Conecte-se conosco

Geral

Programa Escola Amiga encerra ano com premiações

Publicado

em

Ouça esta matéria

Promover práticas que envolvam a comunidade na preservação do meio ambiente, é um dos objetivos do Projeto Escola Amiga, da Prefeitura de Nova Veneza. Durante todo o ano, a secretaria de Educação e a Fundação de Meio Ambiente (Fundave), promovem diversas atividades nas escolas e centros educacionais do município, envolvendo alunos, pais e professores. E a cada ação realizada, a instituição vai somando pontos e as escolas destaques recebem uma premiação. Na noite desta segunda-feira (28), foram entregues os prêmios para as escolas.

Entre os Centros Educacionais o grande campeão foi o C.E. Antonio Cesaro Cavaler, seguido de Nonna Angelina Nazari e Pingo de Gente. Já nas escolas de ensino fundamental, quem ficou com o primeiro lugar foi a E.B.M Bairro Bortolotto, em segundo E.M Caravaggio e em terceiro lugar Líbero Ugioni. Todas as 12 instituições receberam certificado de participação e uma caixa de som portátil. As grandes campeãs foram contempladas com notebooks, Smart TV, smartphones e materiais de pesquisa voltados para as questões ambientais.

O presidente da Fundave, Juliano Dal Molin, destaca que as escolas cumpriram todas as atividades propostas e que cada uma delas realizou muito mais do que apenas estava proposto. “As premiações são apenas um incentivo, mas o principal objetivo está sendo alcançado. Oportunizar o conhecimento para essas crianças, pais e toda a comunidade sobre a conscientização ambiental na prática”, pontua.

Durante o ano, foram propostas oito atividades focadas no meio ambiente, sendo ações em sala de aula como atividades na própria comunidade. “O que aconteceu nas nossas escolas, foi uma disputa sadia, onde todos estavam com o mesmo objetivo, preparar uma sociedade mais saudável para as nossas crianças. É nossa responsabilidade tentar diminuir os impactos ambientais e esse projeto é uma tentativa de melhorar o nosso meio ambiente”, comenta a secretária de Educação, Hérica Felisberto.

O vice-prefeito, Élzio Milanez, parabenizou o envolvimento das escolas durante todo o ano. “O programa Escola Amiga é um sucesso e a nossa educação sabe fazer acontecer. Conseguimos ver o comprometimento de cada diretor, promovendo ações diferenciadas em cada escola. Isso nos motiva e enche de orgulho cada um de nós, porque o legado vai ficar para as futuras gerações”, afirma. 

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Prefeitura de Criciúma reforça importância de responder ao Censo 2022

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Prefeitura de Criciúma tem reforçado a importância da população responder ao Censo 2022, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Além de retratar a realidade socioeconômica, o levantamento também pode influenciar em repasses financeiros e na tomada de decisões da iniciativa privada para investir na cidade. Criciúma tem 352 setores censitários e já concluiu 76,4% da coleta.

“Desde o último censo, nossa cidade cresceu bastante, graças ao empenho do trabalhador criciumense. Para continuarmos com um alto nível de qualidade de vida, precisamos de recursos para investir, por exemplo, em educação, saúde, infraestrutura, segurança. Números bons e atualizados ajudam na realização de convênios ou repasses da União e colocam Criciúma na vitrine de municípios para empreender. Por isso, é essencial que cada um faça sua parte e colabore no levantamento”, ressalta o prefeito Clésio Salvaro.

Caso, em seu domicílio, ninguém tenha respondido à pesquisa, é possível acionar o disque-censo, ligando no número 137, para solicitar e agendar a realização do questionário. A ligação é gratuita e, segundo o site oficial do censo, o canal funciona todos os dias, das 8h às 21h30. O levantamento teve início em agosto do ano passado e encerra em 31 de janeiro, sendo a maior operação de recenseamento já organizada no país.

Multa por recusa e sigilo de informações

A Lei N° 5.534, de 1968, dispõe, entre outras providências, sobre a obrigatoriedade e a confidencialidade das informações prestadas. Conforme o texto, quem se recusar a responder a pesquisa do IBGE pode ser multado no valor de até 10 salários-mínimos, se tratando da primeira recusa, e até 20, se for reincidente. O mesmo documento trata do caráter sigiloso das informações, que devem ser usadas somente para fins estatísticos.

