Conecte-se conosco

Geral

Saúde confirma mais uma morte por Covid em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma 

A vigilância epidemiológica acaba de confirmar, em boletim divulgado no início desta tarde, mais uma morte provocada por Coronavírus em Criciúma. A paciente era uma mulher de 79 anos. Moradora de Criciúma, ela tinha outras doenças associadas, as chamadas comorbidades, e estava internada na UTI.

No mesmo boletim a vigilância também confirma mais uma caso suspeito. Trata-se de uma mulher, moradora de município vizinho, que também estava internada em UTI com sintomas da doença e que morreu nesta segunda-feira. Esse caso, no entanto, ainda aguarda resultado de exame para confirmação ou não de Covid-19.

Até o momento o Sul do Estado já registra duas mortes em Criciúma, uma em Balneário Gaivota, uma em Pedras Grandes e uma na cidade de São Ludgero.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Vacinação em Içara começa pelos profissionais do São Donato

Publicado

em

Ouça esta matéria

Letícia Pedro Brígido formou-se em Enfermagem em dezembro de 2019. Quase seis meses depois, ingressou no Hospital São Donato para atuar no enfrentamento da pandemia. “Sempre quis algo na área da saúde e dentre os cursos, a Enfermagem se destacou. No começo, tive medo. Foi um desafio enorme para mim neste período. Por dias, chorei, mas encontrei motivação a cada nova alta que tivemos no setor”, indica a profissional da clínica de covid-19 da instituição.
 
A jovem de 23 anos foi a primeira a receber a vacina contra a covid-19 em Içara nesta terça-feira, dia 19. Junto com ela, 10 profissionais que atuam também na Unidade de Terapia Intensiva e na clínica dedicada a pandemia tiveram a aplicação das doses da CoronaVac. “Nossa esperança por dias melhores é ainda maior agora”, acrescenta a enfermeira.
 
Ao todo, 122 trabalhadores do Hospital São Donato serão contemplados neste primeiro momento. Conforme definido no plano de enfrentamento nacional, a prioridade serão os profissionais da UTI, da clínica e do Pronto-Socorro que estão na linha de frente. Isto significa 36,9% do total de colaboradores que atuam na fundação filantrópica e quase 32% das doses recebidas pelo Município, de um total de 377.
 
Além das equipes do Hospital São Donato, o quantitativo recebido também será destinado aos trabalhadores dos centros de triagem e pessoas com 60 anos ou mais institucionalizados na cidade. “É o início do fim, tão esperado por toda a população brasileira e também içarense. Essa é a primeira vacina em território içarense”, lembra a prefeita, Dalvânia Cardoso (PP).
 
“Isso tudo foi acordado baseado em critérios técnicos e estratégicos considerando a exposição ao vírus, risco de agravamento das condições de saúde e possibilidades de óbitos. Em prol da saúde coletiva, em respeito aos mais frágeis e pela valorização e reconhecimento de todos os trabalhadores de saúde que estão na frente do enfrentamento da covid-19, estamos iniciando o processo de vacinação. É uma grande vitória da ciência e da humanidade”, avalia o secretário municipal de Saúde, Sandro Ressler

Continue Lendo

Geral

Prefeitura inicia operação tapa-buracos em Cocal do Sul

Publicado

em

Ouça esta matéria

O município de Cocal do Sul iniciou nesta terça-feira (19) uma operação tapa-buracos, com o objetivo de melhorar as condições de tráfego e segurança em vias municipais, motivo de muitas reclamações pelos condutores. A ação está sendo executada pelos trabalhadores da Secretaria de Obras do município e os serviços começaram pelas ruas Edson Gaidzinski e Paulino Búrigo, na área central da cidade. Vale ressaltar que o trânsito está interrompido em meia pista na Rua Paulino Búrigo.

Somente nessa área, a prefeitura utilizou cinco toneladas de massa asfáltica. A operação vai continuar na área central do município ao longo do dia e deve contemplar diversos bairros da cidade.

“Assim que assumimos a administração nos deparamos com alguns equipamentos e máquinas quebradas, além disso o nosso consórcio de asfalto está de férias até o fim do mês. Por isso, a cidade está com muitos buracos no perímetro urbano; assim que consertamos as máquinas pegamos a massa asfáltica emprestada com o objetivo de ser uma solução imediata para não deixar a cidade a mercê desses buracos”, explica o prefeito e também atual secretário de Obras de Cocal do Sul, Fernando de Fáveri.

A prefeitura realizou um diagnóstico de todas as ruas que precisam ser reparadas na cidade e após esse estudo, está realizando efetivamente a operação tapa-buracos. Conforme Fernando, a prefeitura está priorizando neste primeiro momento os buracos de maior impacto e na sequência, serão reparados os buracos menores.

“Estamos aproveitando que hoje o tempo está propício, tendo em vista que a previsão para os próximos dias é de chuva e a população não iria mais aguentar a situação nos moldes que estava. Esse é um compromisso que assumimos com a cidade e depois que o consórcio estiver aberto, essa manutenção preventiva será mais rápida e eficaz”, finaliza o prefeito.

Continue Lendo

Geral

Terça-feira histórica para a saúde de Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Salão Ouro Negro, no Paço Municipal, foi palco de uma cena que entra para a história da saúde pública de Criciúma. Foi nele que foram imunizados os cinco primeiros moradores da cidade contra o Coronavírus. As doses que chegaram ao município vieram em um volume menor do que se esperava. Mesmo assim, o gesto simbólico do início da vacinação é marcante.

“Aos poucos vamos imunizar a população e com certeza vamos terminar este ano em uma situação bem melhor. É um momento emocionante”, disse o Secretário de Saúde Acélio Casagrande. “Esse salão foi palco de dezenas e dezenas de reuniões, mas hoje ele serve para um momento histórico e de muita alegria para os criciumenses”, emendou o prefeito Clésio Salvaro.

A Agente Comunitária de Saúde Adelaide Santiago, 61 anos, foi a primeira a receber a dose da Coronavac. Em seguida também foram imunizados o Fisioterapeuta Douglas José Nazário, 64, a técnica de enfermagem Maria Helena de Queiroz, a Higienizadora Vanilda Duarte da Silva e a enfermeira Isoleia Romagna. Os cinco, em 21 dias, vão receber a segunda dose.

“Também vamos imunizar os idosos que vivem nos asilos e entre os profissionais de saúde nós priorizamos os que tem mais de 50 anos. É nessa faixa etária e acima dela, que ocorreram os casos mais graves e a maioria das mortes”, justifica Acélio

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com