Conecte-se conosco

Geral

Trabalhadores do setor plástico em estado de greve

Publicado

em

Ouça esta matéria

Não fossem quatro votos, dados por funcionários do setor pessoal de duas empresas de Içara, na primeira das oito assembleias, teria sido por unanimidade a rejeição dos trabalhadores das empresas das indústrias plásticas do sul do estado às propostas patronais para renovação da convenção coletiva e, consequentemente, a decisão pelo “estado de greve”.

São mais de 8 mil trabalhadores que aguardam a retomada das negociações e nova proposta patronal que sejam melhor que apenas o repasse da inflação do período – 4,57% – e o abono anual com o mesmo valor do ano passado, R$ 800,00. A data base do setor é 1º de abril e envolve cerca de 100 empresas dos dois segmentos na região sul.

“E esta é a melhor proposta, foi feita pelo sindicato patronal das empresas da indústria de plásticos descartáveis, já que os patrões da indústria de plásticos flexíveis querem eliminar o abono, congelar o piso, implantar o banco de horas e, ainda, suprimir direitos históricos da categoria”, explica o presidente do Sindicato profissional, Carlos de Cordes, o Dé.

Na manhã desta terça-feira, após as assembleias realizadas em Içara, Criciúma, Urussanga e São Ludgero, sendo duas em cada município para contemplar os três turnos de trabalho, os representantes dos dois sindicatos patronais receberam documento oficializando a decisão da categoria.

Conforme Carlos de Cordes, a disposição da diretoria do Sindicato e da categoria é continuar negociando. “Esperamos que os patrões reconheçam a vontade e o valor dos seus trabalhadores, que é inaceitável não dar ganho real a maioria da categoria que ganha um piso de R$ 1.330,00 e nem podemos concordar em ficar sem aumento do abono por mais um ano; estamos abertos à negociações, como sempre”, finalizou o dirigente.

Geral

HSJosé passa a integrar o Movimento de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Hospital São José de Criciúma está incluído entre os signatários do Movimento de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A iniciativa é um movimento social constituído por voluntários, de caráter apartidário, plural e ecumênico, que tem a finalidade de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade catarinense. Entre as principais ações desenvolvidas está o trabalho para cumprir com os compromissos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, aprovada pelos países membros da ONU durante sua 70ª Assembleia Geral realizada em setembro de 2015, em Nova York.

Para demonstrar a importância do movimento, nesta quarta e quinta-feira, 27 e 28 de janeiro, os colaboradores serão apresentados ao movimento e conhecerão os 17 tópicos que fazem parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. “O movimento busca a construção de uma sociedade melhor, socialmente inclusiva, ambientalmente sustentável e economicamente equilibrada. Precisamos buscar mudanças positivas no mundo em que vivemos, e com o Movimento dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), podemos vivenciar trocas de experiências com outros Signatários e estimular cada vez mais nossos colaboradores e a própria comunidade neste engajamento de sustentabilidade. Fazendo assim um mundo melhor para nossas gerações”, explica a assistente de Meio Ambiente do setor de Qualidade do HSJosé, Franciani Sandrini Angulski.

Para a direção do HSJosé, este é mais um importante passo que reforça o cuidado que a instituição tem com as pessoas. “Ser Signatário deste movimento é muito importante pois reforça nosso compromisso com a sustentabilidade das gerações futuras e o cuidado com a nossa casa comum. Todos devemos ser responsáveis por este cuidado, pois todas ações do presente interferem no amanhã e na continuidade das espécies”, enaltece a diretora do hospital, Irmã Isolene Lofi.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável:

1 – Erradicação da Pobreza: acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

2 – Fome Zero e Agricultura Sustentável: acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.

3 – Saúde e Bem-estar: assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todas e todos, em todas as idades.

4 – Educação de Qualidade: assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos.

5 – Igualdade de Gênero: alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.

