegria a eles”, destacou.

Geral

CASAN orienta moradores de Criciúma sobre obras de esgotamento sanitário

Publicado

em

Criciúma

Obedecendo os protocolos de segurança para controle da disseminação da Covid-19, a CASAN autorizou a visitação de moradores do bairro São Luiz e da Grande Próspera para orientação sobre as obras de esgoto em andamento.

O trabalho integra os projetos socioambientais de ampliação da cobertura de coleta e tratamento na cidade.

No São Luiz o diálogo com a comunidade será realizado pela Assistente Social, Uliana Gageiro Mendonça. A profissional estará devidamente identificada com crachá e colete verde que contém o nome da empresa Painel Pesquisas, contratada pela CASAN para execução dos serviços.

Na região da Grande Próspera a visitação está sob responsabilidade da assistente social Rosilda Patrício Lima, que também trabalha devidamente identificada. “Mesmo com as dificuldades expostas devido à pandemia do novo coronavírus estamos conseguindo levar as orientações para os moradores com a entrega de uma cartilha que mostra os benefícios do tratamento de esgoto”, ressalta a assistente social Rosilda Patrício Lima.

As visitas domiciliares têm o objetivo de levar aos moradores informações sobre os benefícios socioeconômicos que a coleta e o tratamento de esgotos trarão para a comunidade e a cidade de Criciúma.

As profissionais também estão preparadas para sanar dúvidas sobre o momento adequado da ligação dos imóveis à rede, sobre o pagamento do serviço quando os sistemas entrarem em operação ou outras dúvidas.

Com as obras no São Luiz e na Próspera Criciúma vai passar a 45% de cobertura com coleta e tratamento de esgoto, um importante investimento em saúde pública.

Continue Lendo

Geral

Urussanga e Lauro Müller também registram mortes por Coronavírus

Publicado

em

Criciúma

Além de Criciúma outras duas cidades da Amrec também registraram mortes por Coronavírus nesta quarta-feira. Os casos foram registrados em Urussanga e na cidade de Lauro Müller. Em Urussanga a vítima foi um homem de 61 anos, com comorbidades, internado no hospital Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga, desde o dia 19 de novembro. Foi a 18ª morte na cidade deste o início da pandemia.

Em Lauro Müller, a Vigilância Epidemiológica confirmou a morte de um homem de 82 anos. Portador de comorbidades ele estava internado em leio de UTI. Agora são 12 as mortes na cidade. Com os dados de Urussanga, Lauro Müller e Criciúma a Amrec fechou a quarta-feira com quatro mortes provocadas pela Covid-19

Continue Lendo

Geral

“Não pretendemos fechar nada, mas é preciso colaboração”, afirma Salvaro

Publicado

em

Criciúma

Prefeito de Criciúma Clésio Salvaro voltou a garantir, durante uma transmissão feita pelas redes sociais, que não pretende promover o fechamento de qualquer atividade econômica. “Se depender de mim não vai ter lockdown, não vai ter fechamento. Só que se você quiser passar o natal com a família, passar o réveillon com a família, vai ter que se cuidar. As pessoas não estão pegando o Covid no local de trabalho. Estão pegando nas baladas, nas festas, nos restaurantes. Temos que trabalhar, repito que não haverá fechamento”.

Prefeito também lembrou que a entrada na bandeira vermelha obriga novas restrições como a redução do percentual de ocupação de estabelecimentos comerciais, templos religiosos entre, além de outras medidas. Mas Salvaro alertou que não adianta baixar decreto sem a colaboração. “Pode chamar a marinha, o exército, pode chamar qualquer um. Se não houver colaboração da população não tem jeito, não vamos virar o jogo”.

Já o Secretário Acélio Casagrande lembrou que o município tem feito tudo que está ao seu alcance e que nos próximos dias vai seguir reforçando a testagem. “Vamos usar o teste com o antígeno e ampliar a conscientização. Seguimos com o hospital do Rio Maina ativo e com os hospitais também fazendo a sua parte. Se fala muito em ampliar o número de leitos, mas não há equipe para isso”, adverte.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2020 sulnoticias.com