Conecte-se conosco

Geral

Mega volta a cumular e prêmio no sábado deve chegar aos 170 milhões

Publicado

em

Ouça esta matéria

O concurso 2.522 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (21) no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve acertadores das seis dezenas. Os números sorteados foram: 04 – 05 – 25 – 32 – 39 – 40.

O próximo concurso (2.523), no sábado (24), deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.

A quina teve 202 ganhadores e cada um vai receber R$ 54.431,51. Os 17.799 acertadores da quadra receberão o prêmio individual de R$ 882,48.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal.

A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

O sorteio é realizado às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Coleta seletiva: qual a importância do descarte correto de materiais para o meio ambiente?

Publicado

em

Ouça esta matéria

O descarte incorreto de resíduos poluentes na natureza é um dos principais problemas que geram danos frequentes ao meio ambiente. Porém, para mostrar a importância da coleta seletiva e do descarte correto de materiais, a Diretoria de Meio Ambiente de Criciúma (DMACRI) realiza ações e projetos de educação ambiental no município. A finalidade é para tornar, ainda mais, a população consciente e reduzir os impactos desses problemas ambientais que estão sendo provocados na atualidade.

Mas qual a forma correta de realizar o descarte desses materiais? De acordo com o coordenador de Educação Ambiental, Eduardo Luzzi Damassini, em um saco de lixo as pessoas devem colocar somente papel, papelão, isopor, metal, vidro, plásticos limpos e colocá-los na lixeira de material reciclável. “Já os restos de comida, papel higiênico usado, fraldas usadas, absorvente e outros materiais que não são possíveis reutilizar, eles devem ser colocados em um outro saco de lixo para serem depositados na lixeira de rejeito ou orgânico que, posteriormente, serão destinados ao aterro sanitário”, explicou.

Conforme o coordenador, em ambos os casos todos os materiais colocados devem ser bem ensacados para beneficiarem o meio ambiente, porque não serão jogados em qualquer lugar ocorrendo a poluição ambiental no município. Não entupindo bueiros ou se decompondo em rios e oceanos prejudicando a fauna aquática.

“Com essas ações o município não precisará pagar o aterro sanitário para depositar os materiais recicláveis, gerando renda para a família de catadores e reduzindo a ocupação de espaço no aterro sanitário. Ainda, tem a questão da saúde pública, onde todos os cidadãos estão envolvidos para tornar nossa cidade um lugar limpo e melhor para se viver”, destaca.

Combatendo a poluição ambiental

Em contrapartida, o descarte incorreto podem ocasionar diversos problemas ao próprio meio ambiente. Além da poluição ambiental prejudicando a fauna e flora terrestre e aquática, eles podem causar também problemas econômicos. “Principalmente, porque esses recursos que são empregados para a deposição dos materiais no aterro sanitário podem ser empregados para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, infraestrutura e dentre outras ações no município”, alerta Damassini.

Segundo a diretora de Meio Ambiente, Anequésselen Bitencourt Fortunato, a educação ambiental é a peça fundamental para tornar os cidadãos conscientes desses problemas ambientais, preparando as pessoas para adquirirem hábitos sustentáveis e reduzir inúmeros malefícios que são ocasionados pela degradação do meio ambiente.

“São pequenos hábitos, mesmo que parecendo insignificantes, com certeza já farão a diferença no futuro. Como por exemplo, não desperdiçar água, reaproveitar a água da chuva, reciclar, desligar a luz ao sair de um ambiente, aproveitar ao máximo a luz natural, ser um consumidor consciente e não modista, dentre outras ações”, pondera.

Ações que promovem a diferença

Essas ações de conscientização estão ligadas em vários projetos da Diretoria de Meio Ambiente e do Governo do Município, como a ‘Coleta Seletiva Solidária’ que o caminhão passa uma vez por semana nos bairros fazendo a coleta dos materiais recicláveis. O ‘Projeto Jogue Limpo com a Cidade’, onde o cidadão consegue até 50% de desconto da sua taxa de lixo anual e o ‘Projeto Eco Conscientização’ que é a implantação da coleta seletiva nas escolas do município.

“As atividades realizadas são palestras de cunho ambiental nas escolas do município, nas associações de moradores, nas empresas, nos eventos e nas ações que a diretoria promove ao longo do ano. Todas as ações são para conscientizar, ensinar e incentivar as pessoas a adquirirem novos hábitos no seu dia a dia, e mostrar que podemos ter uma vida boa e saudável com hábitos que não prejudiquem o meio ambiente”, enfatiza Anequésselen.

Além disso, recentemente, durante o mês de agosto foi iniciado nas escolas do município o projeto ‘Minha Escola Consciente’. A atividade é uma gincana promovida nas escolas pela Secretaria Municipal de Educação, pela Diretoria de Meio Ambiente e pelo Fundo de Saneamento Básico (FUNSAB) para também conscientizar sobre o descarte correto de resíduos sólidos e o processo da reciclagem aos alunos da rede municipal.

