Conecte-se conosco

Geral

Santa Catarina realiza campanha de multivacinação para crianças e adolescentes a partir do dia 5

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma

Serão realizadas em todo o estado, simultaneamente, duas campanhas de vacinação entre os dias 5 e 30 de outubro. As campanhas nacionais de Vacinação contra a Poliomielite e a de Multivacinação para atualização da caderneta das crianças e adolescentes com menos de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias). O dia “D” para ambas será no dia 17 de outubro em todo país.

Na vacinação contra a poliomielite, o alvo são crianças com idade entre um ano e menos de cinco (4 anos, 11 meses e 29 dias), grupo de aproximadamente 342.285 crianças em Santa Catarina. O objetivo desta campanha é reduzir o risco de reintrodução do poliovírus selvagem no país. E, para isso, a meta é vacinar, ao menos, 95% deste público, ou seja, 325.684 crianças.

O Brasil não detecta casos de poliomielite (paralisia infantil) desde 1990 e em 1994 recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território. Em Santa Catarina, os últimos registros da doença foram em 1989. No entanto, os esforços ainda precisam ser mantidos, com a imunização de todas as crianças, para que o Brasil continue livre da doença. 

Todas vacinas do calendário

Para a Campanha de Multivacinação, não há uma meta específica. Os principais objetivos desta mobilização são oportunizar o acesso às doses, atualizar a situação vacinal e aumentar as coberturas vacinais.

A gerente de imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, Lia Quaresma Coimbra, esclarece que durante a vigência das campanhas serão oferecidas todas as vacinas do Calendário Básico de Vacinação 2020 da Criança e do Adolescente. “Com essas campanhas, queremos reduzir ainda mais o risco de transmissão de doenças que podem ser prevenidas com vacinação e evitar o retorno de outras, como o sarampo, por exemplo”, ressalta.

No início do mês de setembro deste ano, após 21 semanas sem novos casos, Santa Catarina declarou encerrado o surto de sarampo que havia começado em julho de 2019. A grande participação da população, que aderiu à vacinação do sarampo, foi essencial para o encerramento do surto.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criciúma registra mais quatro morte por Coronavírus

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Vigilância Epidemiológica de Criciúma confirmou neste sábado mais quatro mortes em decorrência do novo coronavírus. Agora são 552 mortes desde o início da pandemia. A cidade tem ainda outros 996 casos ativos e 197 pessoas internadas.

As mortes confirmadas hoje são de quatro homens. Eles tinham 47, 51, 52 e 61, anos. Também foi confirmada a morte de uma mulher de 55 anos.

Continue Lendo

Geral

Prefeito de Siderópolis recebe primeira dose contra a Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Aos 47 anos, o prefeito de Siderópolis Franqui Salvaro recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.. O município iniciou neste sábado, dia 19, a imunização das pessoas acima de 45 anos sem comorbidades.

“Gratidão, esperança e emoção, foi o que senti neste momento, ao ter a oportunidade de receber a vacina. A caminho da UBS fui imaginando os meus familiares, amigos e todos que partiram e não tiveram a mesma oportunidade de proteger-se deste vírus cruel”, disse o prefeito. 

“Também quero agradecer os profissionais da Unidade de Saúde da Vila São Jorge, onde recebi a dose e a todos os profissionais desta área que seguem trabalhando sem medir esforços para a imunização de todos”, concluiu. 

Continue Lendo

Geral

Treviso adota novas restrições de prevenção e enfrentamento à pandemia de Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Diante do aumento de casos de Covid-19 em Treviso e da possibilidade de uma terceira onda da doença no país, a Administração Municipal publicou na manhã desta sexta-feira, dia 18, o decreto nº 328/2021 com novas medidas de enfrentamento à pandemia. As normas foram definidas pela Comissão Integrada de Avaliação e Monitoramento da Covid-19 e têm validade até 2 de julho.

Entre as medidas, o decreto prevê o uso obrigatório de máscara, inclusive ao ar livre, proibição de aglomeração, novas regras para estabelecimentos comerciais e as penalidades em casos de descumprimento.

Orientações aos comerciantes

Ao longo do dia, as equipes da Vigilância Sanitária e Epidemiológica orientaram os comerciantes sobre as novas regras previstas no decreto Municipal e Estadual.

Fiscalização e denúncias

As determinações estabelecidas nos decretos podem ser fiscalizadas pelo Município, através da Vigilância Sanitária, agentes de Defesa Civil e agentes de Fiscalização Municipal e Estadual.

As denúncias podem ser realizadas através do disque 190 da Polícia Militar, para a Defesa Civil no telefone 99645-8615 ou à Vigilância Sanitária nos números 3469-0150 e 3469-0500.

Secretaria reforça a necessidade da vacinação

A vacina é uma ferramenta importante para conter a pandemia, no entanto, a Secretaria de Saúde alerta para a baixa procura pelo imunizante. “Só a imunização e o cuidados podem amenizar a situação que estamos vivendo. Pedimos que cada um faça a sua parte”, comentou a secretária Luciane Possoli.

A secretária ainda frisa que todas as vacinas são eficazes contra o Coronavírus. “Se a pessoa tem a oportunidade, deve se vacinar. Todas as vacinas auxiliam na diminuição da circulação do vírus e do agravamento dos sintomas da Covid-19”, explicou.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com