6 – Água Potável e Saneamento: assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos.

7 – Energia Limpa e Acessível: assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todas e todos.

8 – Trabalho Decente e Crescimento Econômico: promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todas e todos.

9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura: construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

10 – Redução das Desigualdades: reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles.

11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

12 – Consumo e Produção Responsáveis: assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

13 – Ação contra a mudança global do clima – tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos.

14 – Vida na Água: conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

15 – Vida Terrestre: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes: promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

17 – Parcerias e Meios de Implementação: fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Continue Lendo

Geral

Balneário Rincão lança Programa de Regularização Fiscal

Publicado

em

Ouça esta matéria

A prefeitura de Balneário Rincão lança o Programa de Regularização Fiscal Refis-2021 que concede redução nos valores de multas e juros devidos pelos contribuintes. A Lei nº 003/2021 foi aprovada pela Câmara de Vereadores. O objetivo é proporcionar desconto dos juros e multas de tributos municipais gerados até o dia 31 de dezembro de 2020. O contribuinte que tiver o interesse de aderir ao programa poderá entrar com o pedido a partir desta terça-feira, dia 26 até 30 de dezembro, na Central de Atendimento, com pagamentos em parcela única ou parcelado.

Para o diretor de Desenvolvimento Econômico da cidade, o objetivo é dar oportunidade aos cidadãos para regularizarem seus débitos tributários, como impostos, taxas e contribuições, inscritas em dívida ativa. “Procuramos com essa iniciativa auxiliar a população que em meio à pandemia, no ano passado, não conseguiu quitar seus tributos. Agora será possível fazê-lo parcelado e com desconto de juros e multas”, enfatiza o diretor, Adroaldo Faraco.

Será concedido o desconto de 95% no valor de multas e juros, para pagamento integral em parcela única. Para os pagamentos parcelados serão concedidos as seguintes opções: 90% de desconto no valor das multas e juros, para parcelamento em até duas parcelas; 60% para parcelamento em até seis parcelas e, 30% para parcelamento em até 12 parcelas.

Continue Lendo

Geral

Criciúma inicia agendamento de profissionais de saúde para próxima fase de vacinação contra Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Secretaria de Saúde de Criciúma inicia nesta quinta-feira (28) a próxima etapa de vacinação contra Covid-19. De acordo com a deliberação da Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), o próximo grupo a ser vacinado compreende os profissionais de saúde acima de 60 anos e/ou aqueles com comorbidades, independentemente da idade. Estes trabalhadores serão vacinados conforme agendamento, para evitar aglomerações. Todos que estiverem inseridos no grupo devem entrar em contato com a secretaria por meio do telefone (48) 3445 8774.

Comorbidades

As comorbidades listadas são: diabetes mellitus; hipertensão arterial, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC); insuficiência renal; doenças cardio e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea; anemia falciforme; obesidade grau (IMC maior ou igual a 40) e síndrome de down.

Comprovações

Os profissionais de saúde deverão comprovar vínculo profissional com estabelecimentos de saúde do município de criciúma, como folha de pagamento ou carteira de trabalho; devem comprovar função por meio de carteira de identidade profissional; e comprovar a comorbidade por meio de atestado médico ou receita médica com prazo de emissão não superior a 12 meses.

Vacinas em Criciúma

Até o momento já chegaram à cidade 2.294 doses da coronavac e 1.810 da astrazeneca. Já foram imunizados 1.788 profissionais de saúde, 183 idosos institucionalizados e 23 deficientes institucionalizados. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, estima-se que serão necessárias 6,5 mil doses para imunizar todos os trabalhadores da área.

Próximas fases

Após esta fase, segue a vacinação dos demais profissionais de saúde, até concluir a estimativa da quantidade de trabalhadores. Em seguida deve iniciar a imunização de idosos, de todas as faixas etárias, pessoas com comorbidades, profissionais de segurança e salvamento, e professores.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com