Segurança, questionário e Fake News

Em caso de insegurança ou dúvidas sobre a pessoa solicitando informações, é possível confirmar se ela é de fato um entrevistador do IBGE. Para isso, o morador pode acessar o site oficial do levantamento: censo2022.ibge.gov.br, e inserir o número de matrícula do agente, ou ligar para 0800 721 8181. Além disso, o recenseador trabalha uniformizado com colete, boné e crachá com QR Code.

O agente do censo 2022 não pede, por exemplo, fotos, senhas ou informações bancárias ou de preferência política, mas pode solicitar dados pessoais, como CPF, para que se tenha controle da cobertura da operação e para evitar coleta duplicada do mesmo questionário.

Há dois formatos de questionários conduzidos pelo entrevistador: o básico, com 26 perguntas e aplicado a maior parte dos lares, que serve para conhecer as principais características do domicílio e dos moradores; e o questionário de amostra, com 77 perguntas e aplicado a uma parcela menor dos domicílios, que inclui dados mais detalhados sobre deslocamento, saúde, educação, entre outros.

Mais um ponto que merece atenção da população é a veracidade das informações sobre o censo, que são compartilhadas nas redes sociais e por aplicativos de mensagens. Para se informar sobre o levantamento, o ideal é ler portais de notícias com credibilidade, ou ainda o site do censo, que possui um espaço dedicado ao combate de desinformação. Exemplos de desinformação comuns são de que responder o censo bloquearia o recebimento de aposentadorias ou de auxílios governamentais, o que não é verdade.

Continue Lendo

Geral

Acic abre inscrições para capacitações do primeiro trimestre

Publicado

em

Ouça esta matéria

Com a oferta de cursos, treinamentos, workshops, palestras e formações durante todo o ano, a Associação Empresarial de Criciúma (Acic) já está com inscrições abertas para as capacitações do primeiro trimestre de 2023. São diversas opções, em diferentes áreas de atuação, com início em 24 de janeiro.

“Os associados da Acic contam com benefícios exclusivos, mas os programas são abertos à participação da comunidade em geral, como ótimas oportunidades de aperfeiçoamento pessoal e profissional”, ressalta a diretora executiva da entidade empresarial, Maria Julita Volpato Gomes.

Administração de estoques e almoxarifado, formação da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, escrita fiscal, preço de venda, atendimento ao cliente e gestão de projetos com métodos ágeis pautarão as capacitações programadas para janeiro.

No mês seguinte, serão abordados temas relacionados a crédito, remuneração e rotinas do departamento pessoal, planejamento financeiro, excelência em vendas, segurança do trabalho, compras e suprimentos, liderança e inteligência emocional.

Já as capacitações programadas para março envolverão liderança de alta performance, faturamento, gestão de produção, estruturação de RH, planejamento estratégico, finanças, Programa 5S, técnicas de negociação, oratória, entre outros assuntos, além de palestra sobre Saúde Mental e Segurança Psicológica, proferida por Márcio Schultz. Mais informações e inscrições em acicri.com.br/cursos.

Janeiro

  • 24 a 26 – Administração Eficiente de Estoques e Almoxarifado
  • 24 – CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – Grau R1
  • 24 a 26 – Workshop Escrita Fiscal
  • 31, 1º e 2/02 – Formação de Preço de Venda
  • 31 e 2/02 – Workshop de Aperfeiçoamento em Atendimento ao Cliente
  • 31, 1º e 2/02 – Gestão de Projetos – Métodos Ágeis
  • Fevereiro
  • 7 a 9 – Análise de Crédito e Redução de Inadimplência
  • 8 – Remuneração Variável e Gestão de Benefícios Corporativos
  • 7 a 9 – Departamento Pessoal na Prática
  • 14 a 16 – Planejamento Financeiro Empresarial
  • 14 a 16 – Excelência em Vendas
  • 6, 17 e 18, 23, 24 e 25 – NR 10 – Segurança em Instalações e Serviço de Eletricidade
  • 27/02 a 23/05 – PDP – Formação de Gestores de Compras e Suprimentos
  • 27 e 28/02, 1º/03 – Gestão e Planejamento de Compras
  • 28/02, 1º e 02/03 – Desenvolvendo o Líder Emocionalmente Inteligente
  • Março
  • 2, 3, 4, 16,17 e 18 – Formação de Líderes de Alta Performance
  • 7 a 9 – Faturamento com Análise Fiscal
  • 7, 9, 14, 16, 21 e 23 – Gestor de Produção Industrial
  • 8 e 9 – Estruturação de RH para Micro e Pequenas Empresas
  • 13 e 14 – Planejamento Estratégico com Método Lego
  • 13, 16, 20, 23, 27 e 30 – Finanças Empresariais na Prática
  • 14 a 16 – Implantação Prática do Programa 5S
  • 14 e 15 – CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – Grau R2
  • 20 a 22 – Técnicas de Negociação Aplicada a Compras
  • 21 – Palestra: Saúde Mental e Segurança Psicológica, com Márcio Schultz
  • 28, 30, 4 e 6/04 – Prática de Oratória
Continue Lendo

