Conecte-se conosco

Geral

Pacientes oncológicos do HSJosé recebem “Naninhas do Bem”

Publicado

em

Ouça esta matéria

Almofadas com cara de super-herói, cachorro ou simplesmente almofadas com olhos diferentes e boca grande. Um trabalho que ganha “vida” pelo carinho, atenção e amor, de um grupo de voluntários que confeccionam almofadas para doar a pacientes internados em hospitais de Santa Catarina e em outros Estados também.

     O Projeto “Naninhas do Bem”, surgiu em 2015, com objetivo de proporcionar carinho e aconchego nos momentos de angústia e incertezas que crianças e adolescentes passam, quando internados em alguma Intuição de Saúde.

Esta semana, depois de percorrer vários hospitais em Santa Catarinas, o projeto chegou ao HSJosé, por intermédio do Serviço de Captação de recursos da Instituição; e foram os pacientes da oncologia pediátrica os beneficiados com o carinho e amor ,“contidos” naquelas almofadas coloridas.

     A criação, embalagem e entrega das Naninhas é feito por um grupo de voluntários que dedica tempo e material para criar as almofadas, que são confeccionadas em grupo, uma vez por mês. A produção das Naninhas passa por um rigoroso processo de higienização e esterilização para garantir a segurança dos pacientes. O trabalho tornou-se para os voluntários, mais que um passatempo para ajudar o próximo, tornou-se uma missão de vida.

E as crianças? Ah sim, elas simplesmente adoraram receber o “novo amigo”!

“É sempre um prazer e uma alegria poder proporcionar momentos de alegria para estas crianças tão fragilizadas. As naninhas são confeccionadas com tricoline 100% algodão e fibra siliconada antialérgica. Os olhos são colados e caseados a máquina, não há nada que a criança possa arrancar; pois as costuras são reforçadas. Tudo foi pensado e confeccionado para proporcionar bem-estar a estes pequenos”, destacam os voluntários Bernadete Maria Ramos e Luiz Jorge Leal, que fizeram a entrega das naninhas no HSJosé.

Todas as crianças internadas no setor receberam o presente.    

Geral

Criança de nove meses morre de Covid em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Uma criança de apenas nove meses de vida morreu nesta quarta-feira em Criciúma. O caso foi confirmado em boletim pela vigilância epidemiológica da cidade. Ela nasceu com patologias, entre elas, cardiopatia congênita, que teve seu caso agravado pelo coronavírus e não resistiu. Foi a vítima de número 278 da pandemia na cidade.

Nesta quarta-feira a Região Carbonífera registrou uma outra morte. A vítima foi um homem de 68 anos. Morador de Cocal do Sul ele tinha comorbidades e estava internado no Hospital São Jose.

Além disso, Cocal do Sul registrou 13 novos casos de coronavírus nesta quarta-feira, dia 3 de março, além de 8 curas no dia de hoje. Atualmente, 41 pacientes estão em tratamento, sendo 39 em casa e dois na clínica. Até agora, o município já contabilizou 1824 casos da doença e 1756 curas desde que iniciou a pandemia.

Continue Lendo

Geral

Comissão de obras da Câmara intermedia reunião entre comerciantes da Santos Dumont e secretário de obras

Publicado

em

Ouça esta matéria

Ocorreu nesta quarta-feira (03) no paço municipal Marcos Rovaris, uma reunião entre representantes do comércio da avenida Santos Dumont no bairro São Luiz e o secretário de infraestrutura, planejamento e mobilidade urbana de Criciúma, Tita Belloli. O encontro foi intermediado pelos vereadores integrantes da comissão de obras da Câmara Municipal, Salésio Lima (PSD), Obadias Benones (Avante), Márcio Darós (PSDB) e Miguel Pierini (PP).

No local a prefeitura está realizando as obras do binário da Santos Dumont e os empreendedores reclamam da falta de acesso aos estabelecimentos, das condições dos desvios e também da sinalização. “Nossa maior reivindicação é manter os desvios em condições de trafegabilidade e garantir que a prefeitura passe a niveladora constantemente na Santos Dumond. A limpeza das calçadas também se faz necessário, pois muito material usado na obra é colocado em cima delas e isso dificulta demais”, ponderou Márcio Soares, proprietário de uma Lotérica.

Para Silvana Marcon, representante do setor supermercadista, a prefeitura precisa entender o lado dos comerciantes que estão sofrendo com o baixo movimento, que além da pandemia acaba ficando ainda mais prejudicado em virtude das dificuldades de acesso que os clientes tem devido as obras. “Hoje está muito complicado, além da pandemia a mobilidade no bairro foi muito afetada e o comércio está sofrendo demais. Sabemos que a obra é importante, mas precisamos fazer algo. O movimento caiu até 70% em alguns estabelecimentos”, declarou.

Os vereadores integrantes da comissão de obras se comprometeram a ser o elo entre os lojistas e o paço municipal. Após a reunião os parlamentares foram até o local e verificarem de perto todos os problemas relatados. “De fato a situação é compreensível. Sabemos que esta será uma das maiores obras da história da cidade, porém é preciso levar em consideração os pedidos feitos hoje, e, além disso, tentar atender o pleito da comunidade”, falou o vereador Márcio Darós, morador do bairro São Luiz.

O secretário Tita Belloli ouviu atentamente todas as reclamações e prometeu empenho para que as ações necessárias sejam realizadas já nos próximos dias.

Continue Lendo

Geral

Samu realiza parto de emergência em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Uma equipe do Samu precisou atuar para realizar um parto de emergência nesta quarta-feira em Criciúma. Os socorristas foram chamados pouco depois do meio dia por uma moradora do Bairro Ana Maria. Ela informou as profissionais que estava em trabalho de parto e não conseguiu se deslocar ao hospital

Com apoio de um médico via telefone o técnico de enfermagem Luís Eduardo Vitório e o condutor-socorrista Willian Sebastião  realizaram o procedimento. O trabalho foi bem sucedido e mãe e bebê foram encaminhados em seguida para o Hospital Materno Infantil Santa Catarina.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com