Conecte-se conosco

Geral

Inaugurada, Via Rápida impulsiona mobilidade da Região

Publicado

em

Ouça esta matéria

“Essa é uma grande obra, um desafio de engenharia que exigiu um alto investimento financeiro. Uma obra que foi concluída porque foi reconhecida como prioridade. E gostaria de agradecer aqui ao clima de harmonia entre todas as lideranças do Sul do Estado que somaram esforços para tornar esse projeto realidade”, destacou o governador Colombo.

“A Via Rápida é um sonho idealizado há muitos anos com o objetivo de promover o desenvolvimento da região e melhorar a mobilidade. O Governo do Estado tem feito aqui obras sucessivas com esse objetivo e, agora, a Via Rápida será o novo eixo de desenvolvimento do Sul. Nos próximos anos, com certeza teremos novas empresas se instalando ao longo da via, gerando investimentos, emprego e renda”, acrescentou o vice Pinho Moreira.

O Governo do Estado investiu mais de R$ 150 milhões na obra, sendo R$ 133 milhões na execução do projeto e mais de R$ 20 milhões em desapropriações, com recursos do Pacto Por Santa Catarina, Secretaria de Estado da Infraestrutura, Deinfra e Agência de Desenvolvimento Regional de Criciúma.

Com duas pistas duplas separadas por um canteiro, a Via Rápida já é projetada para uma possível expansão no futuro. Cada pista tem 3,6 metros com 2,5 metros de acostamento e mais uma margem asfáltica de 60 centímetros de segurança. O canteiro central é de 15,8 metros, já prevendo que a rodovia possa crescer daqui alguns anos sem necessidade de novas desapropriações.

Também presente no evento, o secretario de Estado da Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, afirmou que a Via Rápida promove toda a região carbonífera, trazendo o crescimento econômico não só para Criciúma e Içara, mas para todo o Sul do Estado. “É uma obra importante para toda Santa Catarina, uma obra com valor econômico muito grande, garantindo mais segurança e agilidade no transporte de pessoas que visitam a região e também no escoamento da produção local”, acrescentou.

Geral

Duas professores morrem por Covid-19 em Içara

Publicado

em

Ouça esta matéria

Duas professoras morreram nas últimas 24 horas vítimas de Coronavírus no Município de Içara. As vítimas são Adriana Antônio Luciano, aos 52 anos, e Maria Fernanda Francelino Aires, aos 25 anos. Maria estava grávida e precisou passar por um parto de emergência, mas não resistiu.

Em nota a secretaria de Educação lamentou as mortes. “Seremos eternamente gratos pelas contribuições das nossas servidoras Maria Fernanda Francelino Aires e Adriana Luciano na educação de nossas crianças e pelas contribuições com a nossa cidade. Lamentamos e expressamos nossos sentimentos aos familiares e amigos neste momento de tristeza.”

Continue Lendo

Geral

Criciúma segue aplicando 2ª dose contra a Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

A aplicação de novas doses da vacina contra a covid-19 segue suspensa em Criciúma. O trabalho com os idosos de 65 e 66 anos só será retomado quando a cidade receber novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Até lá o trabalho segue com a aplicação da segunda dose. A Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma reforça a informação de que, os idosos cadastrados no Portal Minha Vacina, UBS Centro, que receberam a primeira dose contra a Covid-19 (CoronaVac – informação na carteirinha de vacinação) até 23/03, devem comparecer ao pátio do Estádio Heriberto Hülse (Campo do Criciúma), nesta segunda -feira (12) para aplicação da dose.

A vacinação da 2ª dose aos idosos cadastrados nas demais unidades dos bairros, ocorrerá via chamado das equipes de saúde de acordo com o agendamento/cadastro realizado no Portal Minha Vacina (minhavacina.criciuma.sc.gov.br).

Continue Lendo

Geral

Criciúma confirma mais três mortes por Coronavírus

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Vigilância Epidemiológica de Criciúma confirmou no início desta tarde, em boletim encaminhado à imprensa, mais três mortes por Coronavírus. Agora a cidade soma 379 mortes desde o início da pandemia.

As vítimas desta segunda-feira são uma mulher de 64 e dois homem de 65 e 52 anos. Os três estavam internados e não resistiram as complicações provocadas pela doença. No último fim de semana o Estado atualizou a matriz de risco para a Covid e retirou a Amrec da bandeira vermelha. Ainda assim o cenário segue ruim e o pedido é para que as pessoas sigam adotando as medidas protetivas.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com