Geral

Unesc inicia 2023 com ampliação e reforma da infraestrutura

Publicado

em

Ouça esta matéria

Que a Unesc inova no Ensino, na Pesquisa e na Extensão dia após dia, todos nós sabemos. Mas basta um “giro” pelo campus para perceber que a dedicação e o investimento se estendem também à estrutura física da Universidade. São benfeitorias que impactam na excelência do ensino, na prestação de serviços à comunidade e na qualidade de vida e bem-estar de todos que frequentam, diariamente, a sede da instituição.

Além das obras de ampliação e novas construções, o período de férias marca uma intensa movimentação em torno de reformas de salas de aula, laboratórios, ruas, calçadas, manutenção de geradores, elevadores, construção de deck e pergolado, entre tantos outros espaços. Ao todo, somente com recursos próprios da Universidade, ou seja, sem contabilizar valores provenientes de captações, o investimento chega aos R$ 2 milhões, sendo que todas as obras, exceto a ampliação das Clínicas Integradas, estarão prontas antes do início das aulas.

Exemplos desta dedicação não faltam, mas podemos começar pela área da saúde que recebe a reforma e ampliação das Clínicas Integradas e do Centro de Psicologia, totalizando um investimento de mais de R$ 8,2 milhões, provenientes de emendas parlamentares do deputado federal Ricardo Guidi e do estadual Rodrigo Minotto, além de verba do Governo do Estado. Os recursos permitem ampliar de modo significativo o número de atendimentos das clínicas, passando de 150 mil para 250 mil por ano.

Além disso, um Laboratório de Análises Clínicas também entrará em operação, possibilitando a realização de 10 mil exames por mês. “A ampliação contribui também com a excelência acadêmica, por meio de uma formação pautada na experiência com infraestrutura adequada para os acadêmicos que, ao sair da Universidade, estarão muito bem preparados para o mundo do trabalho”, celebra a reitora Luciane Bisognin Ceretta.

A parte que está sendo ampliada terá o acesso interligado à atual estrutura das Clínicas Integradas. “Precisamos sempre pensar na humanização e no conforto da comunidade interna e externa. As obras que acontecem, hoje, no campus, contemplam a todos: acadêmicos, professores, colaboradores e comunidade externa”, conta o pró-reitor de Administração e Finanças (Proaf), José Otávio Feltrin.

Mais atendimentos

Os 150 mil atendimentos anuais, que passarão a 250 mil com a ampliação do espaço, estão distribuídos em cursos como Medicina, Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Psicologia, entre outros.

Ainda na saúde, os investimentos estão voltados à Clínica de Fisioterapia, que recebe pacientes para tratamento pós-Covid. Também nas Clínicas Integradas, além da ampliação, que será finalizada até maio desde ano, diversos reparos estão sendo realizados, como, por exemplo, o telhado do local onde está instalada a piscina aquecida. Outro projeto que será colocado em prática é a reforma da Farmácia Escola. 

Ampliação da Clínica de Psicologia

Já a reforma e ampliação do espaço do serviço de Psicologia, que passará de 10 para 30 salas, contribuirá com os atendimentos que envolvem mais de 670 acadêmicos e cerca de 40 docentes, oportunizando assim a teoria na prática que colabora com a formação de profissionais mais qualificados e humanizados.