“Esta conscientização é necessária, pois está ocorrendo o descarte incorreto de vários materiais que chegam até a Associação e Cooperativa de Catadores que dependem destes materiais para o sustento de suas famílias, gerando economia ao município e mantendo nossa cidade limpa”, frisa o presidente do Funsab, Luiz Juventino Selva.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Cocal do Sul concede honrarias no aniversário do município

Publicado

em

Ouça esta matéria

No aniversário de Cocal do Sul, na próxima segunda-feira (26), acontece a entrega de títulos e condecorações, para homenagear pessoas físicas e jurídicas, famílias, empresas e servidores públicos que se destacaram e deram sua colaboração relevante para a cidade. A iniciativa é do governo do município, e ocorrerá às 11h, no Centro de Eventos (bairro Jardim Itália).

Os títulos honoríficos instituídos pelo projeto de Lei n°36/22, aprovado no dia 29 de agosto de 2022, classificam-se em: Comenda Accioly de Vasconcelos, voltada a pessoas físicas ou jurídicas que se destacaram e deram sua colaboração relevante ao município; Comenda Azaleia, destinado a famílias e Honra ao mérito, para pessoas físicas ou entidades filantrópicas.

As condecorações são classificadas em ‘Mérito Sul-cocalense’, que visa honrar os servidores públicos municipais, que se destacaram com trabalho dedicado nos diversos setores da Prefeitura e Câmara de Vereadores, com o recebimento de diplomas.

Para as empresas, acontece a Condecoração ‘Troféu Cocal Empreendedor’, homenageando não só as empresas de diversos segmentos como também as lojas mais antigas do comércio. O prêmio é voltado para empresas sediadas no município, nas classificações de maior valor adicionado para fins de retorno do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), maior arrecadação do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN), e destaque no segmento comercial.

Além disso, as honrarias também são voltadas ao ‘Destaque Agroindústria e Agricultura Familiar’, que tem a finalidade de agraciar empresas e famílias que tiveram destaque nos segmentos da agroindústria e agricultura familiar no município.

É importante destacar que os títulos serão concedidos no mês de setembro de cada ano, mediante ao Decreto do Poder Executivo Municipal e entregues pelo mesmo em sessão solene.

Continue Lendo

Geral

Programa “Melhor em Casa” já atende 48 pacientes em Içara

A iniciativa, que visa atender pacientes acamados em seus lares durante a semana, ainda conta com outros 20 pacientes em avaliação.

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Secretaria de Saúde de Içara colocou em prática, no mês de agosto deste ano, o Programa Melhor em Casa. A proposta, que tem como objetivo cuidar de pacientes acamados em seus lares, já atende 48 pacientes e tem outros 20 em processo de avaliação. Estão envolvidos no programa 11 profissionais com disponibilidade para atendimento por 12h diárias. Além disso, aos finais de semana, a equipe de enfermagem está disponível caso o paciente precise de aplicação de injetáveis, curativos e demais procedimentos.

“Sabemos da importância que esse atendimento diferenciado tem trazido à vida das famílias içarenses. Iniciamos o programa faz pouco mais de um mês e já obtivemos retorno muito positivo dos pacientes, de seus familiares e cuidadores. Esse é mais um meio pelo qual proporcionamos um cuidado especial aos cidadãos de nossa cidade”, ressaltou a prefeita Dalvania Cardoso.

Segundo o secretário de Saúde, Sandro Ressler, até a implantação do programa os pacientes acamados eram atendidos pelos profissionais da atenção básica. “Com a chegada dos novos profissionais a atenção básica consegue focar especificamente nos atendimentos nas unidades de saúde e efetivar o trabalho com maior excelência, ao mesmo tempo em que nossos acamados são cuidados por um número maior de especialistas, ou seja, todos saem ganhando em qualidade e em atendimento personalizado”.

Entre as especialidades oferecidas estão: enfermagem (curativos, aplicações de medicamentos, avaliação de estado geral, etc); fisioterapia(motora e respiratória); fonoaudiologia (questões relacionadas à deglutição e a comunicação); medicina (avaliações, pequenos procedimentos, diagnóstico e prescrição médica); psicologia (atendimento para paciente e cuidador); assistência social (requisição de materiais especiais, soluções associadas a questões de aposentadoria e etc); nutrição (ajuste de dieta e avaliação antropométrica); farmacêutica (ajuste de prescrição, comunicação entre equipe e farmácia municipal e gestão de medicamentos).

*Atendimento “Melhor em Casa”:*

Para receber o atendimento dos especialistas do programa os pacientes precisam dar entrada via formulário enviado pela Unidade de Saúde da Família (USF) de referência do paciente ou por encaminhamento do hospital. Após o recebimento do formulário com dados do paciente, médico e enfermeiro fazem uma avaliação inicial e, posteriormente, discutem com a equipe que definirá se o paciente é elegível ou não, de acordo com as diretrizes do programa e a análise da realidade apresentada no município.

Para a realização dos serviços o Governo Federal destina R$ 56 mil/mês e a administração municipal complementa com mais R$ 14 mil.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2022 sulnoticias.com