Conecte-se conosco

Geral

O avanço do acesso mobile e como adaptar seu site

Publicado

em

Ouça esta matéria

inegável que o mobile é a nova realidade da internet em termos de prioridade. Isso pode e deve afetar a forma como os criadores de conteúdo trabalham seus produtos online, sejam eles com objetivo mercadológico, informativo ou de mero entretenimento.

Nenhum nicho está isento dessa adaptação necessária. Sites de notícias mudaram sua forma de escrever, e empresas de entretenimento passaram a ter novas formas de entregar seus produtos aos usuários.

Existem até mesmo sites como o Grandes Ganhadores, especialista em análises de casas de apostas e cassinos online, que consideram a disponibilidade mobile como um dos seus principais fatores de avaliação. Quem não for bem nesse fator perde nota, e não à toa; demonstra uma falta de interesse em se modernizar e, consequentemente, atender às preferências do seu consumidor.

Isso, é claro, só quer dizer uma coisa: é preciso adaptar a forma como o conteúdo online é criado para os novos padrões de exigência de quem consome.

Celular, o rei dos acessos

Os dados não permitem mentir ou disfarçar: segundo o último censo do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), de 2019, dos 134 milhões de internautas brasileiros, 99% usa o celular para fazer isso, sendo que 58% acessa a web exclusivamente por meio mobile.

Isso se explica, claro, por uma série de fatores, sendo que o primeiro e mais óbvio deles é o preço. É possível comprar um smartphone, ainda que de entrada, por cerca de R$ 800 – às vezes menos. Isso é cerca de 72% de um salário mínimo. Para fins comparativos, um computador, por mais básico e limitado que seja, nunca custa menos do que R$ 1.500 – 136% de um salário mínimo.

Há ainda outro fator que, embora tenha caído um pouco em importância nos tempos de crise sanitária, lockdown e afins, sempre foi essencial: a mobilidade. Mesmo dentro de casa, não ter que carregar um laptop no colo pelos cômodos para poder acessar a web é uma diferença muito grande que os últimos anos trouxeram em relação às décadas passadas.

O que é inegável é que as regras do jogo mudaram em termos de internet. Quem não se adaptar à necessidade de não apenas estar disponível coerentemente no mobile, mas também priorizá-lo, corre o sério risco de ficar para trás em termos de acesso e, no fim das contas, de relevância e sucesso nos negócios.

Conteúdo – e não só design

Poder (e preferir) acessar conteúdo online pelo celular torna uma obrigação do criador em oferecer as melhores ferramentas para facilitar esse hábito. Isso quer dizer, por exemplo, reposicionamento de certos botões, aumento ou diminuição de fontes e assim por diante.

A parte do design, porém, é um detalhe menos importante do que a otimização do conteúdo em si. A tela do celular é menor, o que quer dizer que o espaço disponível para leitura também é. Assim sendo, frases curtas passam a ser preferíveis em relação às longas, por exemplo.

O mesmo vale para os parágrafos, cuja tendência é de encurtamento; é muito mais confortável, para quem está no mobile, ler em blocos curtos e separados do que períodos longos que, muitas vezes, somem acima e abaixo da tela antes de chegarem ao fim.

Conteúdo otimizado aliado com design amigável ao mobile, portanto, formam a primeira linha de investimentos a serem feitos por quem quer adaptar seus serviços. Muitas vezes, porém, é preciso ir além disso, e oferecer não só conteúdo, mas uma nova maneira de entregar o produto, como veremos a seguir.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criciúma registra mais quatro morte por Coronavírus

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Vigilância Epidemiológica de Criciúma confirmou neste sábado mais quatro mortes em decorrência do novo coronavírus. Agora são 552 mortes desde o início da pandemia. A cidade tem ainda outros 996 casos ativos e 197 pessoas internadas.

As mortes confirmadas hoje são de quatro homens. Eles tinham 47, 51, 52 e 61, anos. Também foi confirmada a morte de uma mulher de 55 anos.

Continue Lendo

Geral

Prefeito de Siderópolis recebe primeira dose contra a Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Aos 47 anos, o prefeito de Siderópolis Franqui Salvaro recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.. O município iniciou neste sábado, dia 19, a imunização das pessoas acima de 45 anos sem comorbidades.

“Gratidão, esperança e emoção, foi o que senti neste momento, ao ter a oportunidade de receber a vacina. A caminho da UBS fui imaginando os meus familiares, amigos e todos que partiram e não tiveram a mesma oportunidade de proteger-se deste vírus cruel”, disse o prefeito. 

“Também quero agradecer os profissionais da Unidade de Saúde da Vila São Jorge, onde recebi a dose e a todos os profissionais desta área que seguem trabalhando sem medir esforços para a imunização de todos”, concluiu. 

Continue Lendo

Geral

Treviso adota novas restrições de prevenção e enfrentamento à pandemia de Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Diante do aumento de casos de Covid-19 em Treviso e da possibilidade de uma terceira onda da doença no país, a Administração Municipal publicou na manhã desta sexta-feira, dia 18, o decreto nº 328/2021 com novas medidas de enfrentamento à pandemia. As normas foram definidas pela Comissão Integrada de Avaliação e Monitoramento da Covid-19 e têm validade até 2 de julho.

Entre as medidas, o decreto prevê o uso obrigatório de máscara, inclusive ao ar livre, proibição de aglomeração, novas regras para estabelecimentos comerciais e as penalidades em casos de descumprimento.

Orientações aos comerciantes

Ao longo do dia, as equipes da Vigilância Sanitária e Epidemiológica orientaram os comerciantes sobre as novas regras previstas no decreto Municipal e Estadual.

Fiscalização e denúncias

As determinações estabelecidas nos decretos podem ser fiscalizadas pelo Município, através da Vigilância Sanitária, agentes de Defesa Civil e agentes de Fiscalização Municipal e Estadual.

As denúncias podem ser realizadas através do disque 190 da Polícia Militar, para a Defesa Civil no telefone 99645-8615 ou à Vigilância Sanitária nos números 3469-0150 e 3469-0500.

Secretaria reforça a necessidade da vacinação

A vacina é uma ferramenta importante para conter a pandemia, no entanto, a Secretaria de Saúde alerta para a baixa procura pelo imunizante. “Só a imunização e o cuidados podem amenizar a situação que estamos vivendo. Pedimos que cada um faça a sua parte”, comentou a secretária Luciane Possoli.

A secretária ainda frisa que todas as vacinas são eficazes contra o Coronavírus. “Se a pessoa tem a oportunidade, deve se vacinar. Todas as vacinas auxiliam na diminuição da circulação do vírus e do agravamento dos sintomas da Covid-19”, explicou.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com