Com maior número de salas disponíveis, a expectativa, conforme a reitora, é que o total de atendimentos disponibilizados, de forma gratuita, ultrapasse a marca de cinco mil a cada semestre. “A demanda de atendimentos em saúde mental é cada vez maior e, ao voltarmos nossos olhares para isso e contarmos com o apoio fundamental do deputado, estamos mais uma vez fazendo nosso papel e melhorando a qualidade de vida dos nossos estudantes e de toda a comunidade”, relata.

Mais acessibilidade

Andar por todo o campus sem pegar chuva ou sol é realidade na Unesc após a inauguração das Passarelas Sandra Zanatta Guidi. São mais de 3,6 mil metros de estrutura coberta que totalizam investimento de R$ 1,5 milhões, viabilizados pelo deputado federal Ricardo Guidi e inauguradas no ano passado.

As coberturas ligam os blocos desde a chegada no campus, no Bloco Administrativo, até os blocos mais distantes, como o R, o S e as Clínicas Integradas, beneficiando as comunidades interna e externa.

“Além de ser uma obra que impacta diretamente a acessibilidade das milhares de pessoas que passam pela nossa Unesc, ela leva o nome de uma grande referência na educação, com a qual temos o prazer de conviver e que foi esposa de um dos nossos diretores presidentes, alguém que também lutou muito pela Universidade. É gratificante perceber o quanto estas passarelas contribuem com todos os frequentadores do campus”, relata Luciane.

A arquiteta do Departamento de Projetos e Infraestrutura da Unesc (DPI), Suelen Santos, destaca que os trabalhos voltados à acessibilidade nunca param no campus, mas que ganharam ainda mais ênfase. “Estamos realizando a troca de guia direcional e tátil por materiais que irão durar por muitos anos. Há ainda a colocação de ladrilhos hidráulicos, pisos de concreto, atendendo todas as normativas, cuidando do que é existente e ampliando alguns trechos de acessibilidade”, frisa.

Colégio Unesc

Os alunos e profissionais do Colégio Unesc terão muitas surpresas quando regressarem para as aulas de 2023. Entre as novidades, está a mudança da secretaria que passará para uma nova estrutura, no Bloco T. “Será uma sala diferenciada, com ainda mais qualidade, com novo mobiliário. Também está sendo feita a reforma do telhado e da drenagem. São muitas obras de pavimentação no colégio com a troca de paver e de materiais desgastados pelo tempo de uso”, fala Suelen.

Outra obra é a pintura das quadras utilizadas pelo curso de Educação Física, possível por meio da parceria com a empresa Anjo Química, que doou a tinta utilizada. “Como somos uma Universidade Comunitária, tudo que se pensa é para a comunidade que usufrui de tudo que a Unesc oferta”, comenta Feltrin.

Centros de Integração Estudantil

Um projeto cuidadosamente elaborado pelo Departamento de Projetos e Infraestrutura (DPI) da Unesc tornou-se realidade em 2022. Trata-se do novo Centro de Integração Estudantil Addo Vânio de Aquino Faraco, um espaço amplo, moderno, estrategicamente localizado no coração do campus. O local possui 45 metros quadrados e a sua construção foi possível por meio da deputada estadual Ada De Luca. 

Já está em obra mais um espaço de convivência para os alunos. A estrutura, localizada em frente ao Bloco S, contará com mobiliário, microondas, pia, entre outros, tudo à disposição dos acadêmicos e também ficará pronto antes do início do ano letivo.

E por falar em espaços voltados aos estudantes, a comunidade acadêmica também ganhou a Sala das Atléticas Valnei Teixeira, mais um local de integração e lazer, cheio de cores e significados. Anexo ao Diretório Central dos Estudantes (DCE), a área já se tornou ponto de troca de conhecimento e construção de vínculos entre as 20 atléticas existentes na Instituição.

Para a reitora, viabilizar estruturas como estas, é sempre uma prioridade institucional. “O nosso estudante, assim como as demais pessoas da nossa comunidade acadêmica que são os nossos colaboradores, os professores, são sempre o nosso objetivo primordial. Esse espaço promove o esporte, a integração, melhora a ambiência dos estudantes na Universidade, traz conforto e acolhimento. É um espaço nobre, muito bem localizado e que pode, com certeza, melhorar ainda mais a integração de todas as atléticas”, pontua.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2023 sulnoticias.com