Conecte-se conosco

Geral

Prédio do ESF no Distrito de Guatá é furtado

Publicado

em

Ouça esta matéria

Lauro Müller

A unidade da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Distrito do Guatá, em Lauro Müller, foi arrombada e furtada na madrugada de segunda-feira (23), quando uma das janelas foi quebrada e a entrada foi forçada. Do prédio foram levados um botijão de gás e um computador, além dos danos ao prédio.

O Governo de Lauro Müller, através da Secretária de Saúde, está tomando as providências para recuperar os objetos. Boletim de Ocorrência foi registrado para apurar os responsáveis pelo crime. Os danos ao patrimônio público acontecem num momento delicado, quando o município luta para monitorar e prestar atendimento à comunidade dentro da pandemia de coronavírus.  

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Vacinação em Içara começa pelos profissionais do São Donato

Publicado

em

Ouça esta matéria

Letícia Pedro Brígido formou-se em Enfermagem em dezembro de 2019. Quase seis meses depois, ingressou no Hospital São Donato para atuar no enfrentamento da pandemia. “Sempre quis algo na área da saúde e dentre os cursos, a Enfermagem se destacou. No começo, tive medo. Foi um desafio enorme para mim neste período. Por dias, chorei, mas encontrei motivação a cada nova alta que tivemos no setor”, indica a profissional da clínica de covid-19 da instituição.
 
A jovem de 23 anos foi a primeira a receber a vacina contra a covid-19 em Içara nesta terça-feira, dia 19. Junto com ela, 10 profissionais que atuam também na Unidade de Terapia Intensiva e na clínica dedicada a pandemia tiveram a aplicação das doses da CoronaVac. “Nossa esperança por dias melhores é ainda maior agora”, acrescenta a enfermeira.
 
Ao todo, 122 trabalhadores do Hospital São Donato serão contemplados neste primeiro momento. Conforme definido no plano de enfrentamento nacional, a prioridade serão os profissionais da UTI, da clínica e do Pronto-Socorro que estão na linha de frente. Isto significa 36,9% do total de colaboradores que atuam na fundação filantrópica e quase 32% das doses recebidas pelo Município, de um total de 377.
 
Além das equipes do Hospital São Donato, o quantitativo recebido também será destinado aos trabalhadores dos centros de triagem e pessoas com 60 anos ou mais institucionalizados na cidade. “É o início do fim, tão esperado por toda a população brasileira e também içarense. Essa é a primeira vacina em território içarense”, lembra a prefeita, Dalvânia Cardoso (PP).
 
“Isso tudo foi acordado baseado em critérios técnicos e estratégicos considerando a exposição ao vírus, risco de agravamento das condições de saúde e possibilidades de óbitos. Em prol da saúde coletiva, em respeito aos mais frágeis e pela valorização e reconhecimento de todos os trabalhadores de saúde que estão na frente do enfrentamento da covid-19, estamos iniciando o processo de vacinação. É uma grande vitória da ciência e da humanidade”, avalia o secretário municipal de Saúde, Sandro Ressler

Continue Lendo

Geral

Prefeitura inicia operação tapa-buracos em Cocal do Sul

Publicado

em

Ouça esta matéria

O município de Cocal do Sul iniciou nesta terça-feira (19) uma operação tapa-buracos, com o objetivo de melhorar as condições de tráfego e segurança em vias municipais, motivo de muitas reclamações pelos condutores. A ação está sendo executada pelos trabalhadores da Secretaria de Obras do município e os serviços começaram pelas ruas Edson Gaidzinski e Paulino Búrigo, na área central da cidade. Vale ressaltar que o trânsito está interrompido em meia pista na Rua Paulino Búrigo.

Somente nessa área, a prefeitura utilizou cinco toneladas de massa asfáltica. A operação vai continuar na área central do município ao longo do dia e deve contemplar diversos bairros da cidade.

“Assim que assumimos a administração nos deparamos com alguns equipamentos e máquinas quebradas, além disso o nosso consórcio de asfalto está de férias até o fim do mês. Por isso, a cidade está com muitos buracos no perímetro urbano; assim que consertamos as máquinas pegamos a massa asfáltica emprestada com o objetivo de ser uma solução imediata para não deixar a cidade a mercê desses buracos”, explica o prefeito e também atual secretário de Obras de Cocal do Sul, Fernando de Fáveri.

A prefeitura realizou um diagnóstico de todas as ruas que precisam ser reparadas na cidade e após esse estudo, está realizando efetivamente a operação tapa-buracos. Conforme Fernando, a prefeitura está priorizando neste primeiro momento os buracos de maior impacto e na sequência, serão reparados os buracos menores.

“Estamos aproveitando que hoje o tempo está propício, tendo em vista que a previsão para os próximos dias é de chuva e a população não iria mais aguentar a situação nos moldes que estava. Esse é um compromisso que assumimos com a cidade e depois que o consórcio estiver aberto, essa manutenção preventiva será mais rápida e eficaz”, finaliza o prefeito.

Continue Lendo

Geral

Terça-feira histórica para a saúde de Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Salão Ouro Negro, no Paço Municipal, foi palco de uma cena que entra para a história da saúde pública de Criciúma. Foi nele que foram imunizados os cinco primeiros moradores da cidade contra o Coronavírus. As doses que chegaram ao município vieram em um volume menor do que se esperava. Mesmo assim, o gesto simbólico do início da vacinação é marcante.

“Aos poucos vamos imunizar a população e com certeza vamos terminar este ano em uma situação bem melhor. É um momento emocionante”, disse o Secretário de Saúde Acélio Casagrande. “Esse salão foi palco de dezenas e dezenas de reuniões, mas hoje ele serve para um momento histórico e de muita alegria para os criciumenses”, emendou o prefeito Clésio Salvaro.

A Agente Comunitária de Saúde Adelaide Santiago, 61 anos, foi a primeira a receber a dose da Coronavac. Em seguida também foram imunizados o Fisioterapeuta Douglas José Nazário, 64, a técnica de enfermagem Maria Helena de Queiroz, a Higienizadora Vanilda Duarte da Silva e a enfermeira Isoleia Romagna. Os cinco, em 21 dias, vão receber a segunda dose.

“Também vamos imunizar os idosos que vivem nos asilos e entre os profissionais de saúde nós priorizamos os que tem mais de 50 anos. É nessa faixa etária e acima dela, que ocorreram os casos mais graves e a maioria das mortes”, justifica Acélio

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com